Ricciardi: “Posição do BES na EDP foi um pedido de Sócrates”

José Maria Ricciardi disse que foi José Sócrates, pouco depois de ter sido eleito primeiro-ministro (2005), que pediu a Ricardo Salgado para que o BES investisse na EDP. À época, a elétrica não tinha ainda capitais públicos.

A informação é avançada pelo jornal Observador, que consultou o auto de interrogatório dos procuradores Carlos Casimiro e Hugo Neto ao antigo presidente do BESI (hoje Haitong Bank), que decorreu a 14 de novembro, no âmbito do caso EDP.

No depoimento, onde falou como testemunha, Ricciardi revelou que, no final de 2005, a comissão executiva do BES foi informada pelo seu presidente, Ricardo Salgado, de que “o então primeiro-ministro José Sócrates lhe tinha pedido para o BES adquirir uma participação qualificada na EDP (necessariamente superior a 2%)”.

Em 2016, o BES acabou por adquirir uma posição na elétrica (2,17% por 200 milhões).

De acordo com o jornal, Ricciardi disse aos procuradores do Ministério Público (MP) que o investimento do BES na EDP “não resultou de um estudo económico-financeiro prévio por parte do BES”, mas antes do cumprimento de uma vontade externa.

Na prática, a aquisição serviu para “satisfazer” o “pedido de José Sócrates ao arguido Ricardo Salgado”, disse Ricciardi, dando conta que “continua a considerar inusitado e não tem memória de tal ter ocorrido mais alguma vez no BES”.

Ricciardi: Salgado influenciou escolha de Mexia

No mesmo interrogatório, Ricciardi disse também que foi Salgado que influenciou a escolha de António Mexia para a EDP. Salgado “influenciou/teve conhecimento prévio” e “aprovou a escolha de Mexia” — até porque se tratava de um “antigo quadro do BES que tinha saído amigavelmente do banco”.

De acordo com Ricciardi, foi o próprio Salgado que no âmbito de uma reunião do Conselho Superior do Grupo Espírito Santo ou da Comissão Executiva do BES o informou que Mexia sucederia a João Talone como presidente da elétrica em janeiro de 2016.

A decisão foi anunciada pelo Economia, Manuel Pinho, que não gostava de Talone por este ser “próximo do PSD e tinha sido nomeado pelo Governo desse partido”, terá justificado o próprio Manuel Pinho a Ricciardi.

Segundo o jornal, as declarações de Ricciardi podem ajudar o MP a reforçar a prova indiciária que já reuniu contra Manuel Pinho, António Mexia e Ricardo Salgado no caso EDP.

Manuel Pinho é acusado de seis crimes, sendo um de prevaricação, dois de corrupção passiva, dois de participação económica em negócio e um de branqueamento de capitais.

Os procuradores do MP sustentam o seu processo na tese de que Manuel Pinho tomou decisões enquanto ministro que favoreceram os interesses económicos da EDP e do GES, vindo a obter vantagens de 4,56 milhões de euros.

António Mexia, presidente executivo da EDP, também é arguido no caso EDP, por suspeitas de corrupção ativa.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Tudo bons rapazes sejam políticos, banqueiros ou empresários, todos com 200kg preso ao pescoço e lançados no Mar da Palha nem os caranguejos lhes pegavam.

  2. Ricciardi é mentiroso compulsivo e lascivo do MP. Traiu a família que o encheu de dinheiro. Já repararam que é o único da família da família BES que tem uma boa relação com o MP??? Porque será???/

RESPONDER

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …