Há professores a dar aulas sem receber nas Universidades Públicas (e o ministro diz que é positivo)

José Sena Goulão / Lusa

O ministro da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Manuel Heitor

Cerca de 400 professores deram aulas no Ensino Superior público sem receber salário em 2018, dos quais 376 em situação alegadamente “ilegal”. A situação motivou uma queixa do Sindicato Nacional do Ensino Superior, mas que foi arquivada pela Inspecção-Geral da Educação e Ciência, com o aval do ministro da tutela que não vê “ilegalidades” no caso e até salienta que é positivo para as Universidades.

O Sindicato Nacional do Ensino Superior (Snesup) queixou-se da existência de “alegadas ilegalidades” nos contratos de vários docentes que deram aulas nas universidades e politécnicos públicos sem receber salários.

Em 2018/2019, houve 400 docentes a exercerem a profissão nestas condições, sendo que 376 deles não cumpririam as condições para serem considerados “casos especiais de contratação”, onde a Lei admite que se seja professor no Ensino Superior público sem receber salário.

Estes dados são avançados pelo Público que lembra que os docentes podem exercer sem serem pagos por isso quando “já estão aposentados ou quando dão aulas ao abrigo de protocolos com outras instituições“.

A situação motivou uma queixa do Snesup que foi, contudo, arquivada pela Inspecção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) que não detectou quaisquer “ilegalidades” e até sublinha que este tipo de casos não contribuem “para o agravamento da precariedade laboral no Ensino Superior”, como cita o Público.

“A contratação de docentes convidados sem remuneração, tanto quanto se pode constatar, para além de não contribuir para o agravamento da precariedade laboral no Ensino Superior, tem possibilitado, com a consagração legal deste instrumento pro bono de inter-relação das instituições do Ensino Superior com a sociedade em geral, a continuidade e o surgimento de relevantes contributos prestados por individualidades, internas ou externas à academia, de reconhecida competência científica, pedagógica e ou profissional”, constata a IGEC na decisão datada de Agosto que foi homologada pelo ministro da Educação, Manuel Heitor.

Para o presidente do Snesup, Gonçalo Velho, a decisão da IGEC e a sua aceitação por parte do ministro “comporta gravíssimas consequências para a desvalorização da qualificação avançada, destruindo o trabalho que foi realizado nos últimos anos para reduzir este fenómeno”, conforme declarações ao Público.

O Snesup alerta que o aumento do número de docentes não remunerados no Ensino Superior público vem sendo acompanhado de um aumento na contratação de professores convidados. Em 2018, estes professores convidados representariam 42% de todo o corpo docente, enquanto que em 2012, esse número se fixava nos 30%.

  ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Docentes convidados voluntários. Em Medicina havia este regímen já há mais de 20 anos. Fui docente convidado em tempo parcial de 40%, acumulando com carreira hospitalar durante alguns anos. Depois a Faculdade começou a ter problemas de orçamento e aceitei, com todo o prazer e realização pessoal, o convite para ser docente convidado voluntário, com acordo entre a Faculdade e o Hospital Universitário a cujo quadro permanente pertencia, para que o horário letivo fosse durante o meu horário hospitalar (na altura 42 horas semanais e dedicação exclusiva).

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …