Portugal teve excedente orçamental de 0,2% em 2019

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Em 2019, Portugal teve um excedente orçamental de 0,2% do PIB. Os dados revelados pelo INE provam que este é o primeiro excedente do país em democracia.

Portugal registou, no ano passado, um excedente orçamental de 0,2% do Produto Interno Bruto (PIB), revelam os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e, entretanto, confirmados pelo ministro das Finanças, Mário Centeno. Este é o primeiro excedente do país em democracia.

Este é um valor 0,3 pontos percentuais acima das mais recentes estimativas do Executivo, que previa um défice orçamental de 0,1%. Em termos concretos, são 403,9 milhões de euros de excedente, escreve a RTP.

“Considerando valores para o ano terminado no trimestre, a capacidade de financiamento da economia passou de 0,6 por cento do PIB no 3º trimestre para 0,8 por cento no 4º trimestre de 2019”, lê-se no documento divulgado pelo INE.

Assim, segundo o INE, foi apresentando um “saldo positivo de 0,2 por cento do PIB no ano acabado no 4º trimestre de 2019, que compara com uma necessidade de financiamento de 0,1 por cento do PIB no trimestre anterior. Este resultado traduziu um aumento da receita superior ao da despesa, com variações de 0,8 por cento e 0,2 por cento, respetivamente”.

De acordo com a TSF, a administração central teve um défice de 3.278,6 milhões de euros; a administração local teve um superavit de 727,3 milhões; e a Segurança Social teve o melhor resultado: sobraram 2.955,2 milhões.

“Face às estimativas anteriores, os novos resultados determinaram uma revisão em alta de 0,2 pontos percentuais (p.p.) das taxas de variação do PIB em 2018, para 2,6% em volume e 4,3% em valor. Esta nova informação implicou também uma revisão em alta de 0,2 p.p. da variação em volume do PIB em 2019, divulgada na Estimativa Rápida para o 4º trimestre”, explica ainda o instituto.

O INE realça ainda que estes resultados não refletem ainda a situação atual causada pela pandemia de Covid-19.

A economia portuguesa está a ser alvo de um choque externo com consequências graves”, começou por dizer Mário Centeno, numa conferência de imprensa transmitida via Twitter. “Temos contudo algumas certezas: tudo faremos para voltar à normalidade e o país nunca esteve tão bem preparado para lidar com uma crise”.

Em relação ao excedente, Centeno disse que, “comparativamente com as outras economias da Europa ocidental, a economia portuguesa era a que mais crescia“.

“O fecho das contas de 2019 confirma o bom desempenho da economia e das contas externas. A economia cresceu 2,9%, pelo quarto ano consecutivo acima da média da zona euro”, disse, citado pela Sábado.

Na sua ótica, isto “demonstra a dinâmica que a economia portuguesa tinha e que foi agora abruptamente interrompida” pelo surto do novo coronavírus. Centeno reconhece ainda que a pandemia de Covid-19 terá “consequências graves”, não só em Portugal, mas em todo o mundo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas dão um importante passo na criação de uma Internet quântica segura

Uma nova investigação da Universidade de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos, revelou o elo que faltava para termos uma Internet quântica funcional e prática: uma forma de corrigir os …

Os pedregulhos de Bennu brilham como faróis para a Osiris-Rex da NASA

Este verão, a sonda OSIRIS-REx empreenderá a primeira tentativa da NASA de tocar a superfície de um asteroide, recolher uma amostra e recuar em segurança. Mas, desde que chegou ao asteroide Bennu há mais de …

Cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para futuros desastres

Especialistas ouvidos pelo portal One Zero acreditam que cidades subterrâneas podem ser um bom refúgio para populações que possam vir a enfrentar desastres naturais no futuro potenciados pelas alterações climáticas. À medida que os desastres naturais …

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …

Biblioteca virtual no Minecraft dá voz a jornalistas censurados de todo o mundo

Enquanto governos de todo o mundo reprimem a liberdade jornalística e censuram a sua imprensa nacional, a Reporters Without Borders está a trabalhar para chegar ao público através de um canal improvável: uma enorme biblioteca …

Há mais 19 mortos em Portugal. Número de casos confirmados perto dos 6.000

Portugal registou, este domingo, mais 19 mortes devido ao surto de covid-19. O número de casos confirmados é de 5.962, mais 792 em relação aos números de sábado. A Direção-Geral de Saúde revelou este domingo o …