Portugal e Brasil garantem o pernil para o Natal dos venezuelanos

ulterior epicure / FLicnr

As autoridades da Venezuela destacaram este sábado a contribuição de Portugal e do Brasil para assegurar que produtos, como o pernil de porco, que são tradicionalmente consumidos pelos venezuelanos durante o Natal, estejam disponíveis no país.

“Já foram encomendadas 11 mil toneladas de pernil, ao Brasil e a Portugal. Está garantido este alimento para todos os venezuelanos, na época natalícia”, disse o vice-presidente da agência venezuelana de Segurança e Soberania Alimentar, Yván Gil.

Fontes consultadas pela Agência Lusa dão conta de que em junho deste ano foi assinado um acordo no valor de 25,9 milhões de euros entre o Governo da Venezuela e a empresa portuguesa da indústria agroalimentar ‘Iguarivarius’ para o fornecimento de sete mil toneladas de pernil de porco congelado, que deverá chegar a Caracas nas próximas semanas.

Yván Gil disse hoje que o pernil importado de Portugal e do Brasil vai suprir as necessidades do Estado venezuelano para programas sociais de alimentação e vai ser distribuído através dos estabelecimentos da rede estatal de distribuição de alimentos.

A Venezuela, país rico em petróleo, enfrenta faltas recorrentes de bens de primeira necessidade, que têm provocado agitação social e já levaram o governo a assumir o controlo de supermercados e empresas de distribuição.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nova Zelândia quer tornar a próxima geração completamente não fumadora

A Nova Zelândia anunciou um conjunto de propostas que visam banir os cigarros entre a próxima geração e aproximar o país da sua meta de ser livre de fumo até 2025. Desta forma, o Governo pretende …

Porto lança cartão da cidade para munícipes. Vantagens incluem descontos na cultura

O cartão foi lançado no dia 5 de abril e permite que os utilizadores tenham acesso a descontos em museus, teatros, piscinas e utilização gratuita do elevador dos Guindais. Destina-se aos moradores da cidade e …

Afinal, o SEF ainda não foi extinto. Governo vai publicar decreto-lei

Afinal, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) ainda não foi extinto. Segundo o Ministério da Administração Interna, o Governo vai "aprovar por decreto-lei a orgânica do novo serviço público [SEA] e as novas competências …

Mais quatro mortes e 553 casos nas últimas 24 horas

De acordo com a Direção-Geral da Saúde, Portugal registou nas últimas 24 horas 553 novos casos de covid-19 e quatro mortes associadas à doença. Portugal regista hoje mais quatro mortes relacionadas com a covid-19, 553 novos …

Familiares das vítimas do voo MH-17 na Ucrânia vão pedir indemnizações

Uma das advogadas das vítimas do voo MH-17 da Malaysia Airlines anunciou que 290 familiares apresentaram pedido de indemnização contra os quatro suspeitos do acidente. Uma advogada das vítimas do derrube do voo da Malasya Airlines …

1.º de Maio. CGTP duplica lotação, UGT festeja online com ex-ministros socialistas

As centrais sindicais voltam a estar divididas quanto às comemorações do 1.º de Maio. A CGTP vai organizar dois desfiles e duplicar a concentração na Alameda Dom Afonso Henriques; a UGT cancelou qualquer iniciativa presencial …

"Vice" da bancada do PS contestado por pedir autocrítica do partido sobre Sócrates

Pedro Delgado Alves defendeu que o PS deveria refletir sobre a ação de José Sócrates. O deputado foi contestado por outros dirigentes do grupo parlamentar, nomeadamente Ana Catarina Mendes, que reagiu de forma dura à …

Japão responde à China e garante que derrame de Fukushima será seguro

O vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, reafirmou esta sexta-feira, em resposta às críticas da China, que a descarga da central nuclear de Fukushima aprovada pelas autoridades japonesas estará dentro dos limites de segurança da água potável. "Estou …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

João Leão afasta criação de imposto de solidariedade para pagar crise pandémica

O ministro das Finanças, João Leão, argumenta que a criação de um imposto de solidariedade para pagar a crise pandémica não ajudaria nem seria benéfica. Em entrevista ao semanário Expresso, o ministro das Finanças, João Leão, …