Astronautas comem pela primeira vez alface cultivada no espaço

Scott Kelly / Twitter

Astronauta Scott Kelly na Estação Espacial Internacional com a alface roxa cultivada em órbita.

Os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional (EEI) vão nesta segunda-feira comer alface roxa. E porque é que falamos disso? Porque é a primeira vez que se vai comer um vegetal inteiramente cultivado no Espaço.

Desde há alguns anos que os astronautas vêm cultivando vegetais a bordo da Estação Espacial, mas, até agora, os espécimes obtidos tinham sempre sido enviados para a Terra para análise científica.

O mesmo não vai acontecer com um pé de alface roxa que cresceu, durante 33 dias, na EEI, no âmbito de um projecto de estudo em curso sobre de uma tecnologia de cultivo de plantas denominada Veggie.

A Veggie foi desenvolvida pela empresa norte-americana Orbital Technologies Corp. e é usada na EEI desde Abril de 2014.

Trata-se de uma espécie de estufa munida com LEDs vermelhos, azuis e verdes que permite o crescimento das plantas e a sua monitorização por parte da tripulação.

A tecnologia possibilita ainda a garantia de que as plantas recebem a quantidade de nutrientes necessários para se desenvolverem.

NASA

Tecnologia de cultivo de plantas no espaço denominada Veggie

Os 44 elementos da expedição, entre os quais o astronauta Scott Kelly que estará um ano em órbita, vão poder agora testar o sabor desta famosa alface roxa.

Antes de serem consumidas, as folhas de alface serão limpas com um ácido cítrico e com toalhitas sanitárias adequadas para comida, conforme explica a NASA.

Os elementos da EEI vão comer metade da colheita de alface, enquanto a outra metade será armazenada e congelada para ser devolvida à Terra para análise.

Este projecto da Veggie é visto como essencial na expectativa de serem levadas a cabo missões espaciais mais prolongadas no tempo e no espaço.

“Quanto mais longe da Terra e por mais tempo os humanos forem, mais precisaremos de ser capazes de cultivar plantas para comer, para reciclar a atmosfera e para benefícios psicológicos”, explica a investigadora Giola Massa, que integra a equipa da Veggie, citada pelo Digital Trends.

“Os sistemas de plantas vão tornar-se componentes importantes de qualquer cenário de exploração de longa duração”, acrescenta.

No futuro, os astronautas poderão assim, não apenas comer vegetais cultivados no espaço, mas também jardinar em plena órbita.

SV, ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Porque raio é que é necessário utilizar leds para fazer crescer as alfaces. A estação espacial não apanha sol 24 horas por dia? Qual é a lógica de estar a criar uma planta que é constituída por mais de 95 % de água, com a finalidade de ser consumida pelos astronautas? Só descortino algum interesse psicológico em consumir algo “fresco”, para suavizar a pasmaceira das refeições tipo “ração de combate”!!

RESPONDER

Excedente do Estado encolhe para 1.287 milhões de euros em janeiro

Os dados foram revelados, esta quinta-feira, pelo Ministério das Finanças e representam "menos 238,5 milhões de euros face ao período homólogo". As administrações públicas registaram um excedente de 1.287,5 milhões de euros em janeiro valor que …

Há 74 mil anos, a Humanidade sobreviveu à super erupção que provocou um “inverno vulcânico”

Há 74 mil anos, uma super-erupção vulcânica provocou um “inverno vulcânico” que durou uma década, resultando num evento de arrefecimento de milénios em todo o planeta que destruiu espécies de humanos e mamíferos primitivos. Pelo …

Houve "zero negociação" com o PSD. Nomes de Vitalino Canas e Correia Campos estão por um fio

Os nomes de representantes da Assembleia da República para órgãos externos são propostos pela maior força política - o PS -, mas só são aprovados se houver um amplo consenso entre o PS e o …

Contas do PSD congeladas por não ter pago a serralheiro em campanha de 2017

As contas do Partido Social Democrata (PSD) estão congeladas por falta de pagamento de serviços a um serralheiro que prestou serviços ao partido numa campanha eleitoral de 2017, avança o Jornal de Notícias. Em causa está, …

Conseguimos "ouvir" ao ler os lábios de alguém (e já sabemos como)

Um estudo recente sugere que, quando vemos uma pessoa a falar, a nossa atividade cerebral é sincronizada com a voz do locutor através da leitura dos lábios. Este fenómeno acontece mesmo quando não conseguimos interpretar …

"Classe pura". Ingleses rendidos a Bruno Fernandes

O Manchester United goleou esta quinta-feira o Club Brugge (5-0), conseguindo o apuramento para os "oitavos" da Liga Europa, numa partida em que o recém-chegado Bruno Fernandes esteve em destaque. O médio português ex-Sporting conseguiu …

Governador do Rio de Janeiro defende destituição de Bolsonaro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, defendeu na quinta-feira a destituição do Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, após este ter partilhado vídeos, na plataforma de mensagens WhatsApp, com a convocação de uma manifestação contra …

Pelo menos 33 soldados turcos mortos em bombardeamento na Síria

Um ataque do exército sírio na província de Idlib, na Síria, causou esta quinta-feira a morte de pelo menos 33 militares turcos. Os números, inicialmente avançados pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), dava conta de …

Razia na Liga Europa com direito a lenços brancos. Todas as equipas portuguesas foram eliminadas

Benfica, FC Porto, SC Braga e Sporting foram eliminados nos 16 avos de final da Liga Europa. Portugal passou assim de ser o clube com mais representantes nesta prova europeia a um dos poucos sem …

Este animal marinho produz óvulos e espermatozóides ilimitados ao longo da sua vida

Um minúsculo animal marinho, chamado Hydractinia, foi analisado ao pormenor por uma equipa de investigadores que descobriu aquela que pode ser considerada uma habilidade muito rara desta criatura. Hydractynia consegue produzir ilimitadamente células germinativas, que são …