Polícia britânica à procura de três jovens que estarão nas fileiras jihadistas

Metropolitan Police

As três jovens britânicas desaparecidas: Shamima Begum, de 15 anos, Kadiza Sultana, de 17 anos, e uma terceira rapariga de 15 anos, cujo nome não foi divulgado a pedido da família.

A unidade antiterrorismo da polícia britânica lançou hoje um apelo para tentar encontrar três raparigas que terão possivelmente viajado para a Síria para integrar as fileiras “jihadistas”.

Richard Walton, chefe da unidade de antiterrorismo da polícia metropolitana britânica, afirmou que estas movimentações de jovens são “uma tendência crescente”, acrescentando estar “extremamente preocupado” com o bem-estar das raparigas.

A polícia britânica divulgou imagens de Shamima Begum, de 15 anos, Kadiza Sultana, de 17 anos, e de uma terceira rapariga de 15 anos, cujo nome não foi divulgado a pedido da família, que deixaram as suas casas em Londres na terça-feira e embarcaram num voo com destino à cidade turca de Istambul.

A polícia acredita que as três amigas, que frequentam uma instituição de ensino na zona leste de Londres, terão seguido o exemplo de um dos seus amigos, que fugiu em dezembro passado para ingressar no grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico.

“Existe claramente uma vaga de encorajamento por parte de vários grupos na Síria para atrair a atenção e seduzir jovens, tanto rapazes como raparigas”, afirmou Walton, em declarações à agência francesa AFP.

“Por definição, são os mais vulneráveis que estão a ser atraídos, mas estas raparigas não eram, obviamente, vulneráveis. Alguma coisa, em algum lugar, aconteceu para terem pensado que era uma boa ideia irem para a Síria“, reforçou.

As autoridades britânicas acreditam que as três raparigas terão recebido algum apoio para planear a viagem, mas não sabem a extensão desse mesmo apoio, como por exemplo se terão recebido apoio financeiro.

Um relatório lançado em finais de janeiro referiu que 550 mulheres ocidentais terão viajado para integrar as fileiras ‘jihadistas’ no Iraque e na Síria.

O documento, da responsabilidade do Instituto para o Diálogo Estratégico (ISD), com sede em Londres, indicou que as mulheres ocidentais que se juntam ao EI são atraídas pela mesma paixão ideológica que muitos dos homens recrutados e que devem ser vistas como “chefes de claque” potencialmente perigosas e não vítimas.

Estas mulheres viajam para o Iraque e Síria para se casar, serem donas-de-casa e ter filhos, mas também acabam por assumir outro papel de grande influência.

Apesar de serem impedidas de combater, muitas destas mulheres são ativas propagandistas da causa nas redes sociais, celebrando a brutal violência dos militantes do EI e agindo como sargentos recrutadores e mesmo encorajando ataques no estrangeiro, indica o relatório.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Nova aplicação deteta insuficiência cardíaca através da voz

Foi desenvolvida uma nova aplicação para smartphones que prevê a insuficiência cardíaca através da voz. A tecnologia baseia-se num dos sintomas mais comuns: a falta de ar. O sintoma mais comum da insuficiência cardíaca é a …

Atividade física ajuda a prevenir a perda de visão

Uma nova investigação sugere que o exercício físico pode ser um componente-chave na prevenção da perda de visão. Os benefícios da atividade física são cada vez mais conhecidos, mas há alguns que devem ser tidos em …

Dubai vai construir uma cidade marciana no deserto

O Dubai tem em mãos um projeto ambicioso: a construção de uma cidade marciana. O projeto foi apresentado por uma empresa sediada em Copenhaga e Nova Iorque e é uma parte do plano dos Emirados …

Coreia do Norte voltou a rejeitar negociações com os Estados Unidos

A Coreia do Norte disse, esta terça-feira, que não tenciona retomar o diálogo com os Estados Unidos, quando o vice-secretário de Estado norte-americano, Stephen Biegun, chegou à Coreia do Sul para discutir diplomacia nuclear. Num comunicado …

Construiu uma cadeira de rodas com bicicletas elétricas para a namorada. Agora, vai produzi-la em massa

Para Zack Nelson, construir esta  peça inovadora de engenharia foi "super divertido e surpreendentemente simples". Há cerca de um ano, Zack Nelson, o youtuber de tecnologia do canal JerryRigEverything, uniu duas bicicletas elétricas para criar uma …

A reeleição de Trump nunca esteve tão ameaçada. A culpa é do pessimismo dos americanos

A gestão do Presidente norte-americano face à pandemia e a perspetiva de uma crise económica ameaçam a reeleição de Donald Trump. Um estudo de opinião da Fundação Peter G Peterson para o The Financial Times indica …

Ministros da Indonésia promovem colar de eucalipto como cura para a covid-19

O ministro da Agricultura da Indonésia foi muito criticado por especialistas por alegar que um colar feito de eucalipto pode ajudar a impedir a transmissão da covid-19. Segundo o The Guardian, o ministro da Agricultura da …

SATA pede auxílio ao Estado no valor de 163 milhões de euros

A SATA, companhia aérea detida a 100% pela Região Autónoma dos Açores, precisa do valor até ao final do ano para pagar dívidas. A SATA pediu um auxílio ao Estado de 163 milhões de euros para …

Cortiça portuguesa usada em foguetões da Space X

A Corticeira Amorim forneceu a Space X, de Elon Musk, para componentes usados nos foguetões espaciais da empresa, adiantou o presidente da empresa, António Rios Amorim. "É o nosso maior cliente [deste segmento] neste momento desde …

Pandemia põe em risco mais de 40% dos empregos no Algarve

Além do Algarve, outros destinos turísticos europeus, como ilhas do sul da Grécia, Canárias e Baleares, estão também em risco. As regiões onde o turismo tem mais peso enfrentam um risco maior de destruição de emprego, …