Polónia recua na decisão de abandonar tratado contra violência sobre mulheres

senatrp / Flickr

Zbigniew Ziobro, ministro da Justiça polaco

A Polónia pode, afinal, manter-se na Convenção de Istambul. O partido no poder desautorizou o ministro que anunciou esta decisão, depois do desagrado manifestado pelas instituições europeias.

Apesar de o ministro da Justiça polaco, Zbigniew Ziobro, ter anunciado, este fim-de-semana, que ia formalizar a saída da Convenção de Istambul, um tratado europeu para prevenção e combate à violência contra as mulheres, isso poderá, afinal, não acontecer.

De acordo com o jornal Público, o partido no poder Partido Lei e Justiça (PiS) desautorizou o ministro em público, dizendo que ainda não foi tomada nenhuma decisão.

Não foram tomadas decisões. Esta não é a nossa posição comum. O ministro tem uma ideia. Se a submeter, vamos analisá-la”, disse à agência Reuters Anita Czerwinska, porta-voz do PiS.

Segundo o semanário Expresso, para passar a legislação, a proposta avançada por Ziobro teria de ser levada ao Parlamento e assinada, depois, pelo Presidente polaco recentemente eleito, Andrezj Duda.

Segundo o Público, este recuo terá acontecido por causa da pressão e do desagrado exercidos pelas instituições europeias, nomeadamente a Comissão Europeia. Um porta-voz do executivo comunitário lamentou que “uma questão tão importante tenha sido deturpada por argumentos enganadores de alguns Estados membros”.

“Abandonar a Convenção de Istambul seria muito lamentável e um enorme passo atrás na proteção das mulheres na Europa”, disse também Marija Pejcinovic Buric, secretária-geral do Conselho da Europa.

Ziobro disse, no domingo, que o documento é “nocivo” porque exige que as escolas ensinem às crianças sobre o género, pelo que viola os direitos dos pais e “contém elementos de natureza ideológica”.

No passado, o ministro já tinha tecido críticas ao conteúdo do tratado, chamando-lhe “uma invenção e criação feminista cujo objetivo é justificar a ideologia gay“.

O tratado europeu foi ratificado por 45 países e pela União Europeia, sendo considerado o primeiro instrumento legal vinculativo que enquadra e obriga à prevenção e combate coordenado dos países contra a violência sobre mulheres, que pode abranger da violação conjugal à mutilação genital feminina.

A Polónia assinou a Convenção de Istambul em 2012 e ratificou-a em 2015, pouco antes de o Partido Lei e Justiça chegar ao poder com maioria.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Emmys 2020: "Succession" é a série do ano, "Schitt’s Creek" e "Watchmen" em destaque

A segunda temporada de “Succession”, da HBO, venceu esta madrugada o prémio de Melhor Série Dramática na 72.ª cerimónia dos prémios Emmy, que decorreu em Los Angeles, EUA, sem público por causa da pandemia. Centrada em …

Aulas do 1.º ciclo em escola de Lisboa suspensas. Escola em Viseu fecha portas

As aulas do 1.º ciclo na escola pública das Laranjeiras, em Lisboa, foram suspensas, devido à falta de funcionários em número suficiente, já que um destes testou positivo para a covid-19. De acordo com o Agrupamento …

PCP de "espírito aberto" para conversações sobre OE, mas recusa "chantagens"

O PCP encara as conversações sobre o Orçamento do Estado de 2021 com “espírito aberto”, sem “linhas vermelhas ou azuis”, mas recusa “chantagens” e “pressões” do primeiro-ministro, disse este domingo o secretário-geral dos comunistas. Numa conferência …

Os dinossauros conquistaram o mundo após uma extinção em massa na Terra

Uma equipa internacional de cientistas identificou um evento anteriormente desconhecido de extinção massiva da vida na Terra que ocorreu há 223 milhões de anos e desencadeou a conquista do mundo pelos dinossauros. O estudo liderado por …

FinCEN Files. Isabel dos Santos e marido envolvidos em investigação aos maiores bancos mundiais

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo estão entre os clientes confidenciais de bancos que foram reportados às autoridades norte-americanas, segundo uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ). A empresária angolana Isabel dos Santos …

Alojamento local, hotéis e pousadas. Governo anuncia mais 4.500 camas para universitários

Acordos com hotéis e alojamentos locais vão reforçar a oferta de alojamento estudantil depois de uma perda de 15% dos lugares em residências. Hotéis, pousadas da juventude e unidades de alojamento local vão disponibilizar “mais 4.500 …

As girafas são tão altas que podem funcionar como um pára-raios fatal

A ideia de que a girafa pode funcionar como um pára-raios não é nova e já se sabe que estes animais já foram mortos por relâmpagos. Porém, agora, cientistas descreveram as circunstâncias em detalhe pela …

A Antártida está em perigo. "Glaciar do juízo final" está a derreter a um ritmo alarmante

Novas estudos deixam um alerta: A Antártica está a correr sérios perigos de desaparecer. Os cientistas já apelidaram o Thwaites - um glaciar do tamanho da Grã-Bretanha localizado no oeste do continente -  de "glaciar …

Revelada origem das galáxias mais "extremas"

Os astrónomos descobriram que a chave para entender as galáxias com tamanhos "extremos", pequenas ou grandes, pode estar nos seus arredores. Em dois estudos relacionados, uma equipa internacional descobriu que as galáxias que são "ultracompactas" ou …

Cientista sugere construir abrigos em Marte com polímeros de insetos e solo marciano

Um cientista da Universidade de Tecnologia e Design de Singapura desenvolveu uma tecnologia à base de quitina que poderia ser utilizada para produzir ferramentas e abrigos marcianos. Javier Fernandez e os seus colegas utilizaram substâncias químicas …