Presidente sul-coreana diz que ato do capitão de navio afundado é “assassínio”

Republic of Korea / Flickr

A presidente da Coreia do Sul,  Park Geun-hye

A presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye

A Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-hye, criticou esta segunda-feira a decisão do capitão do ferry, que naufragou na quarta-feira, de abandonar o barco deixando para trás os passageiros, qualificando a sua conduta como um “ato de assassínio”.

“A atuação do capitão e de alguns membros da tripulação é completamente incompreensível, inaceitável e equivalente a assassínio”, afirmou Park Geun-hye, durante uma reunião com os seus assessores, citada num comunicado da presidência, reproduzido pela agência Yonhap.

A chefe de Estado sul-coreana prometeu envidar esforços para apurar todas as irregularidades em torno do ferry Sewol, frisando que todas as partes envolvidas – dos proprietários, aos inspetores de segurança até aos membros da tripulação – serão investigadas e que os culpados serão “criminalmente responsabilizados”.

A Presidente da Coreia do Sul afirmou ser cada vez mais claro que o capitão Lee Joon-Seok atrasou desnecessariamente a evacuação do barco quando o ferry se começou a afundar, “abandonando-os”, ao escapar primeiro.

“Não apenas o meu coração, mas os corações de todos os sul-coreanos estão destroçados e repletos de choque e de raiva”, disse Park Geun-hye, que foi vaiada na quinta-feira quando se reuniu com os familiares das vítimas das centenas de passageiros que continuam desaparecidos – a maioria dos quais jovens.

Detidos mais quatro membros da tripulação

Além de criticar o capitão do barco, a quem são atribuídas várias decisões erradas, Park Geun-hye também reconheceu que houve graves problemas na resposta inicial por parte do Governo à tragédia humana.

Os familiares das vítimas têm tecido duras críticas à Presidente e ao seu Governo, acusando-os de não envidarem os esforços suficientes no resgate, assim como de tomar decisões erradas que impediram que vidas fossem salvas e de facultar informações incorretas.

O capitão foi detido na passada sexta-feira, a par de outros dois membros da tripulação, por ter abandonado o navio deixando para trás a maioria dos passageiros, descuidando, portanto, a sua segurança. Esta segunda-feira também foram emitidas ordens de detenção contra outros três tripulantes e contra um engenheiro do ferry que se afundou na quarta-feira.

Número de mortes sobe para 64

As equipas de salvamento recuperaram hoje os corpos de mais cinco passageiros, elevando para 64 o número de mortos confirmados no acidente, prosseguindo as operações de busca pelos 238 desaparecidos.

Os corpos recuperados, que foram localizados no quarto piso do barco, pertencem, segundo a imprensa sul-coreana, a cinco dos 325 estudantes do ensino secundário que seguiam a bordo do barco e que compõem a maior
parte dos desaparecidos.

O navio Sewol começou a afundar-se quando fazia a ligação entre Incheon, oeste de Seul, e a ilha turística de Jeju, no sudoeste do país. Dos 476 passageiros que seguiam a bordo, 174 foram resgatados logo após o acidente. 

O acidente figura como o mais grave na Coreia do Sul desde que, em 1993, morreram 292 pessoas também num naufrágio.

Entretanto, a operadora do ferry, a Cheonghaejin Marine, anunciou a suspensão de todas as suas rotas, num total de três, as quais têm como base o porto de Incheon, a oeste de Seul.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Detetado fator climático determinante para a propagação do coronavírus

Altas temperaturas combinadas com baixa humidade propiciam que as gotículas contaminadas com o novo coronavírus evaporem mais rapidamente, reduzindo a sua capacidade de infetar pessoas. De acordo com os cientistas, citados pelo canal estatal russo RT, …

Bayern Munique vence Sevilha e conquista a Supertaça Europeia

O Bayern Munique conquistou, esta quinta-feira, a Supertaça Europeia, ao derrotar o Sevilha por 2-1, em Budapeste, na Hungria. Os alemães do Bayern Munique conquistaram a Supertaça Europeia pela segunda vez ao derrotarem os espanhóis do …

Sporting 1-0 Aberdeen | "Leão" eficaz segue para o play-off

O Sporting foi eficaz e assegurou uma vaga no “play-off” de acesso à fase de grupos da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, num embate relativo à 3ª pré-eliminatória da competição, os “leões” bateram o Aberdeen …

A NASA descobriu uma nova forma de aterrar em segurança na Lua

A NASA construiu um sistema totalmente novo que pode tornar a aterragem na Lua e em Marte muito menos arriscada - e já tem planos de testá-lo numa missão futura. De acordo com o TechCrunch, o …

Rio Ave elimina Besiktas e está no play-off da Liga Europa

O Rio Ave venceu os turcos do Besiktas, esta quinta-feira, no desempate por grandes penalidades (4-2), após o 1-1 no tempo regulamentar, em jogo da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, seguindo em frente na competição. Em …

Dois dinossauros morreram como as vítimas de Pompeia. Foi há 125 milhões de anos, na China

Um grupo de arqueólogos na China acabou de descobrir dois fósseis de uma nova espécie de dinossauro, que estiveram presos no subsolo por 125 milhões de anos devido a uma erupção vulcânica pré-histórica. Os investigadores …

Batalhas de feiticeiros e círculos de demónios. Revelados textos cristãos que não foram incluídos na Bíblia

Os textos da Bíblia como a conhecemos hoje foram "canonizados" pela primeira vez pela Igreja no final do século IV. No entanto, antes disso, centenas de outros textos religiosos circularam por toda a Cristandade. Há mais …

Autoeuropa confirma que não irá renovar contrato a 120 trabalhadores

A administração da fábrica de automóveis Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, confirmou, esta quinta-feira, que não vai renovar os contratos a termo de 120 trabalhadores ligados à produção dos veículos MPV (Multi-Purpose Vehicle). "A Autoeuropa reafirmou a …

Glaciar na Islândia "escondia" bombardeiro norte-americano da 2ª Guerra Mundial

Os destroços de um bombardeiro norte-americano B-17 Flying Fortress que colidiu com o glaciar Eyjafjallajökull durante a II Guerra Mundial estão gradualmente a aparecer à medida que a geleira recua devido às alterações climáticas. De acordo …

40 anos depois, assassino de John Lennon pede desculpa pelo crime "desprezível"

Mark David Chapman, o homem que assassinou John Lennon, diz que matou o ex-Beatle por "raiva e ciúmes" e pediu desculpa a Yoko Ono, 40 anos depois. Em 1980, Chapman atingiu John Lennon com quatro tiros …