Detetado primeiro caso de gato infetado em Espanha

Foi detetado o primeiro caso de covid-19 num gato em Espanha. A autópsia revelou que o felino tinha o vírus da SARS-CoV-2, contraído através do contacto com os donos infetados.

O primeiro gato infetado pelo novo coronavírus em Espanha, que é o sexto a nível mundial, foi detetado por técnicos do Centro de Investigação de Saúde Animal da região da Catalunha (CReSA). O gato, chamado Negrito e que já morreu, vivia com uma família de várias pessoas infetadas e sofria de uma doença cardíaca.

Um dos investigadores, Joaquím Segalés, citado pela agência EFE, afirmou que “a cadeia de transmissão do vírus é de pessoas para gatos, e os gatos são as vítimas colaterais da doença nos seres humanos”.

O técnico salientou que “a via predominante de transmissão da covid-19 é de humano para humano, e que a capacidade dos gatos para transmitir a doença é insignificante, ou seja, não desempenham um papel significativo na epidemiologia da doença”. “Não há provas de transmissão dos animais para os seres humanos e não conhecemos a capacidade dos animais de infetarem outros animais.”

Um estudo recente feito na China demonstrou que a transmissão é possível, mas muito difícil em condições laboratoriais, pelo que, “em condições reais, deverá ser ainda mais difícil”.

Por seu turno, a diretora da CReSA, Natàlia Majó, indicou que é possível “que alguns animais sejam infetados através do contacto próximo com pessoas infetadas”, dado que a infeção pelo novo coronavírus já se espalhou amplamente entre a população humana.

Estudos científicos publicados até agora indicam que os gatos são uma das espécies de animais sensíveis à infeção pelo SRA-CoV-2, tais como furões, martas, hamsters, primatas não humanos e, em menor grau, cães.

No entanto, Majó considerou que, neste momento, “existem poucos estudos sobre a suscetibilidade das diferentes espécies animais ao coronavírus e sobre a dinâmica da infeção em espécies animais sensíveis”.

O Negrito foi internado num hospital veterinário com graves dificuldades respiratórias, uma temperatura retal de 38,2 graus, um nível muito baixo de plaquetas e insuficiência cardíaca, tendo por isso sido praticada uma eutanásia para aliviar a sua situação.

Posteriormente, foi transferido para a CReSA, onde foi submetido a uma necropsia, dado que este centro possui uma unidade de bio-contenção adequada para trabalhar com o coronavírus.

A necropsia mostrou que o gato tinha uma cardiomiopatia hipertrófica felina, geralmente de origem genética, e que as causas de insuficiência cardiorrespiratória aguda eram edema e congestão pulmonar e hemorragia.

Além disso, foi detetado material genético SARS-CoV-2 em amostras retiradas do nariz e do gânglio linfático mesentérico (que drena o intestino), embora com uma carga viral baixa, e nenhuma das lesões apresentadas pelo animal era compatível com a infeção pelo vírus.

Segalés considerou que a deteção do coronavírus neste animal “foi acidental e não relacionada com os sintomas clínicos para os quais foi decidido praticar a eutanásia”. A investigadora indicou que todos os casos conhecidos de gatos infetados pelo coronavírus tinham um denominador comum, pertenciam a famílias com doentes da covid-19.

Acrescentou que este caso era especial, porque os técnicos sabiam “que [o gato] estava num ambiente com pessoas com a covid-19 e poderia ter sido exposto ao vírus”.

Os investigadores recomendam, assim como é defendido pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que as pessoas infetadas com o vírus e com animais de estimação em casa tomem medidas básicas de higiene, como lavar as mãos antes e depois do contacto com os animais ou ao manusear os alimentos ou objetos pessoais, bem como evitar dar beijos.

“Se possível, o melhor a fazer é evitar o contacto direto”, foi recomendado pelo CReSA, um centro pertencente ao Instituto de Investigação e Tecnologia Alimentar e Agrícola (IRTA), que faz parte do departamento da Agricultura, Pecuária, Pescas e Alimentação do Governo regional catalão.

Sintomas como febre, tosse, dificuldade em respirar, espirros, vómitos, diarreia ou letargia são sinais clínicos potencialmente compatíveis com as infeções pelo SARS-CoV-2, pelo que os investigadores recomendam que, em caso de dúvida, seja melhor consultar um veterinário.

A Espanha é um dos países mais atingidos pela covid-19, que a nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, já provocou cerca de 267 mil mortos e infetou mais de 3,8 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

O país registou, nas últimas 24 horas, 229 mortes devido à pandemia de covid-19, uma ligeira subida em relação aos 213 de quinta-feira, havendo até agora um total de 26.299 óbitos, segundo as autoridades sanitárias.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, há 1.095 novos casos positivos, um número que apesar de superior ao de quinta-feira, mantém a tendência de redução dos últimos dias, elevando para 222.857 o total de infetados confirmados pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

Orçamento Retificativo: entre um cocktail de propostas e os apoios que Costa prefere segurar

António Costa decidiu ouvir todos os partidos com assento parlamentar antes de desenhar o esboço final do Orçamento Retificativo. Os encontros decorrem entre segunda e terça-feira. O primeiro-ministro recebe, entre hoje a amanhã, todos os partidos …

Descobertos fósseis do maior canguru do mundo e lagarto com seis metros

Os fósseis do maior canguru do mundo e de um lagarto com 6 metros de comprimento foram alguns dos achados de uma equipa de paleontólogos na Austrália. Uma equipa de paleontólogos relatou a descoberta de uma …

"Resolvia metade dos problemas sociais". PCP critica verba para o Novo Banco

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) disse este domingo que os 850 milhões de euros transferidos recentemente para o Novo Banco davam para “resolver metade dos problemas sociais que neste momento existem”. “Tantas vezes nos …

Schumacher "está numa fase difícil", revela antigo colega do piloto

Michael Schumacher "está numa fase difícil", disse este domingo Felipe Massa, que foi colega do piloto alemão na Ferrari, em 2006. "Sei como está, tenho informações. A minha relação com [Michael Schumacher] sempre foi muito próxima. …

Centeno deixa na gaveta reforma que tira poder ao governador do BdP

O ministro das Finanças, Mário Centeno, deixou na gaveta uma reforma da supervisão financeira que retirava poder ao governador do Banco de Portugal (BdP), avança este domingo o jornal Expresso. Em causa está uma reforma …

Um supercomputador culpou a nossa espécie por aniquilar os neandertais

De acordo com modelos desenvolvidos num supercomputador, a extinção dos neandertais não foi causada por mudanças repentinas no clima glacial nem por cruzamentos com o Homo sapiens. Os neandertais viveram na Eurásia durante, pelo menos, 300.00 …

Liverpool-Atlético levou a 41 mortes por covid-19, revela estudo

Um estudo publicado pelo jornal Sunday Times conclui que o jogo da Liga dos Campeões de futebol entre Liverpool e Atlético de Madrid, em 11 de março, levou a 41 mortes por infeção de covid-19. O …

Trump proíbe entrada nos Estados Unidos de estrangeiros oriundos do Brasil

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decretou este domingo a proibição de entrada no país de todos os estrangeiros que tenham estado no Brasil nos 14 dias anteriores à tentativa de entrada, devido à …