Revelado problema técnico que poderá ter sido a causa do acidente do MH370

(cv)

Meses antes do desaparecimento do avião, a Administração Federal de Aviação incitou as transportadoras a verificarem os aviões do modelo Boeing 777, nomeadamente eventuais sinais de fissuras e corrosão que poderiam conduzir à rápida descompressão e perda de integridade estrutural do avião.

O MH370 da companhia aérea Malaysia Airlines desapareceu no dia 8 de março de 2014. A aeronave do modelo Boeing 777 transportava 239 pessoas a bordo quando desapareceu sobre o Mar do Sul da China.

Cinco anos após o acidente, o mistério continua. O Daily Express revelou recentemente mais uma teoria que poderia explicar o que terá acontecido com a aeronave.

De acordo com o jornal britânico, em 2013, a Administração Federal de Aviação (FAA) norte-americana informou as transportadoras, inclusive a Malaysia Airlines, para introduzirem inspeções adicionais aos Boeing 777 no seu programa de manutenção.

A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos levou a cabo esta indicação após ter recebido um relatório sobre a “fissuração e corrosão no revestimento da fuselagem por baixo do adaptador da antena de SATCOM”.

Segundo os dados, um operador reportou uma fissura de 40 centímetros por baixo da placa do adaptador da antena de SATCOM, na parte superior do revestimento da fuselagem de um avião que tinha 14 anos e aproximadamente 14.000 ciclos de voo.

“O mesmo operador inspecionou mais 42 aeronaves, que tinham entre 6 e 16 anos, e encontrou corrosão local noutros aviões, mas não encontrou sinais de fissuração. Se não forem reparadas atempadamente, fissuração e corrosão na fuselagem podem levar a uma rápida descompressão e perda de integridade estrutural do avião”, informa o comunicado da Administração Federal de Aviação.

Além disso, o jornal adianta que, menos de uma semana antes do misterioso desaparecimento do MH370, a companhia aérea malaia descobriu uma fissura de 38 centímetros num dos aviões do modelo Boeing 777.

No entanto, o Daily Express destaca que a Boeing garantiu que o avião desaparecido não tinha a mesma antena que as outras aeronaves 777 e não seria afetado pelo risco definido pela Administração Federal de Aviação. Já a Malaysia Airlines confirmou que o MH370 passou por uma manutenção duas semanas antes da tragédia.

As autoridades da Malásia abandonaram as buscas no ano passado, reconhecendo que desconhecem o paradeiro do avião. Ainda assim, há entusiastas que não desistem de descobrir o que levou ao trágico desaparecimento do MH370.

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este foi cuidadosamente desviado e escondido.
    Não vão encontrá-lo facilmente, até porque há vontade de não encpntrá-lo – ou fazer com que não se enopntre.

  2. Não tenho dúvidas, o avião não tem o tamanho de uma agulha.
    Algo importante estaria a bordo do aparelho “desconfio”.

RESPONDER

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …

Cruzeiros vazios no meio do oceano tornam-se destinos turísticos

Embarcados num pequeno ferry, turistas dirigem-se até aos locais onde grandes navios cruzeiros estão parados e desertos. Esta foi uma solução encontrada para reavivar o setor. A pandemia de covid-19 está a fazer com que, genericamente, …

Todas as pensões mais baixas vão ter aumento extra de dez euros

As pensões mais baixas, até aos 658 euros, vão ter um aumento extraordinário de dez euros no próximo ano. O Governo confirmou a informação avançada pelo PCP. A ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes …

Na fase inicial da pandemia, o setor privado "não quis e não entrou no combate à pandemia"

A antiga ministra da Saúde Ana Jorge considera que os privados podem ser envolvidos na luta contra a pandemia, recebendo doentes não covid-19, mas avisa que é preciso um “equilibro” nessa ação, depois de estes …

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …