Portugueses a bordo de cruzeiro no Japão sem sintomas de coronavírus

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, assegurou esta quinta-feira que os oito cidadãos com passaporte português a bordo de um cruzeiro em quarentena no Japão estão sem sintomas de infeção pelo novo coronavírus (2019-nCov).

Trata-se de cinco tripulantes e três passageiros, cujas análises para a presença do 2019-nCov deram resultado negativo, adiantou Graça Freitas, em conferência de imprensa.

No navio Diamond Princess, sob quarentena no porto de Yokohoma, a sul de Tóquio, foram confirmados até à data 61 casos de infeção pelo 2019-nCov, que foi detetado pela primeira vez em dezembro na China.

O número de pessoas contaminadas no cruzeiro não inclui um residente de Hong Kong que saiu do navio na região administrativa especial chinesa. As pessoas infetadas já foram levadas para centros médicos de Tóquio e de outras localidades próximas.

As autoridades sanitárias continuam a realizar exames médicos aos passageiros e tripulantes do “Diamond Princess”, que transportava 3.700 pessoas. O navio está sob quarentena desde segunda-feira e por um período de duas semanas.

Graça Freitas clarificou esta sexta-feira que não dispõe de informação das autoridades de saúde locais sobre as sete pessoas com passaporte português que estão a bordo de um cruzeiro em quarentena em Hong Kong. Na quinta-feira, a diretora-geral da Saúde disse, respondendo a uma questão dos jornalistas sobre estes cidadãos, que os mesmos não estavam “em risco especial” e não tinham sintomas.

À Lusa, o cônsul-geral de Portugal em Macau e Hong Kong, Paulo Cunha-Alves, referiu que se trata de tripulantes do navio World Dream e que não têm problemas de saúde.

As autoridades de Macau (região administrativa especial chinesa) e de Portugal continuam, no entanto, sem saber a identidade dos sete cidadãos, desconhecendo se são residentes em Macau ou em Portugal.

O “World Dream”, mantido em quarentena desde quarta-feira no porto de Hong Kong, transportava 3.600 pessoas, entre tripulantes e passageiros, que foram sujeitos a exames médicos após a confirmação de que três passageiros chineses, que haviam viajado anteriormente na embarcação, estavam infetados com o novo coronavírus.

A China elevou esta sexta-feira para 636 mortos e mais de 31 mil infetados o balanço do surto do 2019-nCoV, que começou em dezembro na cidade de Wuhan, colocada sob quarentena. Nas últimas 24 horas, registaram-se 73 mortes e 3.143 novos casos.

Além do território continental da China e das regiões de Macau e Hong Kong, há casos de infeção confirmados em mais de 20 países.

A Organização Mundial de Saúde declarou, há uma semana, o surto como uma emergência de saúde pública internacional face ao risco elevado de propagação do novo coronavírus (família de vírus que causa infeções respiratórias como a pneumonia) à escala global.

A emergência internacional implica a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …

Cruzeiros vazios no meio do oceano tornam-se destinos turísticos

Embarcados num pequeno ferry, turistas dirigem-se até aos locais onde grandes navios cruzeiros estão parados e desertos. Esta foi uma solução encontrada para reavivar o setor. A pandemia de covid-19 está a fazer com que, genericamente, …

Todas as pensões mais baixas vão ter aumento extra de dez euros

As pensões mais baixas, até aos 658 euros, vão ter um aumento extraordinário de dez euros no próximo ano. O Governo confirmou a informação avançada pelo PCP. A ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes …

Na fase inicial da pandemia, o setor privado "não quis e não entrou no combate à pandemia"

A antiga ministra da Saúde Ana Jorge considera que os privados podem ser envolvidos na luta contra a pandemia, recebendo doentes não covid-19, mas avisa que é preciso um “equilibro” nessa ação, depois de estes …

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …