Portugal ultrapassa 25 mil infetados. Há mais 16 mortos

Miguel A. Lopes / Lusa

A diretora-geral de Saúde, Graça Freitas

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal ultrapassou, esta quinta-feira, a barreira dos 25 mil casos confirmados. O número de óbitos subiu para 989.

Segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde (DGS) sobre a situação epidemiológica no país desta quinta-feira, Portugal regista 25.045 casos confirmados de covid-19 – um aumento de 540 novos casos, num acréscimo percentual de 2,2%.

O Norte voltou a ser a região com o maior aumento de casos em termos brutos, 375, num acrescento de 2,5% para um total de 15.090. Registaram-se também mais 120 casos em Lisboa e Vale do Tejo (subida de 2,1%, num total de 5.815) e mais 49 no Centro (aumento de 1,5%, num total de 3.389). Nas restantes subidas, houve mais dois casos nos Açores (mais 1,6%, num total de 127) e mais um no Sul (mais 0,3%, num total de 331). A Madeira mantém os 86 e existe ainda o caso no Alentejo, com menos sete casos em relação a quarta-feira (menos 3,3%, total de 207).

O número de casos em Unidades de Cuidados Intensivos subiu de 169 para 172 (mais 1,8%). Já o número de casos internados desceu 1,2%, de 980 para 968.

O número de óbitos subiu de 973 para 989, um aumento de 16, o que fez descer a taxa de letalidade para 3,95%.

Mantém-se a incidência nas pessoas acima dos 70 anos (14 das 16 mortes neste Boletim), que representam 87,3% das 989 mortes por covid-19 no país. Das 16 mortes nas últimas 24 horas, dez registaram-se em pessoas acima dos 80 anos e houve mais duas entre os 50 e os 70 anos.

A nível de regiões, o Norte voltou a ser a que conta com mais óbitos, tendo nas últimas 24 horas um total de dez mortes num total de 566. Lisboa e Vale do Tejo teve mais quatro vítimas, num total de 199, ultrapassando os valores do Centro.

O número de casos recuperados passou de 1.470 para 1.519, mais 49 (aumento de 3,3%).

O número de casos suspeitos teve um aumento de 1,7% (mais 4.030, num total de 247.685) e o número de casos não confirmados subiu 1,6% (mais 3.521, num total de 218.846). O número de contactos sob vigilância voltou a descer 0,3% (menos 101, num total de 29.467) e houve também um decréscimo no número de casos a aguardar resultados (menos 31, num total de 3.794).

O boletim volta a não registar qualquer novo caso importado, mantendo-se assim o total de 751 provindos de 48 países. Espanha (171), França (137), Reino Unido (88), Emirados Árabes Unidos (48) e Suíça (45) continuam como os cinco países com maior registo de casos importados.

O secretário de Estado da Saúde, António Sales, anunciou, no habitual briefing diário da DGS e ministério da Saúde, que “80%” dos testes realizados até hoje, em Portugal, foram feitos em abril. “Desde 1 de março foram realizados mais de 396 mil testes diagnóstico, 80% dos quais em abril. Foi um mês decisivo na nossa resposta à pandemia”, afirmou.

Segundo o responsável, o stock nacional de testes continua acima de um milhão, depois da distribuição de “328 mil às administrações regionais de saúde”.

O secretário de Estado da Saúde frisa os cuidados que são necessários ter após o final do estado de emergência no próximo domingo. “O levantamento do estado de emergência obriga-nos a estar mais alerta”, disse. A diretora-geral da Saúde alertou que o desconfinamento “não nos isenta de continuarmos a seguir medidas de prevenção”.

Não há decisões concretas sobre o medicamento remdesivir porque “não há evidências clínicas sobre essa matéria”, garantiu António Sales.

Em Portugal, há cerca de 60 empresas a produzir máscaras, com 202 certificados para máscaras emitidos, 71 dos quais para máscaras comunitárias, 46 tipos são reutilizáveis.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Costa descarta confinamento ou cercas sanitárias em Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras

O primeiro-ministro, António Costa, disse esta quarta-feira que não estão em cima da mesa cercas sanitárias ou confinamentos em Paços de Ferreira, Lousada ou Felgueiras, concelhos do distrito do Porto onde o número de novas …

Espanha supera um milhão de infetados. França pondera estado de emergência até fevereiro

Espanha ultrapassou esta quarta-feira um milhão de infetados por covid-19, no mesmo dia em que o Governo francês admitiu estar a ponderar manter o estado de emergência até fevereiro e algumas medidas até abril. Espanha …

Há 49 escolas com surtos ativos de covid-19

Cerca de meia centena de escolas têm surtos ativos de covid-19, avançou esta quarta-feira a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que fez um balanço positivo das primeiras semanas de aulas. "Neste momento, estão ativos 49 surtos …

Índia pode atingir os 600 milhões de casos de covid-19 em fevereiro, dizem especialistas

Mais de 600 milhões de indianos, mais da metade da população do país, provavelmente serão infetados com o novo coronavírus até fevereiro de 2021, segundo um painel de especialistas que aconselha o Governo do país. Segundo …

Ficheiro apreendido a Rui Pinto tinha número de telemóvel da procuradora

Um ficheiro de um dos dispositivos apreendidos ao criador do ‘Football Leaks’, Rui Pinto, contém o número de telemóvel da procuradora do Ministério Público (MP) envolvida no julgamento, Marta Viegas, confirmou a própria na 15.ª …

Rio anuncia vota contra no OE. "O PSD é mais responsável na oposição do que o PS no Governo"

O presidente do PSD anunciou esta quarta-feira o voto contra do partido na proposta de Orçamento do Estado para 2021, dizendo que esse é “o único voto coerente” e porque outra votação nem sequer “evitaria …

"A pandemia derrubou-me." "Pepe" Mujica, ex-Presidente do Uruguai, abandona a política

O ex-presidente uruguaio José "Pepe" Mujica disse que continuará a ser "conselheiro" dos companheiros de partido. José "Pepe" Mujica, ex-Presidente do Uruguai, renunciou esta terça-feira ao seu lugar no Senado e abandonou definitivamente a política ativa. …

Milhares de reclusos na Nigéria fugiram depois de invasões a prisões

De acordo com as autoridades nigerianas, cerca de 2000 presos fugiram de prisões na Nigéria, após os locais terem sido invadidos por multidões. Foi imposto um recolher obrigatório em resposta à agitação resultante de duas …

Manuel Maria Carrilho absolvido pela terceira vez do crime de violência doméstica

O ex-ministro Manuel Maria Carrilho foi esta quarta-feira novamente absolvido do caso de violência doméstica em que era suspeito de ter agredido a apresentadora de televisão Bárbara Guimarães. Em comunicado Manuel Maria Carrilho explica que o …

Maiores construtoras portuguesas juntam-se contra a "armada espanhola"

As duas maiores construtoras portuguesas, Mota-Engil e Teixeira Duarte, aliaram-se num consórcio, no âmbito de um concurso público lançado pela Infraestruturas de Portugal (IP), para tentar derrotar a concorrência espanhola. Habitualmente concorrentes na disputa pelas grandes …