Câmara do Porto recusa hastear bandeira LGBT no dia contra a homofobia

Ana Gasston / Flickr

Edifício da Câmara Municipal do Porto, na Avenida dos Aliados

A Câmara Municipal do Porto recusou hastear a bandeira LGBTI+ na próxima segunda-feira, dia 17 de Maio, data em que se assinala o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia.

Segundo o Público, a autarquia justifica a decisão, garantindo que “não tem como prática hastear bandeiras, para além das protocolares” no edifício dos Paços do Concelho, a mesma razão dada à associação que fez o pedido para esta iniciativa.

Em comunicado, o Conselho Consultivo para as questões LGBTI (CCLGBTI) acusa a autarquia de “falta de sensibilidade”, e alerta que várias outras cidades portuguesas adotam a prática neste dia.

No documento pode ler-se: “o CCLGBTI lamenta esta falta de sensibilidade por parte do executivo portuense e, em particular do seu presidente, Dr. Rui Moreira, tanto mais que vemos assim cavar-se um fosso para tantas outras cidades portuguesas (…) que têm vindo a aderir a esta jornada tão carregada de significado que é o assinalar do dia 17 de Maio”, escreve o conselho consultivo.

O Público escreve que o pedido para hastear a bandeira na próxima segunda-feira partiu do núcleo portuense da associação AMPLOS.

Ana Maria Jorge, da comissão de coordenação, referiu ao jornal que a organização decidiu fazer uma fundamentação ainda maior no pedido, depois dos insucessos em outras ocasiões.

Na justificação enviada à organização, a autarquia portuense invoca um artigo do Código Regulamentar do Município do Porto, o D-1/2.º, nº 2, que dita a necessidade de licenciamento de “todas as demais ocupações do espaço público” que não correspondam “à sua normal utilização”. Como a bandeira arco-íris não é símbolo protocolar, a câmara considera necessário um licenciamento específico para esta ocasião.

No entanto, a justificação não caiu bem junto da AMPLOS, que considera que içar a bandeira LGBTI+ passaria aos portuenses uma mensagem de inclusão.

Para a próxima segunda-feira, dia 17 de maio, o CCLGBTI marcou uma concentração junto ao edifício da Câmara Municipal do Porto pelas 13h.

ZAP //

PARTILHAR

19 COMENTÁRIOS

  1. Içar uma bandeira como a referida num espaço público, tentando criar maior inclusividade dos munícipes seria contra as leis da própria natureza, uma falta de respeito e um incentivo para que quem não é dessa tendência se torne.
    Guardem a bandeira e esperem pela islamização da europa, para a qual inconscientemente estão a contribuir, para depois fazerem esse pedido a um qualquer Sheik que vos escravize e vos tome posse das damas.

  2. “a autarquia justifica a decisão, garantindo que “não tem como prática hastear bandeiras, para além das protocolares” no edifício dos Paços do Concelho”
    Muito bem!

  3. Faz a Câmara do Porto muito bem! As opções sexuais a cada um diz respeito. Os outros não têm nada a ver com isso e muito menos que apoiar. Deixem as pessoas em paz, já começam a chatear muito. De tanto quererem ainda vão acabar novamente no armário.

  4. Não se trata de “opções”, mas sim de “orientação” sexual. Os dois termos NÃO SÃO semelhantes. É com estas notícias que se percebe a enorme quantidade de gente racista que existe em Portugal.

  5. Alguns destes comentários são completamente estúpidos, e revelam a falta de respeito e de cultura por parte de milhões de pessoas. A comunidade LGBT é um orgulho, e merece ser bem celebrada e RESPEITADA.

RESPONDER

Petição por manuais gratuitos para todos os alunos entregue esta segunda-feira no Parlamento

Uma petição pública pelo alargamento da gratuitidade dos manuais escolares a todos os alunos do ensino obrigatório, passando a incluir o setor privado, é entregue esta segunda-feira no parlamento para ser discutida em plenário. Dezenas de …

PAN e o Livre juntam-se ao PS em coligação inédita à Câmara de Cascais

Numa aposta inédita, o PAN e o Livre juntaram-se à candidatura de Alexandre Faria, presidente do Estoril Praia e candidato do PS à Câmara de Cascais, para tentar recuperar uma autarquia liderada pelo PSD/CDS há …

Reino Unido adia desconfinamento por um mês

Esta segunda-feira, em conferência de imprensa, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou que o desconfinamento no Reino Unido vai ser adiado de 21 de junho para 21 de julho. No Reino Unido, o desconfinamento vai ser …

Costa responde a Marcelo: "Ninguém pode garantir" que não voltamos atrás

Esta segunda-feira, António Costa disse que "ninguém" pode assegurar que não vai ser preciso voltar atrás no desconfinamento. Nem mesmo o Presidente da República. Questionado pelos jornalistas sobre a convicção de Marcelo Rebelo de Sousa sobre …

Costa falou com Pedro Nuno Santos e Ana Catarina Mendes para evitar escalada de tensão no PS

O congresso dos socialistas está agendado para 10 e 11 de julho e António Costa quer evitar uma discussão sobre a sua sucessão. A estratégia passa por acalmar o clima entre o ministro Pedro Nuno …

Face Oculta. Sobrinho de Manuel Godinho entregou-se às autoridades para cumprir pena de prisão

O sobrinho do sucateiro Manuel Godinho deu entrada no Estabelecimento Prisional do Porto para cumprir a pena de quatro anos e cinco meses de prisão a que foi condenado no âmbito do processo Face Oculta, …

Fundos internacionais lesados do BES ameaçam boicotar recuperação europeia

Um grupo de investidores institucionais internacionais coordenado pelo fundo Attestor Capital, lesados em 2000 milhões de euros no caso BES, quer que a Comissão Europeia resolva o caso, sob pena de não financiarem a recuperação …

Candidato do PS a Viseu internado nos cuidados intensivos

João Azevedo, o candidato que vai encabeçar a lista do PS à Câmara de Viseu, está internado nos cuidados intensivos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu. João Azevedo está internado nos cuidados intensivos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu. O …

Comunidade ucraniana pondera queixa-crime contra Câmara de Lisboa

No final da semana passada, a Associação dos Ucranianos em Portugal enviou um email ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, a exigir que a autarquia lhe dê garantias de que os dados …

Maiores de 40 anos vão poder agendar vacinação ainda esta segunda-feira

Os cidadãos com mais de 40 anos vão poder fazer o auto-agendamento para serem vacinados contra a covid-19 ainda esta segunda-feira. O auto-agendamento da vacina contra a covid-19 vai estar disponível a partir desta segunda-feira para …