Irão pediu vistos aos EUA para ir à Assembleia Geral da ONU “há meses”, mas nenhum foi entregue

rouhani.ir

O presidente do Irão, Hassan Rohani

O Presidente do Irão ainda não recebeu visto de entrada nos EUA, podendo estar em risco a participação de Hassan Rohani na Assembleia Geral das Nações Unidas, noticiou esta quarta-feira a agência de notícias estatal daquele país.

De acordo com a agência Irna, a delegação escolhida para o evento anual da ONU ainda não saiu do Irão por falta de vistos dos EUA. O ministro dos Negócios estrangeiros iraniano, Mohammad Javad Zarif, deveria viajar na sexta-feira para Nova Iorque, adianta a agência de notícias. O Presidente, Hassan Rohani, deve partir na segunda-feira, dia em que começa a Assembleia Geral das Nações Unidas.

A reunião das Nações Unidas foi apresentada como um possível local de encontro entre os presidentes norte-americano e iraniano, para debater a tensão entre os dois países, agravada no fim de semana passado na sequência dos ataques a instalações da petrolífera saudita Aramco.

Sem excluir por completo a possibilidade, Donald Trump afirmou esta quarta-feira, no entanto, que prefere não se encontrar com o homólogo iraniano à margem da ONU. “Não excluo nada, mas preferia não o encontrar na Assembleia-Geral das Nações Unidas”, em Nova Iorque, afirmou Trump em resposta a um jornalista.

A resposta de Trump, durante um voo do Air Force One  com destino à Califórnia, é dada numa altura em que Washington se diz “seguro” de que Teerão é o autor do ataque com drones que, no sábado, atingiu um campo petrolífero na Arábia Saudita.

Por seu lado, o líder supremo iraniano, Ali Khamenei, descartou esta quarta-feira a possibilidade de negociações “a qualquer nível” com os EUA. “Negociar significa a imposição das exigências dos EUA à República Islâmica e é uma manifestação da vitória da campanha de ‘máxima pressão’ dos EUA” contra o Irão, considerou Khamenei.

A Assembleia-Geral das Nações Unidas abre no dia 24 com a presença dos chefes de Estado ou de altos representantes dos países membros na sede da organização, em Nova Iorque. Os EUA são obrigados a conceder vistos a todos os chefes de Estado e de Governo que queiram participar. Foi uma condição assente entre os EUA e a União Soviética quando a ONU foi criada, em 1945. Os vistos foram pedidos há meses, segundo os iranianos, e nenhum foi entregue.

Irão vai retaliar ataques, EUA aumentam sanções

O governo iraniano advertiu oficialmente os EUA de que vai responder de forma “imediata” a qualquer agressão, reagindo assim à posição de Washington sobre eventuais represálias contra Teerão na sequência dos ataques à petrolífera saudita Aramco.

Entretanto, Donald Trump reagiu ao aviso e anunciou no Twitter que deu instruções ao secretário de Estado do Tesouro norte-americano para “aumentar significativamente” as sanções económicas ao Irão.

“Caso venha a ser levada a cabo qualquer ação contra o Irão haverá uma resposta imediata e o alcance da resposta não se vai limitar a uma ameaça”, refere uma nota oficial publicada esta quarta-feira na imprensa iraniana. “Acabei de dar instruções ao secretário de Estado do Tesouro para aumentar significativamente as sanções ao Irão!”, escreveu o Presidente norte-americano no Twitter.

O documento do governo iraniano foi enviado na segunda-feira à representante dos interesses norte-americanos na embaixada da Suíça na capital do Irão, visto que os EUA não têm relações diplomáticas com a República Islâmica. Na carta, o governo iraniano sublinha que os ataques contra a Aramco “não foram obra do Irão”, condenando e desmentindo as acusações do presidente norte-americano, Donald Trump, e do secretário de Estado, Mike Pompeo.

O ataque de sábado contra a fábrica de Abqaiq e a jazida de Khurais provocou uma queda para metade da produção saudita (5,7 milhões de barris por dia, cerca de 6% do fornecimento mundial) e fez com que o preço do petróleo disparasse.

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu esta terça-feira no mercado de futuros de Londres, a descer 0,53%, depois da forte subida registada na segunda-feira (subiu 14,59%, para 69,02 dólares).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O mar interno da misteriosa Encélado "grita" habitabilidade

Uma equipa de especialistas desenvolveu um novo modelo geoquímico que revela que o dióxido de carbono do interior de Encélado, lua de Saturno que abriga um oceano, pode ser controlado através de reações químicas no …

Os Simpsons podem ter previsto o surto do novo coronavírus da China

A série de televisão animada "Os Simpsons" é conhecida por ter feito profecias que, com o passar do tempo, se tornaram mesmo realidade. Agora, os fãs do programa parecem ter encontrado um episódio que prediz …

Identificada nova espécie de dinossauro que viveu há mais de 150 milhões de anos

Paleontólogos identificaram, nos Estados Unidos, uma nova espécie de dinossauro do género dos alossauros, que viveu há mais de 150 milhões de anos. A espécie, que tem o nome de Allosaurus jimmadseni, foi identificada a partir …

Escorpião com 436 milhões de anos foi dos primeiros animais a pisar a Terra

Cientistas descobriram um escorpião com 436 milhões de anos que terá sido um dos primeiros animais da Terra a migrar dos habitats aquáticos para os terrestres. Foram encontrados dois fósseis da espécie num antigo mar tropical …

Bruno de Carvalho disposto a liderar SAD do Sporting com Varandas

O ex-presidente do Sporting admitiu, esta sexta-feira, estar disposto a liderar a SAD do clube, mesmo com Frederico Varandas como presidente. No seu comentário semanal na Rádio Estádio, Bruno de Carvalho disse estar disposto a regressar …

A Inteligência Artificial teria resolvido o mistério da fuga de Alcatraz

Um programa de Inteligência Artificial (IA) poderia ter resolvido o mistério da fuga dos irmãos irmãos John e Clarence Anglin e Frank Morris da prisão de Alcatraz, que foi considerada uma das mais seguras dos …

Mais de 30 militares dos EUA ficaram com lesões cerebrais após ataque iraniano

Mais de 30 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque iraniano na base militar de Ain al-Assad, no Iraque. 34 militares norte-americanos ficaram com lesões cerebrais traumáticas na sequência do ataque levado …

Homem que torturou suspeitos de planear o 11 de setembro diz que o voltaria a fazer

James Mitchell torturou os cinco suspeitos de terem planeado o ataque de 11 de setembro de 2001. Em tribunal, disse que não tem remorsos e que o voltaria a fazer. James Mitchell foi o psicólogo responsável …

Belenenses e Belenenses SAD chegam a acordo para suspender ações judiciais

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta sexta-feira, que foi alcançada uma suspensão das ações judiciais entre o Belenenses e a Belenenses SAD. Em comunicado publicado na sua página oficial, a FPF informou que o …

Amazon quer que os clientes paguem com as mãos

A gigante tecnológica Amazon quer que os  clientes comprem e efetuem o pagamento com um aceno da mão em vez de passar um cartão numa máquina. De acordo com o Wall Street Journal, que cita fontes …