Portugal fecha 2013 com contas externas positivas

eSeL.at / Flickr

-

Portugal fechou 2013 com a economia a recuar pelo terceiro ano consecutivo, mas as contas externas, apoiadas pelas exportações e pelo turismo, voltaram a terreno positivo.

O Governo estima que a economia caia 1,8% este ano no entanto, e em previsões que estão alinhadas com a Comissão Europeia, o executivo antecipa que a balança corrente de bens e serviços atinja os 1,6 mil milhões de euros, o equivalente a 1% do Produto Interno Bruto (PIB), depois de em 2012 ter apresentado um défice de -1,5%.

Consideradas como “o motor do crescimento”, as exportações contribuíram significativamente para este desempenho, devendo apresentar um crescimento de 5,8% em 2013, segundo previsões do Governo.

Em declarações à agência Lusa, o director de investimentos do Banco Carregosa, João Pereira Leite, refere que “as exportações subiram e as importações desceram de uma forma muito acentuada, o que contribuiu para que, “pela primeira vez em várias décadas”, o saldo da balança comercial seja positivo este ano.

Reconhecendo que, “na balança comercial, [2013] foi claramente um ano de mudança”, João Pereira Leite alerta, no entanto, que “2013 ainda não foi o ano da viragem”, porque a economia continua a contrair, esperando-se uma queda de 1,8% este ano.

A economista do BPI Paula Carvalho, por seu lado, destaca a evolução positiva de todos os sectores transaccionáveis de bens e serviços, mas também os ganhos em termos de quota de mercado.

“Os produtos e serviços portugueses têm vindo a ganhar quota de mercado no exterior e isso não se deve só a ganhos de competitividade via preço. Tem também havido um esforço de reposicionamento em termos de imagem, de qualidade do produto e uma melhoria do valor acrescentado fornecido ao exterior”, afirmou a economista.

Filipe Garcia, economista da Informação de Mercados Financeiros (IMF) sublinha “o efeito dos equipamentos da refinaria de Sines, que têm permitido produzir e exportar uma maior quantidade de produtos refinados”.

Também o turismo que contribuiu para a melhoria do saldo externo português: o setor registou receitas de 6,6 mil milhões de euros nos primeiros dez meses do ano, segundo números do Banco de Portugal, que apontou para um aumento de 2,9% do dinheiro que os turistas estrangeiros deixaram em Portugal face ao mesmo período de 2007.

Tanto o director de investimento do banco Carregosa, João Pereira Leite como a economista do BPI, Paula Carvalho consideraram que o turismo foi “uma boa notícia” em 2013, referindo que Portugal beneficiou do desvio de alguns turistas em resultado dos conflitos no Médio Oriente e Norte de África.

Já Filipe Garcia, da IMF, acrescentou que, “dadas as previsões favoráveis para a economia europeia, é de esperar que a evolução continue a ser positiva” e destacou o caso positivo do Brasil, advertindo que, “no último semestre, o real desvalorizou significativamente e a economia abrandou, pelo que esse segmento de clientes do turismo nacional deverá abrandar significativamente”, explicou.

Do lado orçamental o Governo está comprometido a atingir um défice de 5,5% do PIB, o saldo primário (que exclui os encargos com a dívida) das administrações públicas vai ser negativo (-1,6% do Produto Interno Bruto, PIB), mas o saldo corrente primário (que exclui os encargos da dívida e também investimentos e receitas e despesas de capital) deverá terminar o ano de 2013 equilibrado, depois de ter registado um défice de 0,7% em 2012, de acordo com o executivo.

Terá sido 2013 o ano da viragem económica? Os economistas ouvidos pela Lusa consideram que houve melhorias importantes, mas deixam avisos.

Filipe Garcia entende que os sinais da viragem do ciclo vêm ainda mais de trás: “A bolsa portuguesa, que é um excelente indicador avançado, já vem subindo desde meados de 2012”, disse, referindo ainda que “foi francamente importante para Portugal o apaziguar da crise da zona euro, nomeadamente o dissipar de grande parte dos receios de desagregação da zona euro”.

A economista Paula Carvalho considera que 2013 “marca sobretudo a etapa final em que o esforço de consolidação orçamental foi muito significativo” e que “deverá marcar o princípio de uma fase do ciclo mais positiva”.

João Pereira Leite, por seu lado, reconhece que, numa base trimestral, já houve uma inversão, mas que o mesmo ainda não se verificou em termos anuais e destaca a importância do investimento.

“É precisamente o que mais falta nos faz e o que menos temos. O investimento produtivo é a peça chave da nossa economia”, alerta.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Parlamento aprova despenalização da eutanásia

Os cinco projetos de lei que despenalizam a eutanásia do BE, PAN, PS, PEV e IL foram aprovados, esta quinta-feira, na generalidade, na Assembleia da República. O projeto de lei do Partido Socialista recebeu 128 votos …

Tribunal da Relação mantém penas de prisão para ex-seguranças do Urban Beach

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) decidiu manter as penas efetivas aplicadas pelo tribunal de 1.º instância aos ex-seguranças da discoteca Urban Beach acusados por tentativa de homicídio de dois homens. Segundo o acórdão, a …

Mafioso português Joe Barbosa retratado em livro sobre a Cosa Nostra, o FBI e a justiça nos EUA

Ser português travou a ascensão de Joseph Barbosa na máfia italiana nos Estados Unidos (EUA), mas foi em língua portuguesa o seu elogio fúnebre, após ser assassinado por denunciar mafiosos culpados e inocentes e expor …

Testes deram negativo em mais uma criança internada por suspeita de Covid-19

Uma criança regressada da China foi encaminhada, esta quinta-feira, para o Hospital D. Estefânia, por suspeita de infeção pelo novo coronavírus, mas as análises deram negativo, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS). Num comunicado publicado no …

A China até já está "a queimar" dinheiro para combater o coronavírus

A luta entre a China e o novo coronavírus, o Covid-19, tem colocado os órgãos governamentais em alerta. O governo parece não poupar esforços para conter a proliferação da doença - nem que seja preciso, …

Barcelona contrata Braithwaite para substituir Dembélé

O FC Barcelona anunciou, esta quinta-feira, a contratação do futebolista dinamarquês, do Leganés, para substituir o lesionado Dembélé, depois de pagar a cláusula de rescisão de 18 milhões de euros. Com a contratação de Martin Braithwaite, …

Senador do Ceará baleado ao tentar invadir com uma retroescavadora um quartel tomado por polícias amotinados

Esta quarta-feira, Cid Gomes foi baleado depois de ter invadido com uma retroescavadora um portão de um quartel da Polícia Militar na cidade de Sobral, no estado do Ceará. O senador Cid Gomes foi baleado, na noite …

PS acusa Bloco de "má fé" na escolha de juízes para o Constitucional

O Bloco não gostou de ter ficado de fora da escolha dos dois novos juízes para o Tribunal Constitucional. PS acusa agora o partido de esquerda de "má fé". Numa conferência de imprensa no Parlamento, esta …

Justiça suíça acusa presidente do PSG e ex-responsável da FIFA de gestão danosa

O presidente do Paris Saint-Germain e um antigo secretário-geral da FIFA foram acusados de gestão danosa pela justiça suíça, numa investigação sobre os direitos televisivos do Mundial de futebol. O Ministério Público da Suíça acusa Nasser …

PJ deteve falsa psiquiatra que dava "consultas" em casa em Braga

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher, de 38 anos, que se fazia passar por médica psiquiátrica e que dava "consultas" na sua residência. Em comunicado, a Polícia Judiciária (PJ) de Braga refere que, …