Polícia procura americano que matou vítima aleatória na rua em directo no Facebook

Steve Stephens / Facebook

Steve Stephens

Steve Stephens

A polícia de Cleveland, nos Estados Unidos, está à procura de um homem que matou a tiro uma vítima escolhida “aleatoriamente” na rua e transmitiu o crime ao vivo pelo Facebook.

O vídeo, de pouco menos de um minuto de duração, mostra o movimento de alguém dentro de um carro, que diz “vou matar este tipo agora“, desce do veículo e interpela um idoso que estava no passeio. Depois de um estampido, aparecem imagens de um corpo na rua, e a pessoa que segura a câmara volta ao veículo.

Identificado pela polícia como Steve Stephens, de 37 anos, o homem diz, num segundo vídeo, que já assassinou 13 pessoas e ainda queria matar outras. “Estou agora a trabalhar no meu 14º”, diz Stephens no vídeo.

O chefe da polícia local, Calvin Williams, confirmou a morte de Robert Godwin, de 74 anos, mas disse não ter conhecimento de outras vítimas. Williams adiantou que “diversos recursos” foram mobilizados na busca de Stephens e fez um apelo para que se entregasse “para receber a ajuda que precisa”.

Segundo a CNN, o FBI está a trabalhar em conjunto com a polícia local nas investigações.

“Não há motivo para mais derramamento de sangue. Precisamos de colocar um ponto final nisto hoje. Precisamos de tirar Stephens das ruas”, afirmou Williams, que acrescentou que o alvo do atacante parece ter sido escolhido aleatoriamente.

Stephens tem claramente um problema“, disse o chefe de polícia.

Robert Godwin Sr / Facebook

Robert Godwin, 74 anos (à direita)

Robert Godwin, 74 anos (à direita)

Segundo Williams, foi emitido um alerta “no Estado de Ohio e além” devido ao incidente “sem sentido”. O chefe da polícia pede que as pessoas não abordem o suspeito, que provavelmente está armado e é perigoso. Acredita-se que Stephens esteja a conduzir um veículo desportivo cor de creme ou branco. O suspeito é alto, com 1.91 m, e negro.

Facebook desmente transmissão ao vivo

Em comunicado, o Facebook adiantou que tem por norma auxiliar as autoridades em casos em que haja “ameaça clara à segurança”. A rede social classificou o ato como um “crime horrível” e acrescentou que “não permite este tipo de conteúdo” no site.

Entretanto, um porta-voz da rede social negou a versão inicial da polícia de que o assassinato tenha sido transmitido no Facebook Live. Segundo o porta-voz, Stevens usou o Facebook Live pelo menos uma vez no domingo, mas o vídeo foi gravado e publicado posteriormente.

Esta não é a primeira vez que um assassinato é publicado ou transmitido ao vivo no Facebook. Em junho do ano passado, um homem foi morto enquanto transmitia imagens de si próprio nas ruas de Chicago. Em março, um homem não identificado foi alvejado 16 vezes durante uma transmissão ao vivo na rede social.

A ferramenta Facebook Live, lançada em 2010, permite que qualquer pessoa com conta no Facebook faça transmissão de vídeo em tempo real.

ZAP // BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Apesar de não ser a favor da pena de morte na maioria das situações, para pessoas doentes como esta, a cura é a cadeira eléctrica.

RESPONDER

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …