Procuradores impedidos de ouvir Marcelo e Costa sobre Tancos

Clara Azevedo / Portugal.gov.pt

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa

Os procuradores do caso de Tancos foram impedidos de interrogar o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, contrariando um comunicado da Procuradoria-geral da República que dava conta que as audições tinham sido ponderadas mas acabaram por cair.

“Devem os magistrados abster-se de ouvir Suas Exas. os Srs. Presidente da República e Primeiro-Ministro e formular as perguntas acima referidas”, pode ler-se num despacho secreto assinado por Albano Pinto, diretor do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), a que a Sábado teve acesso e divulgou esta quinta-feira.

Segundo o Expresso, o documento que ficou fora do processo contraria a versão há uns dias divulgada através de comunicado pela Procuradoria-geral da República, que dava conta que as audições tinham sido ponderadas mas acabaram por cair, pois os magistrados consideraram que as inquirições “não revestiam relevância” para as finalidades do inquérito nem eram “imprescindíveis” para o apuramento dos crimes investigados.

No entanto, revelou agora a Sábado, os procuradores já tinham as perguntas preparadas para ambos assim como outras 48 questões preparadas para fazer a Joana Marques Vidal (ex-Procuradora-Geral da República), ao ex-chefe de Estado Maior do Exército, Rovisco Duarte, e ao ex-chefe da Casa Militar, João Cordeiro, que foram barradas. A decisão de Albano Pinto terá tido também o apoio da procuradora-geral da República, Lucília Gago.

Os procuradores queriam perceber se Marcelo Revelo de Sousa ou António Costa tinham tido qualquer conhecimento sobre o enredo e encenação do desaparecimento e aparecimento das armas de Tancos. No documento com cerca de 30 páginas, intitulado como “intervenção hierárquica”, a decisão de impedir as audições é justificada com o facto de estarem em causa cargos de “elevada dignidade”.

O caso de Tancos tem 23 acusados, entre eles o ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes. Foi também extraída uma certidão ao ex-chefe da casa Militar de Marcelo Rebelo de Sousa, João Cordeiro, por falsidade de testemunho. Mas o militar não foi constituído arguido.

De acordo com o Observador, Albano Pinto alegou no seu despacho que a competência para inquirir o Presidente da República e o primeiro-ministro pertence ao serviços do Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça.

Paulo Novais / Lusa

Militares à entrada dos Paióis Nacionais do Polígono Militar de Tancos

Perante a lei, quer o Chefe de Estado, quer o líder do Executivo têm direito a foro especial e, caso sejam suspeitos de alegadas práticas criminais no exercício das suas funções, apenas podem ser investigados no âmbito do Supremo Tribunal de Justiça.

As razões dos procuradores e a informação da PJ

Perante as provas recolhidas, os procuradores Vítor Magalhães, Cláudia Porto e João Valente queriam perceber se António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa desconheciam a investigação paralela e ilegal da Polícia Judiciária Militar (PJM) ao assalto a Tancos e as negociações ilícitas que se verificaram entre o líder dos assaltantes (João Paulino) e os responsáveis da PJM e da GNR de Loulé para a entrega da maior parte das armas.

Os procuradores partiram para essas audições depois de terem constituído Azeredo Lopes como arguido, no dia 05 de julho, mas sempre quiseram ouvir António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa como testemunhas – visto que não existem nos autos indícios que indiquem qualquer conhecimento das manobras ilegais da PJM por parte do Presidente e do líder do Governo.

A intenção era simples: tendo em conta o envolvimento do ex-ministro da Defesa Nacional (acusado de quatro crimes no final do inquérito) e do chefe da Casa Militar do Presidente da República (encarado como suspeito, mas que não foi acusado por falta de provas), os procuradores queriam completar a recolha de informação e confirmar o desconhecimento do Chefe de Estado e do primeiro-ministro sobre a matéria.

Segundo a Sábado, Albano Pinto terá sido avisado por Luís Neves, diretor nacional da PJ, de que os seus procuradores preparavam-se para inquirir Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa. Ou seja, terá sido o próprio Albano Pinto a intervir no inquérito para travar os testemunhos do Presidente e do primeiro-ministro.

Os três procuradores terão exigido que Albano Pinto colocasse a sua ordem por escrito, o que levou o diretor do DCIAP a elaborar o despacho de 30 páginas. Nem esse documento, nem o despacho que os três procuradores terão também elaborado, fazem parte dos autos do caso Tancos porque assim terá sido acordado entre todos os magistrados envolvidos.

A Sábado noticiou ainda que Manuela Santos, diretora da Unidade Nacional Contra Terrorismo, entendia que o ex-ministro Azeredo Lopes não deveria ser acusado no final do inquérito porque apenas teria sido negligente.

ZAP // //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. “Cargos de elevada dignidade”
    Então por isso vão fazendo o que bem querem, controlam a (in)justiça, a comunicação social e sabe se lá mais o quê e ainda anda a população toda contente com estes dois.
    Esta democracia é um espetáculo, sim senhor, o outro é que era ditador.
    Estavam era todos presos se ele cá estivesse.

    • O Sócrates também ocupou um cargo de elevada dignidade. E se o tinham prendido antes provavelmente o país não teria ficado com uma mão à frente e outra atrás. Mas como o cargo era de elevada dignidade só se prende no fim.

    • Embora julgue que o nosso Presidente da República não tenha tido conhecimento da encenação do desaparecimento e aparecimentos das armas roubadas em Tancos, mesmo assim estou de acordo com a opinião do Ricardo. Eu só acrescento à opinião do Ricardo de que quem não deve, não teme e como ambos os políticos referem que não sabiam de nada, então porque é que não podem ir a julgamento. Se o poder judicial for competente, caso o que estes dois políticos referem ser verdadeiro, o Sr. Dr. Juiz estou certo que os ilibava.
      Mas que democracia é esta que dizem que temos?!

      • Não sei se não sabia, o nosso primeiro ministro também era o braço direito do Sócrates e supostamente não sabia de nada.
        Das duas uma ou é mentiroso com culpa no cartório ou um incompetente que só lá estava a receber o ordenado.
        Ou será as duas coisas?

  2. Onde é que eu já vi estes golpes direitistas em véspera de eleições? A contra-informação é lixada. Para a direita tudo vale em véspera de eleições, menos apresentar um programa que beneficie o país e não apenas os clientes do psd.

    • golpe deu a esquerda que se apoderou do poder depois de perder as eleições não respeitando a vontade do povo.
      Mas isso não importa para os grandes defensores da democracia.
      Mas vá lá, antes assim de que com os seus métodos antigos em que os aviões caiam.

  3. Como é possível?? Estão os chefes de Estado e Governo estão acima da Lei? Dizem que altos dignitários só podem ser investigados pelo Supremo Tribunal. Então porque não recorrem os Procuradores a tal Tribunal? Se eu estivesse num posto desses e houvesse a mais pequena suspeita seria eu pessoalmente a apresentar-me para depor. É, na realidade, uma vergonha.
    Fausto

  4. O argumento de “elevada dignidade” deve ser entendido em acção inversa. É justamente pelo facto destes senhores ocuparem cargos de elevada dignidade que devem responder perante a justiça. Os portugueses têm o direito de saber, (porque lhes pagam os salários), se de facto a dignidade destes senhores está em conformidade com a dignidade exigida pelos cargos que ocupam, independente de terem (ou não ) sido eleitos.

  5. Ainda diz a Constituição que todos os portugueses são iguais perante a lei fundamental? que sofisma! Vê-se na prática!

RESPONDER

Cientistas estudam a presença de água líquida em exoluas de planetas "fugitivos"

Astrofísicos calcularam que tais sistemas poderiam abrigar água suficiente para tornar a vida possível - e sustentá-la. A água - no estado líquido - é o elixir da vida. Tornou a vida possível na Terra e …

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …