Pela primeira vez, um avião tripulado aterrou sozinho

Uma equipa de cientistas alemã criou um sistema que permite à aeronave aterrar autonomamente em qualquer pista, sem nenhum tipo de apoio humano.

Enquanto a indústria automóvel tem andado léguas no que toca a inovação em autonomia, a indústria da aviação nem tanto. Por isso mesmo, a criação deste novo sistema que consegue aterrar um avião sozinho é o maior passo já alguma vez dado neste campo.

Para alcançar este feito, o sistema de pouso automático chamado C2Land utiliza visão computacional para identificar a pista de aterragem e controlar o avião em segurança até ao solo, tal e qual um piloto humano.

Os aviões atuais têm um sistema semelhante, chamado Instrument Landing System (ILS) que serve de apoio quando os pilotos não conseguem ver integralmente a pista de aterragem. Este sistema recorre a sinais de rádio no solo e recetores instalados dentro da aeronave para determinar a posição do avião.

O C2Land não precisa desse tipo de infraestruturas, que nem todas as pistas e aeroportos têm, tratando-se assim de uma tecnologia mais económica e acessível. Mesmo em condições de fraca visibilidade, o C2Land mostra-se eficaz, recorrendo a GPS e visão computacional para controlar o avião.

O processo é bastante simples: o computador deteta a linha de aterragem e calcula a trajetória da aeronave tendo em conta a velocidade, altitude e outras variáveis — explica o ExtremeTech.

Para aferirem o sucesso da tecnologia, os cientistas equiparam um Diamond DA42 com o sistema C2Land. A bordo ia o piloto Thomas Wimmer, que apenas teve a responsabilidade pôr o avião no ar. A caminho da pista a tarefa ficou encarregue ao avião. O vídeo mostra detalhadamente a trajetória virtual criada pela tecnologia, naquela que foi a primeira aterragem autónoma de um avião tripulado.

“As câmaras já reconhecem a pista a uma grande distância do aeroporto”, disse Wimmer. “Depois, o sistema guia automaticamente a aeronave pela aproximação à pista e aterra precisamente no centro”, acrescentou, citado pelo Science Alert.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Já estão em operação há imensos anos comboios completamente automáticos.
    Há muito tempo que os aviões comerciais poderiam descolar e aterrar automaticamente.
    A única razão por que ainda não se faz é que ninguem – para já – quererà voar num avião sem pilotos.
    Se forem ver as estatísticas, 95% dos acidentes aéreos são por causa de erro humano.

  2. Os aviões comerciais e pilotos habilitados para ILS3C podem e tem de pousar pelo piloto automático, sempre que um aeroporto com pista para tal aparelhada estiver com as condições meteorológicas de tal modo reduzidas, exigindo esse tipo de aproximação. Para decolar não.Todas as decolagens são feitas sem o piloto automático, que é acionado no início da subida, depois da decolagem.

  3. Eu também andei SEMPRE em aviões tripulados!!! Pensava que os aviões tripulados já aterravam há muito tempo… levantavam e depois aterravam.

  4. Gentem tudo que eu adoraria presenciar e óbvio, registrar também, com grande emoção as Aeronaves dos políticos em especial da Presidência subir aos céus depois de um longo percurso aterrizar com a grande tecnologia sem nenhuma intervenção de pilotos e co-pilotos, só no avanço tecnológicos. Nossa!.. Só um sonho né…Quem inventa, o sucesso é graças as cobaias

Responder a manel Cancelar resposta

Ljubomir Stanisic rescindiu contrato “de forma unilateral” com a TVI

A caminho da SIC, o apresentador rescindiu o contrato com a estação de Queluz, avança a TVI. Ljubomir Stanisic tinha contrato até dezembro de 2020. “O Chef Ljubomir Stanisic rescindiu hoje [esta sexta-feira], unilateralmente, o contrato …

Netflix tem uma nova funcionalidade. Os cegos e os surdos agradecem

A nova funcionalidade da Netflix permite alterar a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries. Esta é uma novidade bem recebida por espetadores cegos e surdos. A Netflix tem uma nova funcionalidade que permite que …

Cientistas transformam tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade

Uma equipa de investigadores descobriu como converter o pigmento vermelho dos tijolos num plástico condutor de eletricidade. Esse processo permitiu transformar os tijolos em dispositivos de armazenamento de eletricidade. Esses supercapacitores de tijolo podem ser …

Primeiro Museu do Godzilla abre no Japão (e os visitantes podem entrar na boca do monstro)

O primeiro Museu do Godzilla do mundo está agora aberto no Japão e tem uma estátua enorme do icónico monstro, em cuja boca se pode entrar de slide. De acordo com a Newsweek, atualmente, os visitantes …

Hubble faz a primeira observação de um eclipse lunar total

Tirando vantagem de um eclipse lunar total, astrónomos usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA para detetar ozono na atmosfera da Terra. Este método serve como um substituto de como vão observar planetas semelhantes à Terra …

Biden tem 71% de probabilidade de vencer as eleições contra Trump

Joe Biden, candidato democrata à Casa Branca, tem 71% de probabilidade de vencer as eleições presidenciais norte-americanas frente a Donald Trump, o atual Presidente dos Estados Unidos, aponta uma nova sondagem. A pesquisa de opinião, levada …

Barcelona 2-8 Bayern | Atropelamento histórico na Champions

Noite histórica no Estádio da Luz. Em jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, o Bayern goleou o Barcelona por impensáveis 8-2 – com 4-1 em cada uma das metades. Um resultado que se tornou …

Depois das sementes, norte-americanos recebem máscaras, óculos de sol e até meias sujas da China

Vários residentes da Flórida, nos Estados Unidos, receberam pacotes misteriosos da China pelo correio que não tinham encomendado. Desta vez não eram sementes, mas sim máscaras cirúrgicas, óculos de sol e até meias sujas. Em declarações …

Imposto sobre refrigerantes reduziu o seu consumo

O imposto especial sobre as bebidas com maior teor de açúcar levou mais de 40% dos inquiridos num estudo da Universidade Católica esta sexta-feira divulgado a reduzir o seu consumo, comportamento que adotariam também com …

Uma só teoria da conspiração sobre a covid-19 matou 800 pessoas. 60 ficaram totalmente cegas

Pelo menos 800 pessoas morreram e 60 ficaram cegas na sequência de uma teoria da conspiração sobre a covid-19, concluiu um novo estudo. A investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica American Journal …