Caso Marielle: Porteiro “mentiu”. Procuradora diz que Bolsonaro é vítima de acusações caluniosas

A procuradora do Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro Simone Sibilio afirmou esta terça-feira que o porteiro que citou o Presidente do Brasil no seu depoimento acerca do assassinato da ativista e vereadora Marielle Franco, “mentiu”.

Simone Sibilio, uma das responsáveis pela investigação, explicou, em conferência de imprensa, que a verificação do testemunho em que o nome do chefe de estado foi citado, juntamente com outras provas, permitiu concluir que a declaração era falsa, acrescentando que o porteiro, que trabalha no condomínio onde Bolsonaro e um dos suspeitos de matar Marielle possuem casa, pode ser processado por falso testemunho e obstrução à justiça.

(O porteiro) mentiu. Pode ter sido por vários motivos. E esses motivos serão apurados”, frisou Sibilio. A procuradora disse ainda que o Presidente brasileiro não é investigado e que é vítima de acusações caluniosas.

O canal de televisão Globo, que teve acesso à investigação, relatou na terça-feira que um porteiro do condomínio em que Bolsonaro tem a sua residência particular declarou aos investigadores que os alegados assassinos de Marielle Franco estiveram pouco tempo antes do crime naquele complexo residencial.

O porteiro, citado pela reportagem da Globo, disse que o suspeito, o ex-polícia Élcio Queiroz, já formalmente acusado de ter sido um dos autores materiais do crime, afirmou à entrada que queria visitar Jair Bolsonaro, então deputado federal.

Segundo a mesma fonte, alguém de casa de Bolsonaro autorizou a entrada, mas Queiroz acabou por dirigir-se à residência de Ronnie Lessa, um outro ex-polícia acusado de balear Marielle Franco horas depois, naquele mesmo dia, e que vive no mesmo condomínio que Bolsonaro. A estação televisiva Globo assegurou que, no seu testemunho à Polícia, o porteiro informou que a autorização de entrada no condomínio havia sido concedida, via intercomunicador, por Jair Bolsonaro.

Contudo, de acordo com o registo da Câmara dos Deputados brasileira, Bolsonaro estava em Brasília nesse dia. Simone Sibilio disse que os investigadores analisaram o livro de registos da entrada na urbanização, assim como as gravações do intercomunicador, e verificaram que a entrada de Queiroz foi autorizada por Lessa, e não por alguém que estava no interior da casa de Bolsonaro.

“O facto é que as evidências provam que quem autorizou (a entrada no conjunto habitacional) foi Ronnie Lessa”, frisou a procuradora. “Todas as pessoas que prestam falso testemunho podem ser processadas”, acrescentou.

No entanto, a divulgação do depoimento do porteiro gerou uma reação indignada por parte de Bolsonaro, que publicou um vídeo de 23 minutos nas suas redes sociais, no qual descreveu a Globo como “canalha”, declarando ainda que foi vítima de uma conspiração política. Bolsonaro também acusou o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, seu ex-aliado, de fornecer informações à Globo sobre um assunto que está em segredo de justiça, acusações essas que o político negou.

O ministro da Justiça do Brasil, Sergio Moro, lembrou que esta não é a primeira vez que surge um falso testemunho na investigação do assassinato de Marielle Franco, na tentativa de desviar a atenção dos investigadores.

O assassínio de Marielle, ocorrido em março de 2018, gerou uma grande comoção no Brasil, devido ao facto de a vereadora, negra, homossexual e de uma favela, se ter notabilizado pelo seu enérgico trabalho como defensora dos direitos humanos, e pelas suas denúncias contra a violência policial no Rio de Janeiro.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Longe de quer defender o Bolsonaro, mas parece que ele realmente nada tem ver com este episódio, até porque nem sequer estava em casa na altura!

  2. a justiça lá (descendente da de cá) como cá constrói e destrói casos a seu bel-prazer, condena sem factos antes do tempo, altera factos, chega mesmo a condenar juízes que ousem julgar com verdade.

    • Andas todo baralhadinho!…
      A Justiça não construiu/destruiu, não alterou nem condenou ninguém!!
      Se lesses a notícia (e raciocinasses uns segundos antes de comentar), poupavas-nos aos teus dispatates básicos!…

  3. Tá na hora de mudar a lei, de modo a agilizar a detenção dos responsáveis e colaboradores neste tipo de crimes de difamação e atentados contra a dignidade humana e institucional e ainda mais quando envolve a segurança nacional, seus simbolos e representantes!
    Atentar contra a mais alta figura da nação legitimamente eleita por expressiva maioria dos cidadãos por diversas formas configura tentativa de golpe contra a ordem e o estado democrático e é crime de desrespeito e de traição aos valores mais sagrados da nossa democracia!
    A irresponsabilidade, a violencia, a desordem, a miséria e os altos niveis de banditismo são o reflexo de uma sociedade onde se permitem atropelos criminosos á lei e à ordem sem condenações efectivas que causa a impossibilidade de progresso, de gerar recursos suficiebnes e de os distribuir de forma justa e ordenada!
    Temos sobejos exemplos de sociedades onde os bagunceiros subiram ao poder e foram destruindo tudo o que se achava estar garantido, e hoje a miséria está instalada !

RESPONDER

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden continua à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …

"Estranho, muito estranho". Ana Gomes comenta morte do marido de Isabel dos Santos e é criticada

O empresário congolês Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu no Dubai, durante a prática de mergulho. Uma morte prematura aos 48 anos que leva Ana Gomes a comentar o assunto como "estranho", "muito …

Conselho Europeu. Vacinas distribuídas de forma justa e fronteiras não vão fechar

O presidente do Conselho Europeu garantiu, esta quinta-feira, no final de uma videoconferência entre os líderes da União Europeia, que os 27 estão "unidos" para enfrentar a "luta difícil" contra a segunda vaga da covid-19. "A …

Teletrabalho sim, confinamento não. O que vai sair do Conselho de Ministros de sábado

O Conselho de Ministro reúne no próximo sábado para discutir novas medidas para conter a propagação do novo coronavírus e em cima da mesa está o regresso ao teletrabalho e medidas de restrição à circulação. A …

Conselho de Disciplina instaura dois processos disciplinares a Varandas

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) instaurou, esta quinta-feira, dois processos disciplinares ao presidente do Sporting, na sequência das declarações proferidas sobre o seu homólogo do FC Porto e das …

Há infetados que escondem a doença com medo de perder o salário

O médico António Pais Lacerda, diretor do serviço de Medicina Interna II do Hospital Santa Maria, em Lisboa, alerta que o medo de perder salário ou emprego leva pessoas infetadas com o novo coronavírus …

Tottenham perde frente ao Antuérpia. Mourinho "rasga" equipa: "Queria fazer 11 substituições ao intervalo"

O Tottenham perdeu esta quinta-feira frente ao Antuérpia, na segunda jornada da Liga Europa de futebol, levando o treinador português José Mourinho a criticar a sua equipa. "Queria fazer 11 substituições ao intervalo", admitiu. No …

PCP sobe fasquia no OE2021. Quer mais um escalão de IRS

O PCP quer que o Orçamento do Estado para 2021 contemple a criação de um novo escalão de IRS, segundo uma das dezenas propostas de alteração ao documento que os comunistas fizeram chegar ao Parlamento. Em …