Há mais 278 mortes e 13.200 pessoas infetadas. Média de casos diários é mais do dobro do que no início da pandemia

Caroline Blumberg / EPA

Portugal registou esta sexta-feira 13.200 novos casos de infeção por covid-19 e mais 278 mortes, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas últimas 24 horas foram reportados 13.200 novos casos positivos de covid-19 e 278 óbitos, uma ligeira descida relativamente ao dia anterior.

Relativamente aos casos positivos, a região Lisboa e Vale do Tejo (+7.123) é onde se verifica o maior aumento, seguindo-se a região Norte (+3.198) e o Centro (+1.842). O Alentejo regista, esta sexta-feira, mais 486 casos de infeção e o Algarve mais 381. A Madeira contabiliza 105 novos casos positivos e os Açores 65.



O maior número de óbitos foi registado também na região de Lisboa e Vale do Tejo (+137), seguida do Norte (+70) e do Centro (+53). A região do Alentejo e do Algarve registaram 14 e 3 mortes, respetivamente. Na região autónoma da Madeira registou-se uma morte por covid-19 e na região autónoma dos Açores nenhum óbito foi reportado.

Nas últimas 24 horas, foram internadas mais 62 pessoas (num total de 6.627) e encontram-se 806 doentes em Unidades de Cuidados Intensivos (+24). Nunca houve tantos doentes internados com covid-19 nos hospitais, nem nos Cuidados Intensivos.

Há, neste momento, 181.811 casos ativos em Portugal e mais 11.187 pessoas recuperadas da doença (num total de 504.886).

Portugal atingiu o número recorde de novos casos na sexta-feira passada (+15.333) e o número máximo de mortes aconteceu esta quarta-feira, com 293 óbitos por covid-19 registados.

O país regista assim 698.583 casos de infeção desde o início da pandemia.

Média de novos casos diários é mais do dobro

Apesar da ligeira diminuição do número de infetados e de óbitos entre ontem e hoje, a média de novos casos diários de covid-19 na última semana foi mais do dobro do que se verificou em Portugal no início da pandemia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

No dia 27 de janeiro foi registado um total de 90.234 casos contabilizados nos sete dias anteriores, com uma média diária de 12.891 casos, muito acima dos meses de março e abril de 2020, em que o máximo de média diária de novos casos foi 5.618.

Desde 28 de dezembro que o aumento de novos casos confirmados a sete dias tem sofrido “um aumento exponencial”, à semelhança do que aconteceu em março passado, quando foram detetados os primeiros casos de contágio, e em outubro, quando se verificou um novo pico.

Sofia Teixeira Santos, ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto significa que nada está a ser feito para travar esta situação epidemiológica. Os profissionais de saúde andam a lixar-se e a morrer, só para conseguirem salvar quem fica infetado, e aqueles “abutres” que não usam máscara, que não respeitam o distanciamento social, e que organizam festas ilegais – orgias, por exemplo -, não têm racionalidade suficiente para perceber que a regra é FICAR EM CASA, nem que nunca deixará de o ser. E ainda julgam que as vacinas vão acabar com esta pandemia altamente mortífera? Parte de cada um de nós a responsabilidade e o “querer fazer as coisas certas”.
    O vírus não é uma simples constipação. É muito mais do que isso. Destruiu empresas, cooperações, pequenos, médios ou grandes negócios, e não me parece que o governo esteja muito nessa linha de fornecer certos materiais para que os portugueses consigam alcançar condições dignas de trabalho. Claro que precisamos de sair, de passear na rua, de ver o mar – de vez em quando -, porém, até isto passar, é preciso um órgão político, ou alguém suficientemente esperto apoiar todos os setores, para que o confinamento não acabe de vez com quem só quer um meio de subsistência.

RESPONDER

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …