/

Covid-19. Portugal regista mais 14 mortes: o número mais alto em mais de quatro meses

2

Manuel de Almeida / Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido (E), acompanhada da Coordenadora do Inquérito Serológico Nacional Covid-19, Ana Paula Rodrigues (D).

Portugal contabiliza hoje mais 14 mortes e 427 novos casos positivos de covid-19. Assim, desde o início da pandemia, registam-se 2.032 mortes e 80.312 infetados.

Os dados revelados esta terça-feira no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que as últimas 24 horas foram as mais mortíferas dos últimos quatro meses. Desde 1 de junho que Portugal não contabilizava um número de óbitos tão elevado como o de hoje.

Enquanto a região Norte foi a registou mais novos casos positivos, com mais 213 infeções, foi na região de Lisboa e Vale do Tejo em que houve um maior número de mortes, mais precisamente dez óbitos. Lisboa e Vale do Tejo soma agora um total de 40.731 casos confirmados de covid-19 e 806 mortos. O Norte tem agora 29.113 casos confirmados e 899 óbitos.

A taxa de letalidade global do país é hoje de 2,53%, subindo aos 13,2% no caso das pessoas com mais de 70 anos, realça o Diário de Notícias.

Nas últimas 24 horas, duas pessoas saíram dos cuidados intensivos, estando agora um total de 104 pacientes nestas unidades. Por sua vez, o número de internamentos aumentou para 732, mais 31 do que na segunda-feira.

Há, neste momento, 27.568 pacientes ativos a ser acompanhados pelas autoridades de saúde, mais 155 do que ontem.

  ZAP //

2 Comments

  1. VAMOS TODOS MORRER … áh, não, é só a porcaria do covid.

    Alguém sabe de uma base de dados onde se possa ver os óbitos por ano/mês dos últimos 3 ou 4 anos ?
    Estava interessado em perceber, realmente a gravidade do bicho esse que leva com as culpas de tudo.

    • Caro Paulo L. O “bicho, culpado de tudo” como afirma o Sr., não é evidentemente culpado de todos os males. O problema é que faz parte do leque de doenças para as quais não existe a Data actual algum meio eficaz de o travar. “Vamos todos morrer”, disso não tenha duvida, com Covid ou sem, mais tarde ou mais cedo. Entretanto tenha calma, e faça o possível para se proteger e proteger os outros !

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.