PS quer mais do mesmo: “Máximo apoio” nas legislativas e diálogo à esquerda

Miguel A. Lopes / Lusa

ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva,

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa disse que o PS pretende obter o maior número de votos nas próximas eleições legislativas, afirmando que o partido quer continuar a dialogar à esquerda.

“Vamos a eleições com um programa procurando obter o máximo apoio para ele e tendo a noção que pode ou não ser negociado com partidos posteriormente”, disse Mariana Viera da Silva, em entrevista à agência Lusa.

Nesse sentido, destacou que o primeiro-ministro, António Costa, “já afirmou muitas vezes a sua vontade de continuar este diálogo à esquerda qualquer que seja o equilíbrio parlamentar que saia das próximas eleições”.

Questionada sobre um possível acordo com o PSD, a ministra lembrou que o Partido Socialista “tem sido muito claro na ideia de que o bloco central é uma coisa que deve acontecer apenas excecionalmente e em momentos de emergência”.

Sobre os resultados das próximas eleições legislativas, Mariana Vieira da Silva afirmou que a existência de maiorias e sua dimensão só “se chega à conclusão depois”. “O que é importante agora é que, qualquer partido que vá a eleições, e o PS não é exceção, pretende ter o maior número de votos e o maior apoio às suas políticas, faz parte da democracia”, precisou a governante.

A ministra considerou que as maiorias absolutas na Europa “são residuais”, sendo “provavelmente uma tendência que vem para ficar nas democracias atuais”. “A capacidade de negociar no parlamento é uma coisa importante”, sublinhou, destacando que o atual Governo e o PS se reveem “nas vantagens” da atual solução governativa.

“Julgo que o importante agora é cada um ir às eleições com o seu programa, discuti-lo, avaliá-lo e depois voltarmos. Tal como aconteceu em 2015, como toda a naturalidade, fazermos o debate que tivermos de fazer para constituir uma maioria no parlamento que possa dar continuidade a este equilíbrio”, frisou.

Na opinião de Mariana Vieira da Silva, a coligação parlamentar entre PS, PCP e BE significou “uma mudança que ficou para o futuro” e, por isso, “nada ficará como dantes”, nem mesmo as conversas sobre as maiorias absolutas.

“Nós derrubámos um muro e virámos uma página de não participação dos partidos à esquerda do Partido Socialista na definição de políticas, no caso não do Governo, mas da maioria parlamentar que o apoia”, frisou ainda.

A posição defendida por Mariana Vieira da Silva tem sido já apontada por outros socialistas como estratégia para as eleições legislativas de outubro. O líder parlamentar do partido, Carlos César, pediu uma “maioria expressiva”, uma “grande votação”, para “evitar bloqueios” e libertar-se de “inércias”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …