Presidente da Proteção Civil demitiu-se por “falta de confiança” na ministra

Tiago Petinga / Lusa

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

O ex-presidente da Proteção Civil disse ter perdido a “confiança institucional” na ministra da Administração Interna por causa do inquérito aos helicópteros Kamov.

O ex-presidente da Proteção Civil disse, numa carta enviada à ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa, ter “perdido a confiança institucional” por não lhe ter dado conhecimento das conclusões do inquérito ao caso dos helicópteros Kamov.

“Registo com profundo desagrado o facto de Vossa Excelência ter objetivamente optado por me manter no desconhecimento desta matéria, que se refere diretamente à ANPC e a seus elementos”, escreveu Francisco Grave Pereira, numa carta a que o Diário de Notícias teve acesso.

“Considero esta posição de uma absoluta falta de consideração institucional e pessoal, para mim incompreensível e inaceitáveis”, frisa ainda o antigo responsável pela ANPC.

Nesse sentido, o ex-presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) realça na carta ter perdido a “confiança institucional” na ministra.

Francisco Grave Pereira, que pediu a demissão do cargo na passada terça-feira, afirma na carta ter tido conhecimento no dia 2 de setembro pelo chefe de Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, do inquérito conduzido pelo Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI).

Na carta, o ex-presidente adianta: “Não podendo ignorar o que a imprensa tem vindo a veicular, não posso deixar de reiterar que as causas do pedido de demissão nada têm a ver com o inquérito da IGAI, cujas recomendações ou conclusões, aparentemente já do domínio jornalístico, ainda desconheço por completo“, sublinhou.

Segundo o DN, esta demissão já levou quer o PSD quer o CDS a anunciar que pretendem ouvir no Parlamento a ministra da Administração Interna e o ex-presidente da ANPC.

Numa altura em que o país continua a ser fustigado pelas chamas, os dois partidos da oposição dizem estar surpreendidos com esta demissão e querem justificações sobre este incidente.

A abertura do inquérito surgiu após a ANPC ter detetado problemas “graves no estado das aeronaves”, que ditaram a impossibilidade de os helicópteros estarem em plena condição de serem operados, durante o processo de transferência dos Kamov para a empresa que ganhou o concurso público de operação e manutenção dos aparelhos para os próximos quatro anos.

O inquérito incidia sobre “as circunstâncias descritas e apuradas durante o processo de consignação dos meios aéreos próprios pesados do Estado, tendo em vista o apuramento de responsabilidades a que haja lugar nesse âmbito”.

Dos seis helicópteros Kamov da frota do Estado, apenas três estão aptos para voar, estando dois inoperacionais por avaria e outro acidentado desde 2012.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. E fez muito bem Sr. Gneral..:Enquanto o Sr e os seus homens davam ao caneco a Srª Ministra andava nas revistas sociais a pavonear-se, em festas do social. Mas nada se passa, fosse noutro registo e o BE e o PCP apareciam logo a exigir as demissões de tudo e de todos.

    Mudam-se os tempos e mudam-se as vontades….Hipocrisia pura e dura desta gente de esquerda unidos apenas pelos mínimos olímpicos que era afastar quem ganhou as eleições….

    • Só quem é burro é que não consegue entender a estratégia do BE e PCP. Querem mas é que o estado tome conta dos montes como acontece nos países com a política deles! Quando se corta uma árvore, metade vai para o estado, por isso, a limpeza deveria ser feita pelo mesmo. Onde estão os guardas florestais? Enganem-me que eu gosto.

  2. Esta ministra nao tem sentido do dever, porque se tivesse, nos momentos críticos , neste caso incêndios, devia estar no local a dar animo e apoio as pessoas, mas a não, estava a tirar fotos numa festarola de revista cor de rosa. E é isto uma ministra. So nesta republica das bananas.

  3. Comprova-se mais uma vez a impreparação , incapacidade e mais não digo , de quem ocupa cargos “de ministro” . É assim , lamentavel , pouco ´lá fazem .

  4. Pois olha, eu, como contribuinte, perdi a confiançaem ti ó nodoa!
    Temos sido fustigados por incendios em barda neste ano, e este cretino, ao que sabe, só tem dado barraca.
    Se há criticas injustas esta é uma delas. Embora esta senhora tenha uma evidente falta de dotes de comunicação com os “media” , tem um trabalho reconhecido e meritoso junto das polícias e dos bombeiros voluntários. Este cromo deve ter é inveja.
    Quanto aos Kamov, acho graça a estes imbecis do PSD/CDS. Foi no governo deles, com o ministro Macedo, que atribuiram a operacionalidade dos mesmos, o que incluia revisões etc, a uma empresa de amigos deles. Agora que deu merda, a culpa é desta ministra? Vão se mas é catar! Caras de pau, sem vergonha!

  5. Então este pedaço de lixo é que não tem confiança na ministra?!
    O país é que não tem confiança nenhuma em ti, seu mafioso incompetente!!
    Basta ver o “excelente” serviço que tens feito…

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …

A nova primeira-ministra da Finlândia é a pessoa mais nova de sempre a ocupar o cargo

A ministra dos Transportes da Finlândia, de 34 anos, foi escolhida para ser a próxima primeira-ministra do país, o que fará dela a pessoa mais nova de sempre — e terceira mulher — a ocupar …