Irão pediu vistos aos EUA para ir à Assembleia Geral da ONU “há meses”, mas nenhum foi entregue

rouhani.ir

O presidente do Irão, Hassan Rohani

O Presidente do Irão ainda não recebeu visto de entrada nos EUA, podendo estar em risco a participação de Hassan Rohani na Assembleia Geral das Nações Unidas, noticiou esta quarta-feira a agência de notícias estatal daquele país.

De acordo com a agência Irna, a delegação escolhida para o evento anual da ONU ainda não saiu do Irão por falta de vistos dos EUA. O ministro dos Negócios estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif, deveria viajar na sexta-feira para Nova Iorque, adianta a agência de notícias. O Presidente, Hassan Rohani, deve partir na segunda-feira, dia em que começa a Assembleia Geral das Nações Unidas.

A reunião das Nações Unidas foi apresentada como um possível local de encontro entre os presidentes norte-americano e iraniano, para debater a tensão entre os dois países, agravada no fim de semana passado na sequência dos ataques a instalações da petrolífera saudita Aramco.

Sem excluir por completo a possibilidade, Donald Trump afirmou esta quarta-feira, no entanto, que prefere não se encontrar com o homólogo iraniano à margem da ONU. “Não excluo nada, mas preferia não o encontrar na Assembleia-Geral das Nações Unidas”, em Nova Iorque, afirmou Trump em resposta a um jornalista.

A resposta de Trump, durante um voo do Air Force One  com destino à Califórnia, é dada numa altura em que Washington se diz “seguro” de que Teerão é o autor do ataque com drones que, no sábado, atingiu um campo petrolífero na Arábia Saudita.

Por seu lado, o líder supremo iraniano, Ali Khamenei, descartou esta quarta-feira a possibilidade de negociações “a qualquer nível” com os EUA. “Negociar significa a imposição das exigências dos EUA à República Islâmica e é uma manifestação da vitória da campanha de ‘máxima pressão’ dos EUA” contra o Irão, considerou Khamenei.

A Assembleia-Geral das Nações Unidas abre no dia 24 com a presença dos chefes de Estado ou de altos representantes dos países membros na sede da organização, em Nova Iorque. Os EUA são obrigados a conceder vistos a todos os chefes de Estado e de Governo que queiram participar. Foi uma condição assente entre os EUA e a União Soviética quando a ONU foi criada, em 1945. Os vistos foram pedidos há meses, segundo os iranianos, e nenhum foi entregue.

Irão vai retaliar ataques, EUA aumentam sanções

O governo iraniano advertiu oficialmente os EUA de que vai responder de forma “imediata” a qualquer agressão, reagindo assim à posição de Washington sobre eventuais represálias contra Teerão na sequência dos ataques à petrolífera saudita Aramco.

Entretanto, Donald Trump reagiu ao aviso e anunciou no Twitter que deu instruções ao secretário de Estado do Tesouro norte-americano para “aumentar significativamente” as sanções económicas ao Irão.

“Caso venha a ser levada a cabo qualquer ação contra o Irão haverá uma resposta imediata e o alcance da resposta não se vai limitar a uma ameaça”, refere uma nota oficial publicada esta quarta-feira na imprensa iraniana. “Acabei de dar instruções ao secretário de Estado do Tesouro para aumentar significativamente as sanções ao Irão!”, escreveu o Presidente norte-americano no Twitter.

O documento do governo iraniano foi enviado na segunda-feira à representante dos interesses norte-americanos na embaixada da Suíça na capital do Irão, visto que os EUA não têm relações diplomáticas com a República Islâmica. Na carta, o governo iraniano sublinha que os ataques contra a Aramco “não foram obra do Irão”, condenando e desmentindo as acusações do presidente norte-americano, Donald Trump, e do secretário de Estado, Mike Pompeo.

O ataque de sábado contra a fábrica de Abqaiq e a jazida de Khurais provocou uma queda para metade da produção saudita (5,7 milhões de barris por dia, cerca de 6% do fornecimento mundial) e fez com que o preço do petróleo disparasse.

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu esta terça-feira no mercado de futuros de Londres, a descer 0,53%, depois da forte subida registada na segunda-feira (subiu 14,59%, para 69,02 dólares).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Donald Trump desiste de realizar o G7 no seu clube de golfe em Miami

A decisão de Donald Trump, a braços com um processo de impeachment, de usar um dos seus resorts levantou dúvidas sobre conflito de interesses. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abandonou a ideia de realizar …

Costa vai a Belém apresentar secretários de Estado. Patrícia Gaspar e Antero Luís na lista

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, vai esta segunda-feira a Belém apresentar ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, os nomes dos secretários de Estado que vão integrar o próximo Governo. O encontro, marcado para as 11 …

Chernobyl transforma-se num santuário para uma rara espécie de cavalos

Chernobyl tem sido o inesperado lar de uma espécie de cavalos em vias de extinção. Dezenas de cavalos de Przewalski foram observados em edifícios abandonados na zona radioativa da cidade ucraniana. Surpreendentemente, uma espécie de cavalos …

Sánchez desloca-se a Barcelona para “visitar agentes feridos” e lembra obrigações de Torra

O presidente do governo espanhol, em funções, Pedro Sánchez, desloca-se esta segunda-feira a Barcelona, após ter criticado o presidente do governo regional da Catalunha por não ter condenado com firmeza os atos de violência dos …

Governo de Hong Kong pede desculpas após polícia pulverizar mesquita

O Governo de Hong Kong pediu esta segunda-feira desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar …

Bolívia. Resultados preliminares dão vitória a Morales, mas com segunda volta

O chefe de Estado boliviano lidera os resultados preliminares da primeira volta das eleições Presidenciais, mas parece ser obrigado a disputar uma segunda ronda contra o ex-Presidente Carlos Mesa. A autoridade eleitoral da Bolívia indicou que, …

Telemóveis e computadores podem acelerar o envelhecimento

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Oregon State University, nos Estados Unidos, concluiu que a exposição diária à luz azul, como aquela que é emitida por telemóveis e computadores, pode afetar a …

Quatro espeleólogos portugueses desaparecem em gruta espanhola

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha, com os trabalhos de socorro a serem dificultados pelo aumento do nível da água Quatro …

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …