Procurador-geral admite que suicídio de Epstein foi resultado de vários erros

O procurador-geral dos EUA disse, esta sexta-feira, que a morte de Jeffrey Epstein, que se suicidou atrás das grades, foi o resultado de “uma tempestade perfeita de asneiras”.

Em entrevista à Associated Press, William Barr confessou que teve dúvidas iniciais sobre as reais condições da morte do empresário financeiro, que foi acusado de contratar mulheres e meninas menores para prestar serviços sexuais num círculo social de elite e que apareceu morto na sua cela, a 10 de agosto deste ano.

O procurador-geral explicou que as dúvidas se prenderam com as inúmeras irregularidades que detetou na prisão de Manhattan, um dos estabelecimentos prisionais mais seguros dos Estados Unidos, onde Epstein esteve detido entre 6 de julho e 10 de agosto, depois de ter sido condenado por dois crimes de abuso sexual.

William Barr disse agora que se sente esclarecido, depois de uma investigação do FBI e do inspetor-geral do Departamento de Justiça, que revelou a existência de um conjunto de erros cometidos pelos serviços prisionais, que permitiram a Epstein suicidar-se na cela.

“Eu entendo as pessoas que, de imediato, pensaram no pior cenário, porque se tratou de uma tempestade perfeita de asneiras“, disse Barr, durante um voo entre Washington e o Estado de Montana.

O comentário de Barr acontece dias depois de dois agentes penitenciários, responsáveis pela guarda do empresário quando morreu, terem sido acusados de falsificar os registos da prisão.

Tova Noel e Michael Thomas são acusados de terem adormecido e de estarem distraídos a navegar na Internet, quando estavam de serviço de guarda à cela de Epstein.

O empresário suicidou-se enquanto aguardava julgamento por dois crimes de abuso sexual de meninas de 14 anos e de mulheres, de Nova Iorque e da Florida, no início dos anos 2000.

As investigações entretanto conduzidas concluíram que o suicídio do empresário poderia ter sido evitado, se não fosse o descuido dos guardas prisionais.

Epstein já tinha sido colocado em vigilância apertada, depois de ter sido encontrado no chão da cela, em 23 de julho, com hematomas no pescoço, sinal de tentativa de suicídio, e os investigadores do caso concluíram que essa observação intensificada falhou no dia da sua morte.

Os advogados dos agentes do estabelecimento prisional já responderam dizendo que os seus clientes estão a ser usados como “bodes expiatórios” das falhas nos sistemas de segurança da prisão de Manhattan.

“Penso que era importante que Epstein tivesse tido um colega de quarto e estamos ainda a investigar por que isso não foi feito”, afirmou ainda William Barr, garantindo que as investigações sobre o suicídio do empresário vão continuar.

“Estamos a progredir e espero que haja conclusões finais muito em breve”, disse o procurador-geral dos EUA.

Há uns tempos, um médico legista contratado pela família do magnata afirmou que a sua morte terá sido sim um homicídio. “As três fraturas são extremamente incomuns em enforcamentos suicidas e podem ocorrer muito mais frequentemente em estrangulamentos homicidas”, disse Michael Baden.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Recurso de Rui Rangel foi distribuído sem sorteio. Procedimento é ilegal

O recurso que opunha o juiz Rui Rangel ao Correio da Manhã foi distribuído diretamente a Orlando Nascimento, atual presidente da Relação de Lisboa, sem que tivesse sido feito o sorteio eletrónico obrigatório por lei, …

"Não pôr o dedo no nariz". Livro medieval ensinava as regras de etiqueta às crianças do século XV

Um livro de boas maneiras do século XV, digitalizado recentemente pela Biblioteca Britânica, está cheio de regras de etiqueta que não são muito diferentes das de hoje. O manuscrito chama-se "The Lytille Childrenes Lytil Boke", as …

Abanca pagou menos de 250 milhões pelo EuroBic

O Abanca ofereceu menos de 250 milhões de euros por 95% do EuroBic, segundo avança o Jornal Económico, o que significa que o banco espanhol avaliou o EuroBic ligeiramente abaixo do múltiplo a que transaciona …

Alegado escritor-fantasma confessa que recebeu pagamentos de Sócrates

Domingos Farinho, alegado escritor-fantasma do livro de José Sócrates "A Confiança no Mundo", confessou que recebeu pagamentos do ex-primeiro-ministro através da RMF Consulting. No requerimento de abertura de instrução que apresentou em janeiro de 2020, o …

Os cavalos perdem quatro dedos no útero

Os cavalos têm apenas um dedo em cada pata, sendo os cascos o equivalente à falange dos nossos dedos médios. No entanto, os seus ancestrais tinham mais dedos em cada pata, variando entre três e …

"Década perdida". Novo Banco com prejuízos de 1.058,8 milhões em 2019

O presidente executivo do Novo Banco disse esta sexta-feira que os últimos dez anos foram uma "década perdida" para a empresa que começou por ser BES e passou em 2014 a Novo Banco, mas …

Estados Unidos assinam acordo de paz com os talibãs no Afeganistão

O presidente norte-americano, Donald Trump, pediu esta sexta-feira aos afegãos para "aproveitar a oportunidade de paz", ao abrigo do acordo de paz que os Estados Unidos vão assinar no sábado com os rebeldes talibãs. A …

Portugal poderá ter um milhão de infetados (e ser decretada quarentena obrigatória)

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, admite que poderá haver um milhão de portugueses infetados pelo Covid-19, 21.000 na semana mais crítica, assegurando que as autoridades de saúde estão a preparar-se para esta possibilidade. “Estamos a …

Descobertos na Sibéria vestígios do Evento de Tunguska, um dos maiores impactos na Terra

Um grupo de investigadores russos que investigam o fenómeno de Tunguska de 1908, o maior impacto terrestre registado na história moderna, descobriu camadas em sedimentos locais que podem conter substâncias de origem extraterrestre. A 30 de …

Exoplaneta gigante pode ter as condições ideais para abrigar vida

Uma equipa de cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, descobriu que o enorme exoplaneta K2-18b - tem duas vezes o tamanho da Terra - pode reunir as condições ideais para abrigar vida. Depois de …