Portugal ganha 8,3 milhões de euros com fim da empresa de diamantes em Angola

José Sena Goulão / Lusa

Panorâmica da baia de Luanda, Angola.

Ao cabo de um Século, Portugal deixa de estar ligado à exploração de diamantes em Angola, com a conclusão do processo de liquidação da Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE). Um desfecho que garante ao Estado português mais 8,3 milhões de euros.

A Sociedade Portuguesa de Empreendimentos (SPE), que se dedicava à exploração de diamantes em Angola, era detida em 81,14% pelo Estado português através da Parpública, a sociedade pública de gestão de participações sociais em empresas.

A liquidação da SPE assegura à Parpública um lucro adicional de 8,3 milhões de euros, conforme reporta o Público com base no relatório financeiro de 2018 que foi divulgado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) nesta semana.

O fecho das contas apontou para um saldo de liquidação de 10,2 milhões de euros, dos quais 8,3 milhões pertencem à Parpública. Os restantes são para distribuir por mais de 4000 pequenos accionistas, alguns dos quais não saberão sequer que têm direito ao dinheiro, sendo eventuais herdeiros de títulos da empresa.

O Público refere que há cerca de 600 mil euros por entregar. O valor ficará “à guarda do Tribunal Cível de Lisboa” até que os accionista o reclamem. O prazo para o efeito termina em 2023.

Quanto à Parpública, a empresa pública já tinha recebido, em 2017, um “dividendo extraordinário no montante de 62,5 milhões de euros” da SPE, após a venda ao Estado angolano, por parte da empresa liquidada, da participação que detinha na Sociedade Mineira do Lucapa.

Com a liquidação da SPE, termina a história de Portugal no envolvimento da exploração de diamantes em Angola, ao cabo de um Século de actividade nesse domínio.

A Parpública detém participações na TAP, na Galp e na Águas de Portugal, entre outras empresas, tendo registado, em 2018, lucros de 70,4 milhões de euros, um decréscimo de 55% face a 2017, quando recebeu 157,4 milhões de euros de dividendos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Portugal ganha 8,3 milhões de euros com fim da empresa de diamantes em Angola: Será ganho ou perca? Se a empresa era deficitária poderá ser um ganho, se era lucrativa deixa de o ser para ser uma perca pois dali não virá mais lucro.

RESPONDER

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …

Reino Unido quer reconhecer animais como seres com sentimentos

O Governo britânico anunciou um amplo plano de defesa dos animais que inclui medidas como o reconhecimento dos animais como seres com sentimentos, a proibição da exportação de animais vivos e da importação de troféus …

PAN rejeita "via verde" para o Governo (e admite travar próximo Orçamento "se necessário")

O PAN não pretende oferecer “uma via verde para o Governo fazer o que bem entender” e admite mesmo travar o Orçamento de Estado "se for necessário". As palavras são da presidente do Grupo Parlamentar do …

Bloco quer administração da RTP nomeada pela Assembleia da República

O Bloco de Esquerda fez várias propostas à revisão do contrato de concessão do serviço público de rádio e televisão. Do lado dos trabalhadores da RTP, a proposta foi arrasada. O Governo colocou em consulta pública, …

Decisão da insolvência da Groundforce pode demorar dois meses. Salários de maio em risco

Os salários de maio de 2400 trabalhadores da Groundforce devem ser pagos dentro de duas semanas, mas é grande a probabilidade de que isso não aconteça, à semelhança do que ocorreu em fevereiro, elevando as …

Pedro Nuno Santos garante que investimento público em redes de nova geração vai avançar

Pedro Nuno Santos garantiu, na quinta-feira, que o “investimento público” em redes de comunicações eletrónicas “vai avançar”, de forma a levar conectividade às regiões do país onde as redes das operadoras privadas não chegam. O ministro …