Procuradora-geral da República coordenava equipa que autorizou adoções da IURD

presidencia.pt

Tomada de posse da Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal

A Igreja Universal do Reino de Deus está a ser investigada por um esquema em que pelo menos dez crianças portuguesas foram ilegalmente retiradas aos pais e levadas para fora do país por pastores daquela igreja.

Segundo o Expresso, no momento em que as adoções da IURD foram autorizadas, a atual procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, coordenava a equipa de magistrados do Ministério Público no Tribunal de Menores de Lisboa.

A PGR garantiu, através de um comunicado, que “nada deixará de ser investigado, o que permitirá apurar todos os factos e eventuais responsabilidades”.

Entre 1994 e 2002, Joana Marques Vidal “exerceu funções no Tribunal de Família e de Menores de Lisboa”, tendo assumido em parte desse período “a coordenação dos magistrados do Ministério Público”, desconhecendo-se, no entanto, o grau de responsabilidade e de intervenção direta da procuradora no processo.

Na nota, a Procuradoria-Geral da República lembrou que “o eventual encaminhamento irregular para adoção de crianças acolhidas num lar da Igreja Universal do Reino de Deus deu origem a um inquérito-crime“, investigação que, diz o Ministério Público, “tem por objeto exatamente a atuação funcional do Ministério Público em todas as suas vertentes, tendo em vista examinar os procedimentos então adotados e analisar todas as intervenções desenvolvidas nos respetivos processos”.

De acordo com a série de reportagens que a TVI emitiu, Edir Macedo, o brasileiro que lidera a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), terá montado uma rede de adoção ilegal, a partir da qual roubava crianças de um lar que o movimento religioso mantinha em Lisboa durante os anos 1990.

As crianças eram levadas para o Brasil, onde eram adotadas de forma ilegal, e os netos de Edir Macedo terão sido adotados dessa forma.

A série informativa “O Segredo dos Deuses” revelou que vários menores portugueses, que eram entregues pelas famílias devido às dificuldades financeiras por que passavam, alimentaram a rede internacional liderada pelos dirigentes do culto.

O Lar Universal integrava a obra a social da IURD e esteve em funcionamento durante a década de 1990 em Lisboa. As crianças eram entregues àquele lar “à margem dos tribunais”. Depois desapareciam e “acabavam no estrangeiro, adotadas de forma irregular, por Bispos e Pastores da igreja“.

A rede também enviou crianças para adopção para outros bispos e pastores daquele movimento. Além de homem-forte da IURD, Macedo é também proprietário da TV Record e dono de uma fortuna avaliada pela revista Forbes em mais de mil milhões de dólares (cerca de 850 milhões de euros).

A reportagem da TVI identifica ainda várias famílias portuguesas a quem os filhos terão sido “roubados”. O principal destino das crianças, além do Brasil, seria os EUA, onde o culto se instalou em finais dos anos 1980 e onde reside atualmente Edir Macedo.

A série informativa, assinada pelas jornalistas Alexandra Borges e Judite França, revela que um “importante membro” desta rede chegou a “roubar um recém-nascido à mãe na maternidade” e registá-lo diretamente, como seu filho biológico, lê-se num comunicado emitido por aquele canal de televisão.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. A ser verdade, é asquerosa a maneira como “adoptam”as crianças, o ter muito dinheiro não deverá ser garantia para adopção!

  2. Brevemente vou pensar em inventar uma religião a ver se consigo uns milhares de crentes com alguma massa à minha volta e já agora pedir ao Estado umas quantas isenções e se possível ajudas!.

  3. Já estão a tentar fazer a cama à procuradora. Como não é cega (ao contrário de todos os anteriores) e persegue os criminosos sejam eles quem forem, já estão a tentar despachá-la. No final deste ano vai ocorrer a (re)nomeação do procurador. Algo me diz que o bandalho do PM não vai escolher esta senhora. De resto, os amigos do nosso PM são todos muito estranhos. O 44 é o que sabemos. O de Lisboa é conhecido pelo Teixeira Duarte. O da Proteção Civil encaixava largo nos bombeiros. Diz-me com quem andas…

  4. O que fizeram com as crianças e suas famílias foi atroz, desumano. Isto é escravidão. Como se comprova em pleno seculo XX e XXI ainda existe escravidão e não cor nem género, o ser humano de racional nada tem e cada vez tem menos. Estamos a voltar á Idade da Pedra??

  5. Bolas! e são estas pessoas que tratam da “justiça” deste país. Será que também receberam €€€ por estas adoções (tráfico). Porra! estamos tão mal servidos de justiça e de políticos neste país… não me posso adiantar muito porque já tenho um processo às “costas” por contestar um arquivamento, movido por esta PGR, mas Não Adoto o Silêncio!

  6. Bolas! estamos mesmo mal de “justiça” neste país. E são estas pessoas que representam a defesa dos cidadãos e que investigam a corrupção… e será que arrecadaram €€€ com estas adoções (tráfico). Não me posso “esticar” muito, porque já tenho um processo às costas, só porque contestei um arquivamento. Mas chamar palhaço ao PR pode-se chamar desde que se seja comentador, etc.
    Mas digo: NÃO ADOTO O SILÊNCIO!

RESPONDER

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …

Disney vai colocar em lay-off mais de 30.000 trabalhadores em 2021

A gigante norte-americana Walt Disney Company anunciou esta semana que vai colocar em regime de lay-off 32.000 trabalhadores no primeiro semestre de 2021 devido às quebras financeiras causadas por causada da pandemia de covid-19. A …

Ventura responde a Rodrigues dos Santos (e os ânimos à direita tornam-se cada vez mais ácidos)

Depois de Francisco Rodrigues dos Santos ter afirmado, em entrevista ao Sol, que o CDS "não fará alianças políticas com o partido Chega", André Ventura reagiu em tom irónico: "Como é que o Chega conseguirá …