Polícia britânica identifica dois atacantes do atentado de Londres

London Metropolitan Police / EPA

Khuram Shazad Butt (à esquerda) e Rachid Redouane (à direita)

Khuram Shazad Butt (à esquerda) e Rachid Redouane (à direita)

A polícia britânica revelou, esta segunda-feira, a identidade de dois dos três atacantes que perpetraram dois ataques terroristas no sábado à noite em Londres: Khuram Butt, de 27 anos, e Rachid Redouane, de 30 anos.

As autoridades continuam a investigar para identificar o terceiro elemento envolvido nos ataques ocorridos na London Bridge e junto à zona de animação noturna Borough Market.

Os ataques fizeram pelo menos 7 mortos e 48 feridos, dos quais 36 permaneciam hospitalizados. Os três atacantes seriam abatidos pelas forças policiais.

O comandante da unidade antiterrorista, Mark Rowley, precisou que Khuram Butt, um britânico de origem paquistanesa, era conhecido dos serviços de segurança, mas que não existiam elementos que sugerissem que o suspeito estaria a preparar um ataque.

Rachid Redouane, que teria nacionalidade marroquina e líbia, não estava assinalado pelos serviços de segurança, de acordo com o mesmo responsável. Utilizava outra identidade: Rachid Elkhdar, 25 anos.

A polícia referiu que os dois atacantes viviam no mesmo bairro, Barking, no leste de Londres, onde a polícia deteve várias pessoas nos últimos dias.

A identidade dos dois atacantes foi revelada quando estava a decorrer uma vigília em memória das vítimas dos ataques de sábado perto da zona da ponte London Bridge.

Segundo vários media britânicos, Khuram Butt participou no ano passado num documentário do canal Channel 4, intitulado “Os meus vizinhos ‘jihadistas'”, e chegou a trabalhar na rede pública de transportes londrinos TFL.

Os ataques de sábado na capital britânica foram reivindicados pelo Estado Islâmico.

// Lusa

RESPONDER

Marcelo "está atento", pede consequências e usará todos os poderes contra fragilidade do Estado

O Presidente da República advertiu esta terça-feira que usará todos os seus poderes contra a fragilidade do Estado que considerou existir face aos incêndios que mataram mais de 100 pessoas, e defendeu que se justifica …

#MeToo: a hashtag que está a mostrar a magnitude do assédio sexual

Mais de 200 mil pessoas já partilharam a hashtag "Me too" ("eu também" em inglês) para mostrar a magnitude do assédio sexual, um problema que tem feito correr muita tinta nos últimos dias devido às …

Leipzig vs Porto | Dragões sem asas para os alemães

FC Porto somou a sua segunda derrota nesta edição da Liga dos Campeões, ao perder, por 3-2, na deslocação ao terreno do Leipzig, com todos os golos a serem apontados na primeira parte. A equipa …

Falha de segurança ameaça redes Wi-Fi de todo o mundo

Uma falha descoberta no protocolo WPA2 coloca as redes Wi-Fi em perigo. O "ataque KRACKS" pode roubar informação como palavras-chave e números de cartões de crédito.  A mais recente ameaça tecnológica dá pelo nome de "ataque …

CDS-PP avança com moção de censura ao Governo

A presidente do CDS-PP anunciou, esta terça-feira, que o partido vai apresentar uma moção de censura ao Governo em resultado dos incêndios e devido à falha em "cumprir a função mais básica do Estado: proteger …

Cristiano Ronaldo rejeita acordo com fisco espanhol e volta a defender Jorge Mendes

Os advogados de Cristiano Ronaldo defendem que a atribuição ao jogador de uma fraude fiscal no valor 14,7 milhões de euros é "inconsistente" e sem fundamento. O jornal espanhol El Mundo avança a notícia depois de …

Forças da Síria anunciam conquista de Raqa, antiga capital do Daesh

As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por milícias curdas, anunciaram esta terça-feira que controlam totalmente a cidade de Al Raqa, mas sem confirmar o fim da presença do grupo extremista autodenominado …

Ministério da Saúde falseou tempos de espera nos hospitais

O Ministério da Saúde apagou pedidos antigos para falsear os tempos de espera no Serviço Nacional de Saúde (SNS). A conclusão é de uma auditoria realizada pelo Tribunal de Contas. De acordo com esta análise, divulgada …

Linha da EDP causou incêndio de Pedrógão Grande (e um segundo fogo nunca foi registado)

Um novo relatório, encomendado pelo Governo, conclui que o grande incêndio de Pedrógão Grande começou por causa de uma linha de média tensão da EDP que terá entrado em contacto com a vegetação. Essa circunstância …

Governo e sindicatos dos enfermeiros chegam a acordo

O Ministério da Saúde chegou, esta segunda-feira, a acordo com as estruturas sindicais representantes dos enfermeiros, anunciou o Governo em comunicado. "Após um período longo de negociações árduas com as estruturas sindicais, o Governo está em …