PS quer baixar IRS para senhorios que arrendem entre 5 e 10 anos

O PS e o BE avançaram nesta terça-feira com propostas de alteração a dois diplomas do Governo sobre incentivos fiscais para o arrendamento de longa duração e para o Programa de Arrendamento Acessível, no âmbito do pacote legislativo sobre habitação.

No âmbito do prazo para apresentação de propostas relativamente às iniciativas legislativas sobre fiscalidade no arrendamento, que terminou nesta terça-feira, o grupo parlamentar do PS propôs alterações ao diploma do Governo que estabelece taxas autónomas diferenciadas de IRS (Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Singulares) para rendimentos prediais nos contratos de arrendamento habitacionais de longa duração.

Assim, os socialistas sugerem uma nova taxa autónoma de IRS de “25% para contratos ou renovações contratuais com prazo igual ou superior a cinco e inferior a dez anos, cujo valor da renda anual não exceda 4% do valor patrimonial tributário do imóvel”, de acordo com a proposta enviada à comissão parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, a que a Lusa teve acesso.

Esta nova taxa autónoma de IRS acresce às duas estabelecidas na proposta de lei do Governo, nomeadamente 14% para contratos ou renovações contratuais com prazo igual ou superior a dez e inferior a 20 anos e 10% para contratos ou renovações contratuais com prazo igual ou superior a 20 anos.

Neste diploma, o Partido Socialista acrescenta novos elementos que são necessários na verificação dos requisitos para os proprietários de imóveis beneficiarem destes incentivos fiscais nos contratos de arrendamento habitacionais de longa duração.

como é o caso de “outros documentos comprovativos da existência da relação jurídica de arrendamento, bem como da sua duração e do valor da renda, nos casos de inexistência de contrato escrito”, e o “comprovativo da liquidação e pagamento do Imposto Municipal sobre Imóveis ou, quando aplicável, do direito à sua isenção”.

BE quer redefinir valor máximo das rendas acessíveis

Já a proposta de alteração apresentada pelo grupo parlamentar do BE refere-se ao diploma que “autoriza o Governo a aprovar um regime especial de tributação que preveja a isenção de tributação dos rendimentos prediais decorrentes de arrendamento ou subarrendamento habitacional no âmbito do Programa de Arrendamento Acessível”.

Neste sentido, os bloquistas defendem que o limite específico de preço de renda aplicável a uma habitação ou a uma parte de habitação corresponde a 60% do valor de referência do preço de renda dessa habitação ou dessa parte de habitação, quando a proposta do Governo era de 80%.

O grupo parlamentar do BE pretende, ainda, alterar os prazos mínimos de arrendamento de alojamentos no âmbito do Programa de Arrendamento Acessível, sugerindo que se aumente de três para “cinco anos, ao fim dos quais é renovável por prazos mínimos de dois anos salvo oposição do arrendatário”.

No âmbito desta proposta de lei do Governo, o BE propõe a possibilidade de um apoio relativamente à taxa de esforço, em que determinam que, no caso do titular da candidatura ao Programa de Arrendamento Acessível não cumprir os critérios da taxa de esforço, que está definida entre 10% e 35% do rendimento médio mensal (RMM) do agregado habitacional, “por motivos de insuficiência económica e não se encontrar incluído em nenhum programa abrangido pelo regime de renda apoiada, é atribuído um apoio ao referido titular correspondente à diferença entre o valor da renda e o limite de um valor de renda que cumpra os critérios da taxa esforço”.

Estes diplomas integram o pacote legislativo sobre habitação, que dispõe de 30 iniciativas, das quais oito são propostas de lei do Governo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mais um embuste do PS. Nao existem rendas em que o valor da renda seja apenas 4% do valor do imovel. Imaginemos uma casa que esteja avaliada em 100 mil euros se a renda for 400 euros mês, a renda será 4.8% do imóvel e pagará taxa em sede IRS de 28% na mesma.
    Além disso as casas neste momento estao valorizadas, é normal valerem mais que o valor patrimonial registado. Além disso de 28% para 25%, mesmo que fosse aplicado é nada.
    Medida que é um total embuste

    • Totalmente de acordo. Isto é uma treta para enganar meninos que não sabem o que isto é.
      Além de que os incentivos para contratos a 5 anos ou mais, são muito fraquinhos para quem se predispõe a arriscar ter uns bandidos duns inquilinos que depois não consegue despejar caso lhe comecem a dar cabo da casa ou a aterrorizar os vizinhos (acreditem, há de tudo). Eu prefiro continuar a arrendar a 1 ou 2 anos, se o inquilino é gente de bem e não há chatices, então até pode ficar lá 10 ou 15 anos ou o tempo que quiser!

RESPONDER

Especialistas preveem mais birras e frustrações nas crianças durante o novo confinamento

A falta das brincadeiras e da socialização, aliadas a um aumento da exposição aos ecrãs, podem originar mais birras, desentendimentos e frustrações das crianças e jovens que regressam a casa para um novo confinamento, asseguram …

Musk oferece prémio de 100 milhões por tecnologia para capturar carbono

Elon Musk lançou um novo desafio: O CEO da Tesla e da SpaceX vai oferecer um prémio de 100 milhões de dólares a quem projetar uma tecnologia eficaz de captura de carbono. Elon Musk sabe que, …

PSP multou 406 pessoas (e deteve 16) este fim de semana

A PSP deteve, durante o passado fim de semana, 16 pessoas e multou 406 por incumprimento do dever geral de recolhimento, num total de 621 operações de fiscalização. Dos detidos, “dez foram por desobediência ao …

SpaceX envia recorde de 143 satélites e cinzas humanas num único foguete

A SpaceX enviou no domingo um recorde de 143 satélites num único foguete, como parte do novo programa de carga partilhada entre empresas a um custo mais baixo, entre elas a funerária Celestis, que mandou …

Viagens de residentes caíram 84,8% para fora e 18,5% em Portugal no 3.º trimestre de 2020

As viagens turísticas de residentes em Portugal diminuíram 84,8% com destino ao estrangeiro e 18,5% em território nacional, no terceiro trimestre de 2020, em termos homólogos, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). Segundo as …

Santander encerrou 60 balcões em 2020 e prevê fechar mais 30 até março

O Santander encerrou 60 balcões em 2020 e estima fechar mais cerca de 30 este trimestre, numa adaptação ao modelo de negócio que diz obrigatória para sobreviver. A Comissão Executiva do Santander, que assina a carta enviada …

Instituto Pasteur interrompe desenvolvimento de vacina

O Instituto Pasteur anunciou esta segunda-feira ter parado o desenvolvimento do seu principal projeto de vacina contra a covid-19, porque os primeiros ensaios demonstraram ser menos eficaz do que se esperava. Um outro agente francês, o …

Maduro anuncia "gotas milagrosas" 100% eficazes contra a covid-19

Este domingo, o Presidente venezuelano Nicolás Maduro apresentou um suposto medicamento desenvolvido no país que descreveu como "gotas milagrosas", 100% eficazes contra a covid-19. O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, apresentou este domingo umas gotas que …

Associação de Juízes pede urgência na aprovação de lei sobre suspensão de prazos processuais

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) pediu esta segunda-feira ao Governo e ao parlamento a "maior urgência" na aprovação da proposta de lei que determina a suspensão dos prazos nos processos judiciais não urgentes. Segundo …

Marisa Matias e João Ferreira ficam sem subvenção pública

As candidaturas de João Ferreira e Marisa Matias não vão receber a subvenção pública para financiar as suas campanhas eleitorais, uma vez que ficaram abaixo dos 5%, a fasquia imposta pela lei para ter acesso …