Presidente do Banif garante que o banco não fecha (mas os clientes não acreditam)

Barcex / Wikimedia

O presidente do Banif negou a possibilidade do banco vir a fechar e pediu a todos os clientes da instituição para que fiquem tranquilos.

Em entrevista à RTP Madeira, o presidente executivo do Banif, Jorge Tomé, defendeu que a informação avançada pelos meios de comunicação “não é fundada” e é “tendenciosa”.

“Veio perturbar todo um processo estruturado que está em curso, em que a posição do Estado está a ser vendida”, afirma.

Estas declarações surgem depois de a TVI ter avançado que o banco estaria pronto para fechar e ser sujeito a uma intervenção semelhante à do BES.

O responsável garante que o banco mantém um caráter sólido e que este é um “disparate perfeito” que só veio “abalar a confiança na instituição”.

Esta é uma situação que está já a verificar-se não só no mercado de ações, depois de a cotação ter fechado em oito centésimas de cêntimo, mas também na confiança dos próprios contribuintes.

No final da tarde, a sede do Banif, no Funchal, foi atacada por uma enchente de clientes preocupados com os seus depósitos e que procuravam saber mais sobre a veracidade das últimas notícias.

“Consegui levantar cinco mil euros, mas foi noutra dependência. Não me deram mais, não tinham mais dinheiro”, contou um desses casos ao jornal Expresso, “agora, a minha mulher está lá dentro e eu já levantei 300 euros na caixa. Eu quero tirar os 30 mil que tenho aí“.

Perante esta situação de incerteza, o presidente quis também passar uma “mensagem de serenidade e tranquilidade para todos os clientes do banco”.

“Os depositantes e contribuintes podem estar descansados“, assegurou.

Jorge Tomé garantiu ainda que a negociação para a venda da instituição está a “correr muito bem”, avançando que há seis investidores internacionais a analisar a situação do banco e que conta ter propostas ainda esta semana.

Também o Banco de Portugal reagiu às últimas notícias, comunicando que está, juntamente com o Ministério das Finanças, “a acompanhar a situação do Banif”, numa tentativa de garantir “a estabilidade do sistema financeiro, bem como a segurança dos depósitos”.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois é o mal é que já ninguém acredita na banca ainda para mais depois do sucedido no BES QUE TODOS GARANTIAM O MESMO DESDE BANQUEIROS A GOVERNANTES E FOI O QUE FOI.
    BANCO DE PORTUGAL NEM SE FALA POIS FOI O PIOR DE TODOS E ACTUALMENTE O QUE AINDA DÁ MENOS GARANTIAS POIS OS REGULADORES PARECEM NEM EXISTIR, MAS ENFIM ESPERO QUE CORRA PELO MELHOR.

  2. Só falta o Sr. Aníbal vir dizer que o Banco está de saúde ou o Alberto João.
    A Madeira parece um queijo Suíço. Só há milhões para o fogo de artificio.

  3. Usam e abusam do dinheiro das pessoas e depois dá nisto.
    Se todos nós quiséssemos levantar TODO o nosso dinheiro do banco, é IMPOSSÍVEL, pois nenhum banco tem esse dinheiro físico nos seus cofres, mas deveriam ter. Dinheiro electrónico permite milhentas falcatruas! Pensem nisso!

RESPONDER

Utilizadores russos do Reddit terão divulgado documentos comprometedores sobre o Brexit

A rede social Reddit anunciou ter concluído que utilizadores russos estiveram na origem da divulgação de documentos confidenciais do governo britânico sobre as negociações comerciais do Brexit. O Reddit anunciou, num comunicado citado pela Associated Press, …

Concorrência quer novas regras para fidelizações nas telecomunicações

A Autoridade da Concorrência (AdC) quer mudanças nas regras impostas pelas operadoras de telecomunicações nos contratos de fidelização. Segundo um relatório da AdC, ao qual o Jornal de Negócios teve acesso e que será esta segunda-feira …

Se Trump fosse julgado perante um júri, seria condenado "em três minutos"

Caso o processo de impeachment avance, e Trump seja apresentado perante um júri, Jerry Nadler acredita que o presidente norte-americano seria considerado culpado "em três minutos". O presidente da comissão de Justiça da Câmara dos Representantes, …

Sangue, lágrimas e crianças escoltadas na primeira despromoção da história do Cruzeiro

O Cruzeiro desceu de divisão pela primeira vez na sua história. O último jogo do campeonato, que selou a despromoção, ficou marcado por episódios violentos entre adeptos e polícia. O cenário vivido no 'Mineirão', este domingo, …

Movimento "Convergência" prepara moção para convenção do Bloco (mas rejeita cisão)

Largas dezenas de elementos do Bloco de Esquerda (BE) estiveram reunidos para preparar uma moção para apresentar na próxima convenção do partido, mas rejeitam estar a criar uma nova tendência ou a preparar uma cisão. João …

Empresário lesou Fisco em 60 milhões, mas não tem de devolver nada

Um empresário do setor do ouro condenado a sete anos de prisão por fraude fiscal agravada não terá de devolver nenhuma parte dos 60 milhões de euros de prejuízo que deu ao Estado por não …

Maioria das pistolas Glock roubadas da PSP pode ter estado sempre com a polícia

Luís Gaiba defende que a contagem do armamento não estava atualizada e que, por isso, a maioria das armas alegadamente desaparecidas pode nunca ter saído da posse da polícia. O agente Luís Gaiba, suspeito do roubo …

Rússia banida dos Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos

A Rússia foi banida, esta segunda-feira, de Jogos Olímpicos e Mundiais por quatro anos, na sequência de uma decisão, tomada por unanimidade, do comité da AMA que avalia o cumprimento dos regulamentos. A Rússia foi excluída dos …

Governo chinês bane compras públicas de computadores e software estrangeiros

O Governo chinês ordenou que todos os escritórios governamentais e instituições públicas removam computadores e software estrangeiros, ao longo dos próximos três anos, depois da decisão de Washington de banir aquisição de equipamentos da Huawei. A …

Arbitragem, relvado e azar. Sérgio Conceição explica deslize com o Belenenses

Desde a arbitragem ao relvado e de o azar à falta de discernimento, Sérgio Conceição explicou o empate contra o emblema de Belém. A equipa de arbitragem foi a principal visada. O FC Porto não foi …