Primeiro dia de vacinação foi “importantíssimo”. Portugal já recebeu mais 70.200 doses

Abir Sultan / EPA

Portugal recebeu esta segunda-feira o segundo lote de vacinas contra a covid-19. A bastonária da Ordem dos Enfermeiros salientou que o primeiro dia de vacinação em Portugal foi “importantíssimo”.

Segundo a TSF, as mais de 70 mil doses chegaram esta segunda-feira e o processo de vacinação neste segundo dia foi acompanhado pela ministra da Saúde, Marta Temido, no Hospital Curry Cabral, em Lisboa. A governante destacou o “momento simbólico” numa unidade com “um desempenho significativo” no combate à pandemia.

“Desde há longos meses trabalham para que os portugueses tenham os melhores cuidados em ambiente de pandemia. É muito bom partilhar com eles a sua própria vacinação. É um sinal de esperança”, afirmou Temido, acrescentando que as novas 70 mil doses permitem alargar a vacinação a mais unidades de saúde e aos arquipélagos da Madeira e dos Açores.

Em entrevista à SIC Notícias, Diogo Serras Lopes, secretário de Estado da Saúde, avançou que até às 21h de domingo já tinham sido vacinados 4.534 profissionais de saúde em Portugal. “O primeiro dia de vacinação correu muito bem“, disse.

Serra Lopes adiantou que, nos cinco centros hospitalares que já começaram a vacinar, não houve qualquer ocorrência reportada. Apesar disso, o secretário de Estado apontou que é natural que possa existir algum tipo de problema pontual, dado que se trata de uma campanha de vacinação com “números um bocadinho maiores do que o costume”.

“No geral as pessoas foram vacinas com toda a tranquilidade, os registos foram feitos em sistema e para primeiro teste diria que o dia correu muito bem”, sublinhou.

Este sábado chegou a Portugal o primeiro lote com 9.750 vacinas, desenvolvidas pela Pfizer-BioNTech, reforçado com a antecipação da entrega de mais 70.200 doses esta segunda-feira. O total disponível para administração até ao final do ano será elevado para 79.950 vacinas, segundo o Ministério da Saúde.

No primeiro dia da vacinação, em declarações à RTP, Ana Rita Cavaco, bastonária da Ordem dos Enfermeiros, reconheceu a importância de se iniciar o plano de vacinação pelos profissionais de saúde e considerou ser “importantíssimo este dia de arranque da vacinação”.

“Felizmente, ainda não morreu nenhum enfermeiro por covid-19”, disse a responsável, sublinhando, no entanto, que “no mundo inteiro morreram milhares de enfermeiros com esta doença”.

“Portugal é do países do mundo que tem menos enfermeiros por mil habitantes e portanto, se muitos estiverem isolados, de quarentena ou infetados, vão-nos faltar enfermeiros para tratar das pessoas”, referiu ainda, citada pelo Jornal Económico.

Depois de ter sido vacinado no Hospital de São João, no Porto, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, disse não ter tido sintomas adversos e lembrou que é necessário ter 70% dos portugueses vacinados para atingirmos a imunidade de grupo.

“Enquanto isso não acontece, vamos ter de usar máscara e a respeitar distanciamento físico durante vários meses. Pelo menos, até ao verão”, disse, em declarações à SIC Notícias.

À semelhança da maioria dos 27 Estados-Membros da União Europeia, o plano de vacinação em Portugal arrancou este domingo, nos centros hospitalares universitários do Porto, Coimbra, Lisboa Norte e Lisboa Central, e entra esta segunda-feira no segundo dia.

O médico António Sarmento, de 65 anos, diretor do serviço de infecciologia do Hospital de São João, foi o primeiro vacinado na unidade do Porto, onde foram administradas 2.125 vacinas no arranque da campanha.

Em Lisboa Central, que abrange os hospitais de São José e Curry Cabral, foram vacinados 1.241 profissionais, enquanto em Lisboa Norte, que compreende os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, foram administradas 515 doses.

