Procurador-geral dos EUA vai testemunhar no Senado sobre interferência russa

Gage Skidmore / Flickr

O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions

O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions

O procurador-geral dos Estados Unidos, Jeff Sessions, vai comparecer na próxima terça-feira perante o Comité de Inteligência do Senado para responder ao testemunho do ex-diretor do FBI, James Comey, sobre a interferência russa nas eleições presidenciais americanas de 2016.

“À luz das informações que concernem ao recente testemunho de Comey perante o Seleto Comité de Inteligência do Senado, é importante que tenha uma oportunidade de abordar esse assunto no fórum apropriado”, anunciou neste sábado Jeff Sessions em comunicado.

O procurador já ia comparecer perante um subcomité do Senado na terça-feira, mas os legisladores democratas anteciparam que aproveitariam a ocasião para lhe perguntar sobre os seus contatos com o governo russo e sobre o seu papel na investigação da suposta interferência da Rússia.

“Previamente aceitei um convite para testemunhar em nome do Departamento de Justiça perante os subcomités de Dotações da Câmara e do Senado sobre o orçamento do Departamento para 2018”, explicou Sessions.

“Alguns membros expressaram publicamente a sua intenção de concentrarem as suas perguntas em assuntos relacionados com a investigação da interferência russa nas eleições de 2016, da qual eu me recusei”, acrescentou.

Sessions argumenta que o Comité de Inteligência do Senado é o sítio “mais apropriado” para “esse assunto, já que esteve numa investigação e tem acesso a informações relevantes e classificadas”. Por isso, indica, está satisfeito por “aceitar o convite para comparecer perante os membros desse comité a 13 de junho”.

O vice-procurador-geral dos EUA, Rod Rosenstein, vai substitui-lo no seu depoimento com os subcomités de Dotações de ambas câmaras.

Segundo a imprensa local, James Comey disse ao Comité de Inteligência do Senado numa sessão a portas fechadas que Sessions pode ter tido uma terceira reunião – até agora desconhecida – com o embaixador russo nos EUA, Sergei Kislyak.

Sessions defendeu-se na última quinta-feira do testemunho aberto de Comey e assegurou que se desligou da investigação russa “apenas” pela sua participação na campanha do agora presidente Donald Trump.

  // EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Por vezes tem que ser com estes actos/choque mais do que com palavras para dizer o que pensamos. A senhora acaba por ter razão e isto vai acabar mal. Esse tipo de gente nasce em progressão geométrica e nós os outros em progressão aritmética. O resultado está mais que certo.

RESPONDER

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …

Preço da luz no mercado regulado deverá subir 0,2% em 2022

O preço da eletricidade para os consumidores do mercado regulado deverá subir 0,2% no próximo ano face à média do ano em curso, segundo a proposta da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) hoje anunciada. “Para …

Governo recua e anuncia redução de imposto sobre combustíveis. Gasolina desce dois cêntimos e gasóleo um

Com a subida abrupta do preço dos combustíveis, o Governo anunciou esta sexta-feira à tarde que irá reduzir o ISP. Na prática, ao consumidor isto significa que o preço da gasolina vai baixar dois cêntimos …

Bolsonaro admite que chora sozinho na casa de banho

Num encontro organizado pela igreja evangélica Comunidade das Nações, em Brasília, na quinta-feira, o Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, admitiu que costuma chorar na casa de banho. “Quantas vezes eu choro na casa de banho, em …

Jogadores em greve no Brasil, presidente no Estádio da Luz

Crise financeira grave no Cruzeiro, jogadores não apareceram para treinar e o presidente estava em Portugal. O plantel do Cruzeiro não apareceu no treino marcado para a tarde desta quinta-feira. Na véspera, os jogadores já tinham …