/

A tomada de posse de Joe Biden deixou os apoiantes do QAnon sem rumo

2

Michael Reynolds / EPA

Com a tomada de posse de Joe Biden como 46.º Presidente dos Estados Unidos, esta quarta-feira, a frustração começou a infiltrar-se entre os apoiantes do QAnon.

O QAnon é um movimento nascido, em 2017, no seio online da extrema-direita norte-americana, que defende várias teorias da conspiração, nomeadamente que há uma seita mundial de pedófilos satanistas entre as altas hierarquias do Governo e em Hollywood.

Durante os anos em que Donald Trump esteve à frente da Casa Branca, os apoiantes deste grupo conspiracionista realmente acreditaram que o republicano estava a travar uma guerra secreta contra esta suposta seita e que a “Tempestade”, ou o “Grande Despertar” como também gostam de lhe chamar, estava ao virar da esquina.

Mas agora, com o regresso do ex-Presidente à sua mansão na Flórida e com a tomada de posse de Joe Biden em Washington, esta quarta-feira, os conspiracionistas ficaram sem rumo.

Nada aconteceu, o que terá deixado “os apoiantes do QAnon num frenesim de confusão e descrença, quase instantaneamente destruindo a ilusão coletiva que foi alimentada e amplificada por muitos”, lê-se no artigo publicado pela estação televisiva CNN.

Para dificultar a situação, redes sociais como o Facebook e o Twitter removeram muito do conteúdo relacionado com o QAnon, logo, os seus apoiantes estão agora espalhados em sites de menor dimensão.

“Os seguidores mais ferrenhos do QAnon estão confusos. Depois de vários anos de espera pelo ‘Grande Despertar’, parecem ter ficado genuinamente chocados ao ver o Presidente Biden tomar posse. Uma percentagem significativa no meio online escreve que desistiu do QAnon, enquanto outros estão a promover novas conspirações”, explicou à cadeia televisiva Daniel J. Jones, presidente da Advance Democracy, uma organização sem fins lucrativos apartidária que monitoriza grupos extremistas e a desinformação online.

“Biden é o nosso Presidente. Está na altura de desligarmos os nossos dispositivos e voltarmos à realidade. (…) Por enquanto, vou desconectar-me de todas as redes sociais. Tem sido divertido, malta, mas infelizmente acabou”, escreveu um dos apoiantes no Telegram.

Outros acreditam que este anticlímax faz parte do plano, sugerindo que Trump apenas “permitiu” que Biden se tornasse Presidente “pelas aparências”. “Tudo o que acontecer nos próximos quatro anos é, na verdade, o Presidente Trump que está a fazer acontecer”, escreveu outro utilizador do 4chan.

“Está tudo uma confusão. A frustração começou a infiltrar-se. Há algum constrangimento, alguma raiva… Estão a surgir novas conspirações e estão a discuti-las entre si”, declarou Carla Hill, investigadora do Centro de Extremismo da Liga Anti-Difamação.

Esta quarta-feira, os Estados Unidos pararam para ver o democrata Joe Biden tomar posse, na escadaria oeste do Capitólio, como 46.º Presidente. No discurso que se seguiu, o novo chefe de Estado celebrou o facto de a democracia ter prevalecido e pediu a todos os norte-americanos, sem exceção, para que tenham espírito de união.

  Filipa Mesquita, ZAP //

2 Comments

  1. Sem rumo já eles estavam, senão não se tinham metido nessa seita de loucos!…
    Agora é só seguir o líder e voltar para as cavernas!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE