Presidente filipino mostrou o dedo do meio à União Europeia

Mast Irham / EPA

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, levantou o dedo do meio e insultou a União Europeia, na passada segunda-feira, como resposta às críticas feitas à caça aos traficantes nas Filipinas.

“Agora a União Europeia tem o descaramento de condenar [a campanha contra as drogas]. Mais uma vez, repito, vão-se f****“, afirmou Duterte, depois de o Parlamento Europeu ter expressado preocupação com o elevado número de vítimas que a campanha contra as drogas está a causar.

“Os membros do parlamento instam o governo das Filipinas a pôr fim à onda de execuções extrajudiciais e matanças, a iniciar uma investigação imediata e a adotar políticas e programas específicos e extensos”, disse a União Europeia na semana passada.

Duterte afirmou que o motivo das críticas da União Europeia é o sentimento de culpa por vários crimes cometidos pelos países europeus.

“Agora são rigorosos porque se sentem culpados. Quem matei? 1.700 aqui? Chamam a isso genocídio? Quantos mataram vocês?”, sublinhou.

O chefe de Estado das Filipinas falou em concreto de países como a França e o Reino Unido que, disse, apoiaram os Estados Unidos em ataques contra países do Médio Oriente que causaram um número elevado de mortos.

Rodrigo Duterte tem marcado os seus primeiros meses de presidência com ofensas dirigidas a vários líderes mundiais – tendo já chamado “filho de uma prostituta” a Barack Obama.

O presidente das Filipinas insultou também o Papa Francisco e o ainda secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.

Cerca de 3.500 alegados traficantes e toxicodependentes morreram desde que Duterte subiu ao poder – cerca de 1.500 em operações policiais e os restantes por grupos de cidadãos que recebem recompensas pelos homicídios.

Mais de 17 mil pessoas foram detidas e o fornecimento de estupefacientes desceu 90%, de acordo com a polícia local.

Duterte diz que a toxicodependência é um dos maiores problemas das Filipinas e pretende alargar para um ano a sua guerra contra as drogas.

BZR, ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Mais nada. Chama-se a isto tê-los no sitio. Está-se marimbando para o politicamente correcto e também não recorreu à diplomacia. Disse o que tinha a dizer com todas as letras e eu concordo com ele a 100% !!!

  2. Se este poderá estar a exagerar na forma como faz a caça aos drogados e seus fornecedores por cá exagera-se na sua liberdade, portanto antes de se incomodarem com o que este está a fazer no seu país melhor será que se incomodem por cá com a forma a pôr fim a tal flagelo, intrometem-se demasiadamente com o que se passa lá fora e esquecem-se do que se passa cá dentro.

  3. Meu deus, a natureza destes comentadores… séculos de luta pela defesa dos direitos humanos valem uma descarga de autoclismo para estes “cansadinhos do discurso politicamente correto”. É tão reclamar de barriga cheia.

RESPONDER

Dente de rinoceronte deu aos cientistas a mais antiga informação genética já registada

Cientistas conseguiram extrair de um dente com 1,7 milhões de anos (de um rinoceronte já extinto) aquela que é a informação genética mais antiga alguma vez registada. Entre o período de há 2,5 milhões e 700 mil …

SNS "é âncora para os portugueses e sabe resistir às pressões"

A ministra da Saúde elogiou o Sistema Nacional de Saúde no dia em este cumpre 40 anos. A data só não está a ser assinalada com mais vigor devido à proximidade das eleições, explicou …

Um terço dos diplomados no curso de Aeroespacial vai trabalhar para o estrangeiro

A nota mínima de entrada no curso de Engenharia Aeroespacial do Técnico bateu um novo recorde. As oportunidades e os salários levam os diplomados para o estrangeiro. O único curso de Engenharia Aeroespacial no ensino superior …

Morreu o cantor Roberto Leal

Morreu o cantor Roberto Leal, confirmou o antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local. Tinha 67 anos e lutava contra um cancro. A notícia foi avançada pelo antigo secretário de Estado das Comunidades …

Estudo mostra que o canguru gigante tinha uma parecença com os pandas

O já extinto canguru gigante tinha uma característica muito semelhante com o panda-gigante dos dias modernos: grandes mandíbulas que lhe permitiam comer alimentos que outros animais não conseguiam. Há mais de 40 mil anos, o sudoeste …

Assunção Cristas contra o "ditador" verde e André Silva contra a "despesista" demagoga

O debate deste sábado, transmitido pela RTP3, sentou frente-a-frente os líderes do CDS e do PAN. Assunção Cristas contou quantas vezes o programa do adversário usa a palavra "proibir" e André Silva acusou os centristas …

Poluição no rio Lis arrasta-se há mais de 20 anos

A poluição na bacia hidrográfica do rio Lis arrasta-se há mais de duas décadas, com o contributo das descargas ilegais das suiniculturas, mas a construção da estação de tratamento de efluentes suinícolas tem sido adiada …

No Quénia, há meninas a faltar às aulas por não terem acesso a tampões

No Quénia, há adolescentes que não têm dinheiro para comprar pensos higiénicos ou tampões. Por isso, faltam às aulas. O Expresso conta a história de uma menina queniana, de 14 anos, que não aguentou ser humilhada …

As sestas podem ser boas amigas do coração

Fazer uma sesta uma ou duas vezes por semana pode reduzir o risco de ataque cardíaco ou AVC. No entanto, se fizer mais sestas do que o recomendado, os benefícios desaparecem. Uma equipa de cientistas decidiu …

Qual o tamanho mínimo para que um planeta possa ser habitável? Cientistas responderam

Uma equipa de cientistas de Harvard revelou o tamanho crítico abaixo do qual um planeta nunca pode ser habitável, mesmo que esteja numa área com uma distância à sua estrela que permita a existência de …