Porto lança cartão da cidade para munícipes. Vantagens incluem descontos na cultura

O cartão foi lançado no dia 5 de abril e permite que os utilizadores tenham acesso a descontos em museus, teatros, piscinas e utilização gratuita do elevador dos Guindais. Destina-se aos moradores da cidade e é gratuito.

De acordo com a autarquia, o cartão “pretende agregar serviços e benefícios de diversas áreas, facilitando a interação entre o Município do Porto e os seus munícipes”.

Em poucos dias, mais de cinco mil pessoas já aderiram ao cartão oferecido pela Câmara do Municipal do Porto.

A emissão é acessível a cidadãos singulares com domicílio fiscal e estudantes com quarto ou casa arrendada na cidade, podendo ser pedida também online. “Estamos muito satisfeitos com a adesão ao cartão, que está a superar as nossas expectativas iniciais”, refere Filipe Araújo, vice-presidente da CMP e vereador do pelouro da Inovação e Ambiente.

Em declarações ao DN, o responsável explicou que a iniciativa seguiu a “lógica da discriminação positiva”. “Pretendemos criar um cordão umbilical com o munícipe. É esta a relação que queremos construir. É algo que está no nosso programa deste mandato”, frisa.

O número dois da autarquia portuense adianta ainda que a iniciativa permitiu a “auscultação de várias entidades da cidade e envolveu vários intervenientes”, acrescentando ainda que este “é um cartão evolutivo, que vai procurando responder às necessidades dos munícipes. A partir de junho, o Cartão Porto passará a ser também um Cartão Andante 13.18, podendo ser utilizado nos transportes públicos”.

Filipe Araújo também acredita que o cartão irá “atrair um novo público”.

Para já, ainda é cedo para se poder fazer um balanço da criação do cartão e do expectável aumento de pessoas em teatros, museus ou piscinas, uma vez que muitos locais estão ainda fechados devido ao confinamento.

“Com as aberturas, acreditamos que teremos um crescimento nas adesões ao cartão. É muito cedo para saber o número de pessoas a usufruir, mas estou convicto de que, com aquilo que o cartão oferece, o número de adesões não pare de crescer. Com pouca comunicação, já temos mais de 5 mil adesões”, conclui Filipe Araújo.

No site da autarquia, podem ser descarregados ou preenchidos vários formulários, não sendo necessária a presença do cidadão.

A adesão poderá ainda ser feita “presencialmente”, no Gabinete do Munícipe, nas bibliotecas municipais do Porto, no Teatro Municipal do Porto – Rivoli e nas piscinas municipais.

Segundo Rui Moreira, autarca da cidade, há apenas uma barreira para o cartão Porto: a associação a privados. “Não estamos a fazer nenhuma ligação a descontos comerciais. Isso não o fazemos“, esclareceu.

O cartão dá acesso a descontos e vantagens nas bibliotecas municipais, piscinas municipais, teatros, entrada gratuita em todas as estações do Museu da Cidade, desconto de 50% em todas as atividades organizadas pelos serviços culturais, desconto entre 10 e 20% em produtos e publicações culturais, visita gratuita aos Paços do Concelho, utilização gratuita do elevador dos Guindais, acesso prioritário aos créditos de inscrição em atividades, workshops e oficinas dos serviços de educação ambiental, desconto de 50% no aparcamento de bicicletas no Parque da Cidade, desconto de 50% na entrada no Pavilhão da Água, avisos via SMS.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Robôs "burros" trabalham em conjunto para realizar tarefas complexas

Uma nova pesquisa mostra que, ao mesmo tempo que aumentam as interações magnéticas, um enxame de robôs dispersos, chamados BOBbots, pode reunir-se em aglomerados compactos para realizar tarefas complexas. Fazer com que um enxame de robôs …

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …