Portugal ganha 8,3 milhões de euros com fim da empresa de diamantes em Angola

José Sena Goulão / Lusa

Panorâmica da baia de Luanda, Angola.

Ao cabo de um Século, Portugal deixa de estar ligado à exploração de diamantes em Angola, com a conclusão do processo de liquidação da Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE). Um desfecho que garante ao Estado português mais 8,3 milhões de euros.

A Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE), que se dedicava à exploração de diamantes em Angola, era detida em 81,14% pelo Estado português através da Parpública, a sociedade pública de gestão de participações sociais em empresas.

A liquidação da SPE assegura à Parpública um lucro adicional de 8,3 milhões de euros, conforme reporta o Público com base no relatório financeiro de 2018 que foi divulgado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) nesta semana.

O fecho das contas apontou para um saldo de liquidação de 10,2 milhões de euros, dos quais 8,3 milhões pertencem à Parpública. Os restantes são para distribuir por mais de 4000 pequenos accionistas, alguns dos quais não saberão sequer que têm direito ao dinheiro, sendo eventuais herdeiros de títulos da empresa.

O Público refere que há cerca de 600 mil euros por entregar. O valor ficará “à guarda do Tribunal Cível de Lisboa” até que os accionista o reclamem. O prazo para o efeito termina em 2023.

Quanto à Parpública, a empresa pública já tinha recebido, em 2017, um “dividendo extraordinário no montante de 62,5 milhões de euros” da SPE, após a venda ao Estado angolano, por parte da empresa liquidada, da participação que detinha na Sociedade Mineira do Lucapa.

Com a liquidação da SPE, termina a história de Portugal no envolvimento da exploração de diamantes em Angola, ao cabo de um Século de actividade nesse domínio.

A Parpública detém participações na TAP, na Galp e na Águas de Portugal, entre outras empresas, tendo registado, em 2018, lucros de 70,4 milhões de euros, um decréscimo de 55% face a 2017, quando recebeu 157,4 milhões de euros de dividendos.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Portugal ganha 8,3 milhões de euros com fim da empresa de diamantes em Angola: Será ganho ou perca? Se a empresa era deficitária poderá ser um ganho, se era lucrativa deixa de o ser para ser uma perca pois dali não virá mais lucro.

RESPONDER

Conquistadores espanhóis usaram técnicas indígenas para construir as suas armas

Um novo estudo concluiu que os invasores espanhóis foram obrigados a aprender com os indígenas da Mesoamérica sobre a produção de cobre. Descobertas arqueológicas em El Manchón, no México, apoiam a ideia de que invasores espanhóis, desesperados …

Açambarcamento de medicamentos por Portugal? "É um total absurdo", diz Infarmed

O Infarmed - Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde reagiu à acusação feita por uma organização belga, que dizia que Portugal está a fazer um armazenamento excessivo de medicamentos essenciais para o tratamento …

Descoberto âmbar com 40 milhões de anos com duas moscas a acasalar

Há 40 milhões de anos, no supercontinente Gonduana, duas moscas que se encontravam a acasalar viram-se, inesperadamente, numa situação complicada. De alguma forma, este par de moscas de pernas longas (Dolichopodidae) ficou preso na seiva pegajosa …

40 marinheiros do porta-aviões Charles de Gaulle com sintomas de covid-19

Quarenta marinheiros do porta-aviões francês Charles de Gaulle apresentaram recentemente "sintomas compatíveis" com os da infeção pelo novo coronavírus e estão sob "observação médica reforçada", anunciou o Ministério da Defesa. "A partir de hoje, uma equipa …

Medidas para as prisões, apoios às empresas, suspensão de tarifas. Parlamento discute mais de 100 iniciativas

Medidas excecionais para prisões e banca, mais apoios às empresas ou à cultura ou a suspensão de propinas e das tarifas de gás e luz são alguns dos temas que vão passar esta quarta-feira pelo …

Trump tem "interesse financeiro" em farmacêutica que produz hidroxicloroquina (a sua "cura" para a Covid-19)

Donald Trump falou da hidroxicloroquina como uma potencial "cura milagrosa" para a Covid-19, apesar das recomendações contrárias de especialistas e da falta de estudos científicos válidos que confirmem os benefícios da substância. O The New …

Restos de bombas atómicas revelam longa vida dos tubarões-baleia

Cientistas estão a determinar a esperança de vida do maior peixe dos oceanos com a ajuda de testes de bombas atómicas realizados durante a Guerra Fria, entre os anos 50 e 60. Em perigo de extinção, …

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …