Presidente do Líbano pede explicações à Arábia Saudita sobre detenção do primeiro ministro demissionário

Dalati Nohra / EPA

O primeiro-ministro do Líbano, Saad Hariri

O presidente do Líbano, Michel Aoun, pediu esclarecimentos à Arábia Saudita sobre o não retorno do ex-primeiro-ministro Saad Hariri no sábado. Inesperadamente, Hariri renunciou ao cargo num comunicado feito na capital saudita, Riade.

Fontes do Governo do Líbano ouvidas pela Reuters afirmam que Aoun acredita que Hariri tenha sido “sequestrado”.

A renúncia do ex-primeiro ministro mergulhou o país numa crise e colocou-o na linha da frente de uma disputa de poder entre a sunita Arábia Saudita e o xiita Irão – uma rivalidade que já causou confrontos na Síria, no Iraque e Iémen.

“Anuncio a minha demissão do cargo de primeiro-ministro”, declarou Saad Hariri, ba altura a visitar a Arábia Saudita, numa declaração transmitida pelo canal televisivo Al-Arabiya e reproduzida por televisões locais e pela agência oficial NNA.

“O Líbano não aceita que o seu primeiro-ministro esteja numa situação de desacordo com os tratados internacionais”, afirmou Aoun em comunicado.

O líder do movimento xiita, Hassan Nasrallah, acusou a Arábia Saudita de impor a demissão inesperada do primeiro-ministro, lamentando esta decisão.

“É claro que a demissão foi uma decisão saudita que foi imposta ao primeiro-ministro Hariri. Esta não era a sua intenção, nem a sua vontade, nem a sua decisão”, disse, num discurso transmitido pela televisão.

Nasrallah criticou que o chefe demissionário do Governo libanês tenha feito este anúncio na capital saudita e não na capital do Líbano, Beirute. “Não desejávamos esta demissão”, reagiu ainda.

O responsável escusou-se a responder diretamente às acusações do primeiro-ministro demissionário porque, sustentou, “trata-se de um texto saudita”, mas qualificou o seu conteúdo como “muito duro”.

O líder do Hezbollah, que aparentava estar calmo, questionou-se sobre o momento em que ocorre esta demissão, numa altura em que “as coisas se desenrolavam normalmente no seio do governo” libanês.

No entanto, o chefe do partido xiita apelou “à calma, à paciência e para que se espere que as razões da demissão sejam esclarecidas”.

O presidente francês, Emmanuel Macron, fez uma visita não programada a Riade nesta semana e conversou com Aoun por telefone sobre a crise. O chanceler do Líbano irá a Paris na terça-feira tratar do assunto com o líder francês.

A Arábia Saudita afirma que Hariri é livre e que deixou cargo porque o Hezbollah está a coordenar a coalização governista do Líbano.

Desde a renúncia, Hariri não fez mais nenhuma declaração pública.

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …

Dia da Defesa Nacional regressa ao formato presencial a 2 de setembro

O Dia da Defesa Nacional, que está suspenso desde o dia 9 de março devido à pandemia de covid-19, irá regressar ao formato presencial a 2 de setembro, anunciou o Governo esta quarta-feira. Em comunicado, o …

Norte-americano detido depois de usar fundos da covid-19 para comprar um Lamborghini

As autoridades dos Estados Unidos detiveram um empresário que comprou um carro de luxo da marca Lamborghini com dinheiro que recebeu de programas federais para ajudar os afetados pelo novo coronavírus (covid-19). A notícia é …

FC Porto e Benfica disputam Supertaça a 23 de dezembro

O jogo da Supertaça, que vai opor o FC Porto ao Benfica e que deveria a abrir a temporada 2020/21, vai disputar-se a 23 de dezembro, anunciou, esta quarta-feira, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF). Em …