Presidente do Banif garante que o banco não fecha (mas os clientes não acreditam)

7

Barcex / Wikimedia

O presidente do Banif negou a possibilidade do banco vir a fechar e pediu a todos os clientes da instituição para que fiquem tranquilos.

Em entrevista à RTP Madeira, o presidente executivo do Banif, Jorge Tomé, defendeu que a informação avançada pelos meios de comunicação “não é fundada” e é “tendenciosa”.

“Veio perturbar todo um processo estruturado que está em curso, em que a posição do Estado está a ser vendida”, afirma.

Estas declarações surgem depois de a TVI ter avançado que o banco estaria pronto para fechar e ser sujeito a uma intervenção semelhante à do BES.

O responsável garante que o banco mantém um caráter sólido e que este é um “disparate perfeito” que só veio “abalar a confiança na instituição”.

Esta é uma situação que está já a verificar-se não só no mercado de ações, depois de a cotação ter fechado em oito centésimas de cêntimo, mas também na confiança dos próprios contribuintes.

No final da tarde, a sede do Banif, no Funchal, foi atacada por uma enchente de clientes preocupados com os seus depósitos e que procuravam saber mais sobre a veracidade das últimas notícias.

“Consegui levantar cinco mil euros, mas foi noutra dependência. Não me deram mais, não tinham mais dinheiro”, contou um desses casos ao jornal Expresso, “agora, a minha mulher está lá dentro e eu já levantei 300 euros na caixa. Eu quero tirar os 30 mil que tenho aí“.

Perante esta situação de incerteza, o presidente quis também passar uma “mensagem de serenidade e tranquilidade para todos os clientes do banco”.

“Os depositantes e contribuintes podem estar descansados“, assegurou.

Jorge Tomé garantiu ainda que a negociação para a venda da instituição está a “correr muito bem”, avançando que há seis investidores internacionais a analisar a situação do banco e que conta ter propostas ainda esta semana.

Também o Banco de Portugal reagiu às últimas notícias, comunicando que está, juntamente com o Ministério das Finanças, “a acompanhar a situação do Banif”, numa tentativa de garantir “a estabilidade do sistema financeiro, bem como a segurança dos depósitos”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

ZAP

7 Comments

  1. Pois é o mal é que já ninguém acredita na banca ainda para mais depois do sucedido no BES QUE TODOS GARANTIAM O MESMO DESDE BANQUEIROS A GOVERNANTES E FOI O QUE FOI.
    BANCO DE PORTUGAL NEM SE FALA POIS FOI O PIOR DE TODOS E ACTUALMENTE O QUE AINDA DÁ MENOS GARANTIAS POIS OS REGULADORES PARECEM NEM EXISTIR, MAS ENFIM ESPERO QUE CORRA PELO MELHOR.

  2. Só falta o Sr. Aníbal vir dizer que o Banco está de saúde ou o Alberto João.
    A Madeira parece um queijo Suíço. Só há milhões para o fogo de artificio.

  3. Usam e abusam do dinheiro das pessoas e depois dá nisto.
    Se todos nós quiséssemos levantar TODO o nosso dinheiro do banco, é IMPOSSÍVEL, pois nenhum banco tem esse dinheiro físico nos seus cofres, mas deveriam ter. Dinheiro electrónico permite milhentas falcatruas! Pensem nisso!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.