PS opõe-se ao adiamento das autárquicas, mas admite alterações

(dr) PSocialista / Flickr

José Luis Carneiro

O PS opõe-se à intenção do PSD de adiar as eleições autárquicas para novembro ou dezembro, está aberto a equacionar melhorias no processo eleitoral, mas acusa Rui Rio de estar preocupado com “dificuldades internas” do seu partido.

Estas posições foram transmitidas pelo secretário-geral adjunto dos socialistas, José Luís Carneiro, em conferência de imprensa, depois de o PSD ter entregado no parlamento um projeto-lei que prevê “um regime excecional e temporário” para realizar as autárquicas entre 22 de novembro e 14 de dezembro, considerando que, de outra forma, podem estar em causa direitos constitucionais.

Perante os jornalistas, José Luís Carneiro salientou que a marcação das eleições autárquicas “é uma competência do Governo” e defendeu que as recentes eleições presidenciais, de 24 de janeiro, em plena epidemia de covid-19, “foram a melhor prova do compromisso democrático e do exercício do voto por parte dos portugueses”.

Na perspetiva do “número dois” da direção socialista, o presidente do PSD, com a sua proposta de adiar de setembro/outubro para novembro/dezembro as eleições autárquicas, “ilustra que está mais preocupado em encontrar solução para as dificuldades internas no seu partido do que propriamente com o decurso regular dos atos eleitorais”.

Durante a conferência de imprensa, José Luís Carneiro avançou com vários argumentos para defender a manutenção das eleições autárquicas no período entre setembro e outubro, desde a importância de as autarquias não estarem em gestão corrente no último trimestre num momento de recuperação económica do país, até ao facto de ser importante não misturar este ato eleitoral com o debate do Orçamento do Estado para 2022.

“Os mandatos autárquicos terminam em outubro, o que significa que um eventual adiamento do processo eleitoral remeteria as autarquias para gestão corrente. Ora, as autarquias são essenciais para a recuperação económica e social do país e para o próprio combate à pandemia. Têm de estar na plenitude das suas funções”, afirmou o secretário-geral adjunto do PS.

José Luís Carneiro considerou ainda que remeter as eleições autárquicas para novembro ou dezembro “significa adiá-las para um momento em que se prevê votar o Orçamento do Estado para 2022”.

“Ou seja, em nada contribuirá para a clareza democrática, criando, pelo contrário, maior complexidade na aprovação de um dos instrumentos essenciais à governação do país”, disse.

José Luís Carneiro também recusou o argumento de Rui Rio sobre as dificuldades de uma campanha eleitoral em setembro, numa altura em que ainda se preveem dificuldades no contacto com os eleitores por causa da covid-19.

“Como é que será difícil contactar com os eleitores em setembro e outubro e será mais fácil contactá-los em novembro ou dezembro? Não compreendo como é que esse argumento possa ser considerado válido. O doutor Rui Rio não pode pretender solucionar dificuldades internas com iniciativas políticas desta natureza”, insistiu o secretário-geral adjunto dos socialistas.

Confrontado com a ideia do PAN para que as eleições autárquicas se realizem em dois dias – um sábado e um domingo -, José Luís Carneiro, sem comentar qualquer proposta em concreto, referiu haver abertura para analisar melhorias a introduzir no processo eleitoral.

“Vamos aguardar pelas propostas e pelas iniciativas que os diferentes partidos apresentem no parlamento, mas seria bom evitar alterar aquilo que deve ser o essencial da nossa atenção: O controlo da pandemia e a garantia de que somos capazes de criar as condições para a recuperação económica e social”, acrescentou.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ninguém sabe do paradeiro dos Evangelhos Garima, um dos maiores tesouros do mundo cristão

Depois de terem sobrevivido a 1.500 anos de história num mosteiro remoto, os Evangelhos Garima enfrentam agora a sua ameaça mais grave. Um dos maiores tesouros do mundo cristão, guardado durante mais de 1.500 anos no …

"Estou preocupado". Ex-piloto da Marinha dos EUA diz que via OVNIs "todos os dias"

Um antigo piloto da Marinha dos Estados Unidos diz que, durante anos, viu Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) "todos os dias". Depois de anos a ignorar a questão, uma task force do Pentágono prepara-se para revelar …

Peru está a investigar se a lixívia pode curar a covid-19

O congresso do Peru votou para investigar se beber ou injetar uma lixívia industrial poderia curar a covid-19. A moção foi aprovada com 49 votos a favor e 39 votos contra. Está a ser criado um …

Há vestígios de ouro nesta imagem de satélite

As operações de mineração num dos maiores depósitos de ouro da Rússia, em Aldan, incluem um método que deixa rastos na paisagem. E são visíveis do Espaço. A imagem de satélite, tirada em setembro de 2019, …

Dezenas de corpos de vítimas de covid-19 encontrados nas margens do rio Ganges

Ciclone Tauktae faz pelo menos 33 mortos na Índia (e paralisa vacinação contra covid-19)

Pelo menos 33 pessoas morreram e quase cem estão desaparecidas na Índia, devido ao impacto do ciclone Tauktae, esta terça-feira. O país também registou o maior número de mortes diárias provocadas pela covid-19. Centenas de milhares …

Cientistas criam dispositivos de testagem que produzem resultados em tempo recorde

Cientistas criaram dispositivos que permitem detetar infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 num segundo ou em menos de 30 minutos, conforme a técnica usada, revelam dois estudos distintos divulgados esta terça-feira na imprensa da especialidade. Investigadores das …

CP está a vender bilhetes com 80% de desconto

A CP tem uma nova campanha, que entra em vigor esta terça-feira, através da qual disponibiliza cerca de 17.920 viagens com descontos até 80% nos comboios intercidades. De acordo com o jornal Público, os bilhetes abrangidos …

Mais de 40 pessoas, quase todas crianças, no hospital de Beja com vómitos

Um total de 35 crianças e seis adultos oriundos de diversas escolas do concelho de Beja deram esta terça-feira entrada no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana. A notícia foi avançada por fonte hospitalar, que …

Novo Banco. "Não era um banco bom, foi preciso fazer dele um bom banco", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou esta terça-feira que o Novo Banco “não era um banco bom” e “foi preciso fazer dele um bom banco”, recordando o “legado do BES” que marca …

Ensino superior com vagas especiais para lusodescendentes

O Governo alargou o contingente especial de acesso ao ensino superior dirigido a emigrantes e seus familiares permitindo que, no próximo ano letivo, se possam candidatar todos os lusodescendentes, de nacionalidade portuguesa e residentes no …