Uma ponte de salvação. A pintura serviu de terapia para Goya

Vicente López y Portaña (1772–1850)

Retrato de Goya pintado por Vicente López y Portaña (1772–1850) exposto no Museu Nacional do Prado, Espanha.

Especialistas acreditam que a evolução nada convencional da obra do pintor espanhol Francisco de Goya (1746-1828) reflete a sua vida atribulada, marcada por tragédias familiares, bem como por doenças sobre as quais não há consenso. 

O Museu do Prado, em Madrid, conta, citado pela Europa Press, que em meados de 1819, Goya, que era pintor da corte de Fernando VII, comprou uma casa de campo, conhecida como La Quinta del Sordo, na outra margem do rio Manzanares, na capital espanhola.

Até então, as suas pinturas eram na sua grande maioria joviais, coloridas, retratando situações do dia-a-dia, mas o artista acabou por sofrer de uma doença grave.



Quando recuperou, continua a agência espanhola, encheu as paredes da sua casa com outro tipo de pinturas, numa coleção batizada de “Pinturas Negras”, em que retratava o tempo e a morte, o destino e o mal humano, utilizando escuras e imagens macabras.

Estas mesmas obras estão agora nas paredes da galeria de arte espanhola.

Andrés Rebollo, médico residente do terceiro ano de Psiquiatria do Hospital Ramón y Cajal, em Madrid, fez uma apresentação no XXIII Congresso Nacional de Psiquiatria sobre a forma como Goya utilizou a pintura como terapia na sua vida, frisando que há várias teorias sobre este tema que está ainda longe de ser consensual.

“Há várias teorias sobre como é que a pintura serviu de ponte de salvação para Goya face às diversidades da sua vida. [O pintor] perdeu quatro dos seus cinco filhos, além da esposa. Ficou viúvo e adoeceu várias vezes, não se sabendo ainda exatamente de que doença padeceu. Além disso, viveu no tempo da guerra e trabalhou muito para ver o seu trabalho reconhecido, ficando totalmente surdo ao mesmo tempo”, disse o especialista.

Rebollo, de 27 anos, diz estudar este tema à luz da psiquiatria por considerar que há ainda “muito a dizer (…) sobre a evolução artística do pintor espanhol e sobre a forma como a pintura pode tê-lo ajudado numa vida tão traumática e complexa como foi a sua”.

“Existem muitas teorias sobre se Goya sofria de alguma doença mental, bipolaridade, ou outro problema psiquiátrico que justificou as ‘Pinturas Negras’, um trabalho muito marcante e chocante relativamente à sua atividade [artística] anterior”, continuou.

“[Goya] não sofreu de uma doença mental grave, mas era um génio sem precedentes e com uma capacidade de introspeção brutal, o que lhe permitiu captar nas suas pinturas a morte, a vida após a morte e todo o psiquismo daquele homem”, remata.

Sara Silva Alves, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Liveblog Autárquicas. Poderá ser "a primeira vez que um partido ganha três vezes seguidas"

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Alemanha: Sociais-democratas reclamam vitória (com "desastre" para os conservadores)

Os sociais-democratas SPD reivindicaram hoje vitória nas eleições parlamentares alemãs, numa altura em que os conservadores da CDU, força política de Angela Merkel, se aproximam de uma votação mínima histórica, de acordo com as primeiras …

Em 2018, cientistas de Wuhan terão planeado infetar morcegos com coronavírus

Em 2018, um grupo de cientistas da cidade chinesa de Wuhan, onde foi registado o primeiro caso de covid-19, estaria a planear infetar, com coronavírus modificados, morcegos que vivem em cavernas. Os cientistas terão pedido 14 …

Este batom foi lançado em 1971, mas está esgotado - e é mais uma prova do impacto económico do TikTok

O Black Honey da Clinique é o mais recente produto de maquilhagem a bombar no TikTok. Muitas marcas estão a notar o poder económico que em ser viral na aplicação e estão a tentar promover …

Portugal regista mais duas mortes e 599 casos de covid-19

Nas últimas 24 horas registaram-se mais duas mortes e 599 novos casos de covid-19 em Portugal, de acordo com o boletim epidemiológico da DGS. Portugal regista hoje duas mortes atribuídas à covid-19, assim como 599 novos …

Em 2021, Sochi voltou a ser Sochi e em Sochi ganha a Mercedes – com recorde histórico para Hamilton

Lando Norris, o jovem piloto da Mclaren, vai sair da Rússia com um misto de sensações. No fim-de-semana em que conquista a primeira pole position da carreira, perde também, de forma dramática, a hipótese de …

As pessoas que comem mais gordura láctea têm menor risco de doença cardíaca

As pessoas que fazem uma dieta com maior teor de gordura láctea têm um menor risco de desenvolver doenças cardiovasculares, revela um novo estudo. Uma equipa internacional de cientistas estudou o consumo de gordura láctea de …

Alaphilippe revalida título de campeão mundial de fundo

O francês Julian Alaphilippe revalidou neste domingo o título de campeão mundial de fundo, ao cortar isolado a meta no final da “prova rainha” dos Mundiais de ciclismo de estrada, que decorreram na região belga …

Do céu ao inferno. Adeptos do Palmeiras chamam "arrogante" a Abel Ferreira

O Palmeiras perdeu e está cada vez mais longe da liderança do Brasileirão. Os adeptos estão insatisfeitos com as exibições e chamaram "arrogante" a Abel Ferreira. O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, perdeu na deslocação …

Mesmo depois da morte de Ihor, centro do aeroporto ainda tem videovigilância "muito limitada"

Um ano e meio após a morte de Ihor Homeniuk, o centro de instalação temporária do aeroporto de Lisboa (CIT) continua sem cobertura total de câmaras de videovigilância em zonas comuns. A situação atual distancia-se daquilo …