O plano prevê que sejam vacinadas até abril cerca de 950 mil pessoas dos grupos prioritários definidos pela task-force: pessoas com mais de 50 anos com doenças associadas, utentes e trabalhadores de lares e profissionais de saúde e de serviços essenciais.

A primeira fase de vacinação, que arrancou no domingo e se prolonga até final de março de 2021, tem prevista a chegada de 1,2 milhões de doses de uma vacina que é facultativa, gratuita e universal, sendo assegurada pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Depois do “pífio” espetáculo mediático organizado pelo MS-SNS, vangloriando-se a sr.a Ministra com as vacinas cedidas pela UE, estes senhores não são capazes de me dizer quando é que eu vou ter acesso à vacina.

  2. Bela coisa…! Pelo andar desta carruagem de bois, a “porcaria” da vacinação só irá terminar daqui a um ano. No entanto, e enquanto ainda não chega esse tempo de luz, esta ministra da Saúde anda aí a passear sem a Filarmónica atrás dela. Está bem esquecida…

RESPONDER

TAP regista um prejuízo recorde de 1,2 mil milhões em 2020

Com menos 12,4 milhões de passageiros transportados, a TAP apresentou um resultado líquido negativo de 1,230 mil milhões de euros em 2020, contra um prejuízo de 106 milhões de euros em 2019, segundo dados enviados …

Chega organiza Convenção para "Governar Portugal" no fim de maio, mas promete "uso das máscaras"

O Chega vai organizar a sua III Convenção Nacional entre 28 e 30 de maio, em Coimbra, tendo por base a moção estratégica "Governar Portugal" do presidente reeleito, André Ventura, disse hoje à Agência Lusa …

Falta de plano e reservas face à viabilidade. Banco de Fomento chumba empréstimo à Groundforce

O Banco Português de Fomento (BPF) não aprovou o empréstimo de 30 milhões de euros pedido pelo Conselho de Administração da Groundforce, por não haver um plano de reestruturação da empresa e por falta de …

Operação Lex. Juiz Luís Vaz das Neves arrisca reforma compulsiva

O juiz Luís Vaz das Neves, ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa e arguido na Operação Lex, arrisca passar à aposentação compulsiva.  De acordo com o Correio da Manhã, que avança a notícia esta quinta-feira, …

Nove administradores e 24 diretores. Banco de Fomento já terá fechado estrutura

O jornal ECO avança, esta quinta-feira, que a estrutura do Banco Português de Fomento vai contar com nove administradores, dos quais quatro são executivos, e 24 diretores. A estrutura do Banco de Fomento já estará fechada, …

Guerra aberta no PSD. Rui Rio arrisca repreensão, Adão Silva pode perder o mandato

Rui Rio, presidente do PSD, e Adão Silva, líder do grupo parlamentar, estão a ser alvo de um processo disciplinar aberto pelo Conselho de Jurisdição do partido e arriscam sanções. A decisão ainda não está tomada, …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Um terramoto devastador pode abalar a Nova Zelândia nos próximos 50 anos

Um novo estudo revela que as hipóteses de a Falha Alpina da Ilha do Sul da Nova Zelândia provocar um terramoto devastador nos próximos 50 anos são muito maiores do que se pensava.  Um estudo conduzido …

"Um incendiário como chefe dos bombeiros". Irão na Comissão sobre o Estatuto da Mulher gera indignação

O Irão foi eleito esta segunda-feira para a Comissão das Nações Unidas sobre o Estatuto da Mulher durante um mandato de quatro anos, juntamente com China, Japão, Líbano e Paquistão. A Comissão sobre o Estatuto da …

Busca em contrarrelógio. Submarino desaparecido na Indonésia tem 72 horas de oxigénio

O almirante chefe da Marinha da Indonésia, Yudo Margono, afirmou que o submarino desaparecido ao largo de Bali com 53 tripulantes a bordo tem capacidade para 72 horas de oxigénio. Em conferência de imprensa, Yudo Margono …