Cientistas portugueses propõem solução para dois “problemas” do Universo

Um estudo realizado por investigadores da Universidade de Aveiro (UA) concluiu que as partículas que terão sido responsáveis por um período acelerado de expansão no início do Universo, os ‘inflatões’, podem constituir a ‘matéria escura’ que existe nas galáxias.

João Rosa, investigador do Departamento de Física e do Centro de Investigação e Desenvolvimento em Matemática e Aplicações da UA, disse à  agência Lusa que a investigação, publicada esta semana na revista científica Physical Review Letters, propõe “soluções para dois grandes problemas em aberto” na área da cosmologia: a inflação do universo e a ‘matéria escura’.

Segundo o investigador, a teoria da inflação, proposta em 1981 pelo físico americano Alan Guth, avança que nas “primeiras frações de segundos” após o Big Bang, o Universo teve uma “expansão acelerada”.

“A expansão do Universo só pode ser acelerada se o Universo tiver matéria num estado diferente da matéria que nós conhecemos hoje como os protões e os eletrões”, afirmou João Rosa, acrescentando que a teoria da inflação propõe assim “a existência de novas partículas elementares”, denominadas pelos investigadores como ‘inflatões’.

Por sua vez, a origem da ‘matéria escura’, designação dada pelos especialistas a “partículas que não emitem luz” existentes nas galáxias e que exercem força gravitacional sobre a matéria luminosa (estrelas), permanece desconhecida.

“Temos aqui dois problemas que indicam a existência de novas partículas. É quase uma questão natural que se coloca: Será que estas partículas que são precisas para originar esta inflação, podem ser as mesmas partículas que hoje inferimos como sendo a ‘matéria escura’?”, inquiriu o investigador.

Apesar desta “nem sempre ser uma ligação óbvia”, uma vez que os modelos convencionais apontam que depois da explosão inicial do Universo existiu um arrefecimento e que os ‘inflatões’ se transformaram em outras partículas após a inflação (teoria da inflação fria), a investigação coordenada por João Rosa concluiu que os ‘inflatões’ “não se transformaram” e que acabaram por ser “uma fonte de calor” para o Universo.

“Nos modelos de inflação quente, como o próprio nome indica, não há este arrefecimento porque os inflatões estão num estado de energia muito grande, mas conseguem transferir lentamente uma pequena parte da sua energia para o resto do Universo e mantê-lo quente, como se fossem uma fonte de calor permanente”, sublinhou.

Segundo o modelo teórico desenvolvido pelos investigadores, os ‘inflatões’, que “sobreviveram desde a inflação até aos dias de hoje”, não emitem luz e são “extremamente frios”, uma vez que perderam a sua energia ao manter o Universo quente.

À agência Lusa, João Rosa adiantou que a equipa da Universidade de Aveiro vai continuar a “procurar modelos teóricos que possam explicar diferentes questões que permanecem em aberto”, esperando que a proposta apresentada “possa ser tida em consideração” em futuras observações astronómicas.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …

Militar da GNR diz que droga apreendida na "casinha" era da Juve Leo

Decorreu, esta quinta-feira, a terceira sessão do julgamento da invasão à academia do Sporting, que decorre no tribunal de Monsanto, em Lisboa. O militar da GNR João Oliveira admitiu hoje, em tribunal, que a posse da …

Continental vai acabar com 5500 empregos em todo o mundo até 2028

A alemã Continental vai suprimir 5.500 empregos no mundo até 2028, num contexto de abrandamento conjuntural e de queda da procura por motores a combustão, anunciou esta quarta-feira o fornecedor automóvel germânico. Com o objetivo de …

Tailândia. Exploração sexual de mulheres e crianças denunciados no primeiro discurso do Papa

O Papa Francisco denunciou esta quinta-feira que "mulheres e crianças estão particularmente vulneráveis, violentados e expostos a toda a forma de exploração, escravatura, violência e abuso", na primeira intervenção proferida na Tailândia, um dos destinos …

Forças de segurança ameaçam com nova manifestação a 21 de janeiro

As associações de profissionais da PSP e da GNR que se concentraram junto ao Parlamento, esta quinta-feira, anunciaram um novo protesto para 21 de janeiro, caso o Governo não atenda às suas reivindicações. O anúncio foi feito …

Mortes por cancro do pâncreas duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos

As mortes por cancro do pâncreas mais do que duplicaram em Portugal nos últimos 25 anos, correspondendo a um aumento médio anual de 3%, revela um estudo esta quinta-feira divulgado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia …

Bebé que foi encontrado no lixo já teve alta hospitalar

O bebé que foi encontrado num ecoponto, perto de Santa Apolónia, em Lisboa, já recebeu alta hospitalar e será agora entregue a uma família de acolhimento. O recém-nascido que foi encontrado num ecoponto, em Lisboa, recebeu …

Procurador-geral de Israel acusa Netanyahu em três casos de corrupção

O primeiro-ministro israelita em funções foi acusado, esta quinta-feira, de fraude, suborno e abuso de confiança em três casos de corrupção. O procurador-geral de Israel, Avichaï Mandelblit, acusou hoje o primeiro-ministro em funções, Benjamin Netanyahu, de …