Compras dos venezuelanos controladas no supermercado pelas impressões digitais

Jacob Dillon, USDoD / Wikimedia

-

As autoridades venezuelanas anunciaram esta quarta feira que vão empregar um sistema de controlo biométrico nos supermercados públicos e privados para controlar compras recorrentes do mesmo produto pelo mesmo cliente e combater o contrabando.

O anúncio foi feito pelo responsável de Preços Justos, Andrés Eloy Méndez, e o sistema deverá estar em funcionamento até ao final do ano, servindo ainda para combater a economia informal.

“Trata-se de estabelecer os parâmetros necessários, não só no sistema privado de alimentação, mas também no público. Assim protegeremos as famílias que fazem as suas compras normais. Na medida em que transcorra o tempo de funcionamento vamos ter as prateleiras mais cheias”, disse.

O sistema biométrico terá caraterísticas semelhantes às do programa Sistema de Abastecimento Seguro (SAS), que o Governo venezuelano desenvolveu nas redes públicas de distribuição de alimentos e que, segundo várias fontes, consiste na atribuição de um cartão numerado com os dados do cliente e que estará associado às suas impressões digitais.

O SAS é atualmente executado pelas redes estatais de supermercados Pdval, Mercal e Bicentenário, em localidades próximas da fronteira Colômbia-Venezuela onde, segundo as autoridades, se registam os maiores índices de contrabando.

Segundo Andrés Eloy Méndez, os donos dos supermercados privados do país já foram informados da decisão governamental, estando as autoridades a recolher dados sobres os padrões de consumo dos venezuelanos para planificar os sistemas de distribuição e abastecimento de produtos.

A entrada em vigor do sistema biométrico ocorre numa ocasião em que os venezuelanos se queixam da falta de produtos básicos nos supermercados.

Combate ao contrabando

No passado dia 11, a Venezuela enviou pelo menos 17.000 militares para a fronteira com a Colômbia, como uma de várias medidas para combater o contrabando de produtos básicos e de combustível, que gera prejuízos nos dois países.

O envio dos militares ocorreu horas antes de a Venezuela encerrar, pela primeira vez, a fronteira entre ambos países, para combater o contrabando de produtos, o que é contestado pelas autoridades colombianas.

O encerramento terá lugar durante 30 dias, durante o período da noite, entre as 22:00 e as 05:00 (entre as 03:30 e as 10:30 em Lisboa).

Segundo o governo venezuelano, os presidentes da Venezuela e da Colômbia, Nicolás Maduro e Juan Manuel Santos, respetivamente, debateram a questão do contrabando numa reunião no passado dia 01 em Cartagena, na Colômbia.

Na ocasião, os dois dirigentes concordaram em lutar contra o contrabando e em criar centros de comando e de controlo partilhado ao longo dos mais de 2.200 quilómetros de fronteira comum.

Com as maiores reservas de petróleo do mundo, a Venezuela é o país com a gasolina mais barata, em que um depósito de um veículo atestado custa menos do que uma garrafa de água.

Em Caracas um litro de gasolina custa o equivalente a 0,02 dólares (0,014 euros) e na Colômbia 1,18 dólares (0,88 euros).

De acordo com o governo venezuelano, o contrabando na fronteira faz sair do país 40% de bens essenciais e 100.000 barris de petróleo por dia, gerando perdas anuais de 3,65 mil milhões de dólares.

A economia da Colômbia também sofre os efeitos desta economia paralela, devido à concorrência desleal dos produtos venezuelanos que entram no seu mercado.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …

Livros pró-democracia desapareceram das bibliotecas de Hong Kong

Livros escritos por importantes ativistas da democracia de Hong Kong começaram a desaparecer das bibliotecas da cidade, avança a agência noticiosa francesa AFP, citando registos online destes espaços. Os livros pró-democracia desapareceram das prateleiras da …

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …

Bolsonaro alarga veto para uso de máscaras no Brasil

Jair Bolsonaro vetou, esta segunda-feira, a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões durante a pandemia, segundo informações divulgadas no Diário Oficial da União. A decisão do Presidente brasileiro incluiu também o fim da obrigatoriedade de …

Carruagens compradas pela CP à espanhola Renfe vão ter espaço para bicicletas

As 51 carruagens que a CP - Comboios de Portugal vai comprar à espanhola Renfe por 1,6 milhões de euros permitirão o transporte de bicicletas, revelou o ministro Pedro Nuno Santos, garantindo que serão gastos …

Crescimento "preocupante" de casos de covid-19 no Luxemburgo (e a "culpa" pode ser de portugueses e cabo-verdianos)

O Luxemburgo está a assistir, nas últimas semanas, a um crescimento significativo no número de novas infecções por covid-19. A ministra da Saúde fala numa subida "preocupante". Muitas destas novas infecções são entre portugueses e …