Ataque às refinarias. Arábia Saudita e EUA apontam o dedo ao Irão

Doug Mills / EPA

A Arábia Saudita e os Estados Unidos deixaram a entender que o Irão está por detrás do ataque de sábado que atingiu as principais instalações petrolíferas sauditas. O Governo de Teerão nega, apontando o dedo aos rebeldes Houthis.

Na primeira reação oficial ao ataque de drones que, no último sábado, atingiu as suas principais instalações petrolíferas, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Arábia Saudita afirmou que “as ameaças iranianas não atingem apenas o reino saudita, mas o Médio Oriente e o mundo”.

Apesar de reivindicado pelos rebeldes Houthis, que lutam contra a coligação internacional liderada pela Arábia Saudita no Iémen e que já prometeram lançar novos, o Governo de Riade deixou a entender que o Irão estará por detrás disto e alertou para o efeito da estratégia de Teerão, considerando que a ameaça terrorista ainda não terminou.

A coligação militar, que intervém desde 2015 no país vizinho, também afirmou que as armas utilizadas no ataque foram fabricadas no Irão.

Para averiguar a origem exata do ataque, a Arábia Saudita anunciou que vai convidar especialistas internacionais e da ONU para que participem nas investigações. “O reino tomará todas as medidas apropriadas à luz dos resultados dessas investigações”, explicou o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Arábia Saudita.

Em declarações aos jornalistas na Casa Branca, o Presidente dos Estados Unidos explicou, por sua vez, que os EUA estão a analisar as opções de retaliação ao ataque, mas que apenas tomará uma decisão quando houver “provas definitivas”.

Donald Trump afirmou que não pretende entrar em guerra com o Irão, mas repetiu que os EUA estão “preparados” para qualquer cenário, nomeadamente para uma resposta militar aos ataques contra os interesses da Arábia Saudita.

No mesmo dia, o seu homólogo iraniano, Hassan Rouhani, continuou a negar o envolvimento neste incidente, declarando acreditar que possa ter tido origem nos Houthis.

“O problema tem raiz na invasão do Iémen. O Iémen é alvo de bombardeamentos diários e o povo é obrigado a responder. Eles estão apenas a defender-se”, afirmou o Presidente do Irão, que se encontra reunido em Ancara, na Turquia, com os homólogos turco e russo.

Vladimir Putin também reagiu ao ataque, propondo à Arábia Saudita que adquira um sistema de mísseis antiaéreos russos para defender o seu território. “Estamos prontos a ajudar a Arábia Saudita para que possa proteger o seu território. Poderemos fazê-lo da mesma forma que já foi concretizada pelo Irão, que comprou os sistemas de mísseis russos S-300, e da mesma forma feita pela Turquia, ao comprar os sistemas de mísseis russos S-400″.

O ataque de sábado contra a fábrica de Abqaiq e a jazida de Khurais provocou uma queda para metade da produção saudita (5,7 milhões de barris por dia, cerca de 6% do fornecimento mundial) e fez com que o preço do petróleo disparasse.

O preço do barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu esta terça-feira no mercado de futuros de Londres, a descer 0,53%, depois da forte subida registada na segunda-feira (subiu 14,59%, para 69,02 dólares).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. é aumentar já os combustíveis.
    quando é para descer só passado um mes da descida do barril é que descem o preço final. quando o preço do barril sobe é logo na semana a seguir que aumentam o preço da gasolina.
    Depois vêm com a historia de que o barril que é comprado hoje só será vendido transformado um mes depois mas isto só para as descidas.
    Todos aceitam isto porque todos eles ganham, as refinarias aumentam os lucros e o estado recebe mais imposto.

  2. uau, que surpresa os USofA e a máfia da ASaudita culparem o Irão….

    não faço ideia quem sejam os culpados mas apostaria mais que foi algo feito pelos serviços secretos dos dois países mafiosos com a cumplicidade de Israel que o Irão….

    estão mortinhos por mais uma guerra como já estão em poucas!

    qto aos preços dos combustiveis, mesmo com esta pseudo-subida ainda deveriam estar por cá abaixo do 1€/L não fosse a máfia cá do burgo e os impostos.

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …