Já sabemos qual vai ser o primeiro fruto a ser plantado na EEI (e é picante)

(dr) NASA

O pimento poderá ser o primeiro fruto a ser cultivado na Estação Espacial Internacional

Se tudo correr como planeado, em novembro deste ano, a Estação Espacial Internacional (EEI) vai ficar um bocadinho mais picante.

De acordo com o Science Alert, os investigadores querem enviar para a Estação Espacial Internacional (EEI) a planta Capsicum annuum, podendo fazer com que o pimento seja o primeiro fruto a crescer no Espaço.

“Estávamos à procura de variedades que não crescessem muito, mas que mesmo assim fossem muito produtivas nos ambientes controlados a que estamos habituados no Espaço”, afirmou Ray Wheeler, fisiologista da estação espacial norte-americana.

“Os astronautas já expressaram muitas vezes o desejo de comidas mais picantes e saborosas, por isso ter um sabor quente como este pareceu-nos uma coisa boa. Além disso, muitos pimentos são ricos em vitamina C, algo importante nas dietas espaciais”.

Apesar de haver milhares de diferentes tipos de pimentos, esta foi a espécie escolhida porque, além de crescer em altitudes elevadas, tem períodos curtos de crescimento e pode ser facilmente polinizada.

Desde 1982 que os astronautas e cosmonautas cultivam com sucesso plantas no Espaço e, em 2015, astronautas norte-americanos experimentaram o sabor de uma alface cultivada na EEI. Desde então, também já cultivaram acelga, rabanete, couve chinesa e ervilhas.

As plantas têm algumas dificuldades em crescer num ambiente de microgravidade, uma vez que os seus sistemas são complexos e normalmente usam a gravidade da Terra para se orientarem. Porém, os astronautas conseguiram “convencer” as plantas a crescer a bordo da estação espacial utilizando luzes especiais e outras técnicas.

Estas iniciativas são importantes para os ambiciosos planos da NASA de enviar humanos ao Planeta Vermelho, uma vez que lá será mais difícil conseguir alimentos frescos da Terra. “Podemos construir todos os foguetões que quisermos para chegar a Marte, mas isso não vai funcionar a menos que tenhamos comida para nos alimentarmos”, considera Jacob Torres, cientista hortícola da NASA.

Os investigadores estão a trabalhar para ter variedade de cultivo no Espaço, estando particularmente focados em ter uma ampla variedade de nutrientes e vitaminas.

“Precisamos de cultivar o suficiente para suplementar a dieta espacial. Tal como acontece na Terra, não podemos viver a comer sempre as mesmas coisas”, explicou à CNN. “Imagine ter um pimento fresco nas mãos depois de meses a comer cartão”, acrescentou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Bigode do embaixador dos EUA na Coreia do Sul criticado por fazer lembrar domínio japonês

O bigode do embaixador dos Estados Unidos (EUA) na Coreia do Sul tem sido criticado pelos sul-coreanos, que ao ver o visual de Harry Harris se recordam dos 35 anos sob domínio colonial japonês, entre …

OE2020. Novas medidas valem mais de 200 milhões de euros

As medidas do Orçamento do Estado para 2020 que o Governo já negociou à esquerda na especialidade têm um impacto estimado superior a 200 milhões de euros. Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, referiu, …

Júlio Isidro recebe Medalha de Mérito Cultural

O Governo atribuiu a Medalha de Mérito Cultural ao locutor e apresentador de televisão Júlio Isidro, realçando o “inestimável trabalho de uma vida dedicada” ao audiovisual. A entrega da Medalha de Mérito Cultural foi feita, num …

EUA. Mulher é detida após tentar construir uma bomba numa loja da Walmart

Uma norte-americana foi detida numa loja da Walmart, na Florida, Estados Unidos (EUA), após tentar construir uma bomba dentro do estabelecimento comercial. A mulher, que tinha uma criança consigo, foi identificada pelo segurança quando andava sem …

Simeone reitera confiança em João Félix. "Acreditamos totalmente nele"

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, voltou a falar de João Félix esta sexta-feira, reiterando toda a confiança no avançado de 20 anos. "A Supertaça foi mais um passo de experiência para um rapaz …

Ensino Superior com mais concursos para professores em 2019

As instituições de Ensino Superior abriram, em 2019, mais 948 concursos para a carreira docente do que em 2018, anunciou, esta quinta-feira, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. De acordo com uma nota do …

Paulo Gonçalves. Seguradoras atrasam autópsia e trasladação do corpo para Portugal

Paulo Gonçalves faleceu no domingo, aos 40 anos, na sequência de uma queda sofrida ao quilómetro 273 da sétima de 12 etapas do Rali Dakar. Exigências das seguradoras quanto a despistes toxicológicos ao corpo de Paulo …

Estivadores vão fazer greve em Setúbal e ameaçam fazer o mesmo em Lisboa

O Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística (SEAL) revelou esta sexta-feira que vai entregar já na segunda-feira um pré-aviso de greve no Porto de Setúbal e ameaça fazer o mesmo no Porto de Lisboa. “Os trabalhadores …

Segundo maior diamante transforma-se em joias Louis Vuitton

Depois de cortado e polido, o segundo maior diamante da história será transformado numa coleção de joias da Louis Vuitton. A Lucara Diamond encontrou o diamante Sewelo, de 1.758 quilates, na sua mina do Botswana, no …

Filho do presidente da Câmara de Pedrógão Grande "sem memória" no caso da reconstrução de casas

O adjunto do presidente da Câmara de Pedrógão Grande, Telmo Alves, que também é filho do autarca, disse em Tribunal que desconhece o processo de reconstrução das casas ardidas no incêndio no concelho, em 2017, …