Presidente filipino mostrou o dedo do meio à União Europeia

Mast Irham / EPA

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, levantou o dedo do meio e insultou a União Europeia, na passada segunda-feira, como resposta às críticas feitas à caça aos traficantes nas Filipinas.

“Agora a União Europeia tem o descaramento de condenar [a campanha contra as drogas]. Mais uma vez, repito, vão-se f****“, afirmou Duterte, depois de o Parlamento Europeu ter expressado preocupação com o elevado número de vítimas que a campanha contra as drogas está a causar.

“Os membros do parlamento instam o governo das Filipinas a pôr fim à onda de execuções extrajudiciais e matanças, a iniciar uma investigação imediata e a adotar políticas e programas específicos e extensos”, disse a União Europeia na semana passada.

Duterte afirmou que o motivo das críticas da União Europeia é o sentimento de culpa por vários crimes cometidos pelos países europeus.

“Agora são rigorosos porque se sentem culpados. Quem matei? 1.700 aqui? Chamam a isso genocídio? Quantos mataram vocês?”, sublinhou.

O chefe de Estado das Filipinas falou em concreto de países como a França e o Reino Unido que, disse, apoiaram os Estados Unidos em ataques contra países do Médio Oriente que causaram um número elevado de mortos.

Rodrigo Duterte tem marcado os seus primeiros meses de presidência com ofensas dirigidas a vários líderes mundiais – tendo já chamado “filho de uma prostituta” a Barack Obama.

O presidente das Filipinas insultou também o Papa Francisco e o ainda secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Cerca de 3.500 alegados traficantes e toxicodependentes morreram desde que Duterte subiu ao poder – cerca de 1.500 em operações policiais e os restantes por grupos de cidadãos que recebem recompensas pelos homicídios.

Mais de 17 mil pessoas foram detidas e o fornecimento de estupefacientes desceu 90%, de acordo com a polícia local.

Duterte diz que a toxicodependência é um dos maiores problemas das Filipinas e pretende alargar para um ano a sua guerra contra as drogas.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mais nada. Chama-se a isto tê-los no sitio. Está-se marimbando para o politicamente correcto e também não recorreu à diplomacia. Disse o que tinha a dizer com todas as letras e eu concordo com ele a 100% !!!

  2. Se este poderá estar a exagerar na forma como faz a caça aos drogados e seus fornecedores por cá exagera-se na sua liberdade, portanto antes de se incomodarem com o que este está a fazer no seu país melhor será que se incomodem por cá com a forma a pôr fim a tal flagelo, intrometem-se demasiadamente com o que se passa lá fora e esquecem-se do que se passa cá dentro.

  3. Meu deus, a natureza destes comentadores… séculos de luta pela defesa dos direitos humanos valem uma descarga de autoclismo para estes “cansadinhos do discurso politicamente correto”. É tão reclamar de barriga cheia.

RESPONDER

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …

Tailândia. Exploração sexual de mulheres e crianças denunciados no primeiro discurso do Papa

O Papa Francisco denunciou esta quinta-feira que "mulheres e crianças estão particularmente vulneráveis, violentados e expostos a toda a forma de exploração, escravatura, violência e abuso", na primeira intervenção proferida na Tailândia, um dos destinos …

Forças de segurança ameaçam com nova manifestação a 21 de janeiro

As associações de profissionais da PSP e da GNR que se concentraram junto ao Parlamento, esta quinta-feira, anunciaram um novo protesto para 21 de janeiro, caso o Governo não atenda às suas reivindicações. O anúncio foi feito …

Mortes por cancro do pâncreas duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos

As mortes por cancro do pâncreas mais do que duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos, correspondendo a um aumento médio anual de 3%, revela um estudo esta quinta-feira divulgado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia …

Bebé que foi encontrado no lixo já teve alta hospitalar

O bebé que foi encontrado num ecoponto, perto de Santa Apolónia, em Lisboa, já recebeu alta hospitalar e será agora entregue a uma família de acolhimento. O recém-nascido que foi encontrado num ecoponto, em Lisboa, recebeu …

Procurador-geral de Israel acusa Netanyahu em três casos de corrupção

O primeiro-ministro israelita em funções foi acusado, esta quinta-feira, de fraude, suborno e abuso de confiança em três casos de corrupção. O procurador-geral de Israel, Avichaï Mandelblit, acusou hoje o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, de …

Burros estão a ser dizimados a nível global (e a culpa é da medicina chinesa)

Cerca de 4,8 milhões de burros são abatidos anualmente por causa de um produto destinado à medicina chinesa: um gelatina com alegados efeitos curativos, feita a partir das peles dos animais. A denúncia é feita pela …

Governo vai apostar no aumento da agricultura biológica

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, disse na quarta-feira que o Governo vai apostar no aumento e valorização da área agrícola em modo biológico e na gestão mais eficiente de recursos. Falando em Aveiro …