Polícia britânica à procura de três jovens que estarão nas fileiras jihadistas

Metropolitan Police

As três jovens britânicas desaparecidas: Shamima Begum, de 15 anos, Kadiza Sultana, de 17 anos, e uma terceira rapariga de 15 anos, cujo nome não foi divulgado a pedido da família.

A unidade antiterrorismo da polícia britânica lançou hoje um apelo para tentar encontrar três raparigas que terão possivelmente viajado para a Síria para integrar as fileiras “jihadistas”.

Richard Walton, chefe da unidade de antiterrorismo da polícia metropolitana britânica, afirmou que estas movimentações de jovens são “uma tendência crescente”, acrescentando estar “extremamente preocupado” com o bem-estar das raparigas.

A polícia britânica divulgou imagens de Shamima Begum, de 15 anos, Kadiza Sultana, de 17 anos, e de uma terceira rapariga de 15 anos, cujo nome não foi divulgado a pedido da família, que deixaram as suas casas em Londres na terça-feira e embarcaram num voo com destino à cidade turca de Istambul.

A polícia acredita que as três amigas, que frequentam uma instituição de ensino na zona leste de Londres, terão seguido o exemplo de um dos seus amigos, que fugiu em dezembro passado para ingressar no grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico.

“Existe claramente uma vaga de encorajamento por parte de vários grupos na Síria para atrair a atenção e seduzir jovens, tanto rapazes como raparigas”, afirmou Walton, em declarações à agência francesa AFP.

“Por definição, são os mais vulneráveis que estão a ser atraídos, mas estas raparigas não eram, obviamente, vulneráveis. Alguma coisa, em algum lugar, aconteceu para terem pensado que era uma boa ideia irem para a Síria“, reforçou.

As autoridades britânicas acreditam que as três raparigas terão recebido algum apoio para planear a viagem, mas não sabem a extensão desse mesmo apoio, como por exemplo se terão recebido apoio financeiro.

Um relatório lançado em finais de janeiro referiu que 550 mulheres ocidentais terão viajado para integrar as fileiras ‘jihadistas’ no Iraque e na Síria.

O documento, da responsabilidade do Instituto para o Diálogo Estratégico (ISD), com sede em Londres, indicou que as mulheres ocidentais que se juntam ao EI são atraídas pela mesma paixão ideológica que muitos dos homens recrutados e que devem ser vistas como “chefes de claque” potencialmente perigosas e não vítimas.

Estas mulheres viajam para o Iraque e Síria para se casar, serem donas-de-casa e ter filhos, mas também acabam por assumir outro papel de grande influência.

Apesar de serem impedidas de combater, muitas destas mulheres são ativas propagandistas da causa nas redes sociais, celebrando a brutal violência dos militantes do EI e agindo como sargentos recrutadores e mesmo encorajando ataques no estrangeiro, indica o relatório.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Eis o primeiro enxame de (pequenos) buracos negros num aglomerado globular

Uma equipa de cientistas, que esperava encontrar um buraco negro de massa intermédia no coração do aglomerado globular NGC 6397, encontrou, em vez disso, evidências de uma concentração de buracos negros mais pequenos. Por vezes, na ciência, …

Ruth, a "humana digital" da Nestlé ensina como fazer as bolachas perfeitas

Graças à Inteligência Artificial, nasceu Ruth, um "humano digital" da Nestlé que interage connosco e nos ajuda a fazer as melhores bolachas com pepitas de chocolate. A internet é o maior livro de receitas a que …

“Ditador egoísta e despótico”. Margaret Tatcher comparou Saddam Hussein a Hitler após ataque ao Kuwait

Documentos do início da Guerra do Golfo revelam que a antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher comparou Saddam Hussein a Adolf Hitler após a invasão do Kuwait pelo ditador iraquiano. De acordo com os documentos anteriormente confidenciais …

Cientistas criam "televisão" ultravioleta para animais (que nos vai ajudar a entendê-los melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, desenvolveu uma "televisão" ultravioleta para ajudar os especialistas a entender melhor a forma como os animais veem o mundo. Os monitores de televisões ou computadores têm …

Watakano, a “ilha da prostituição” que teve o seu auge nos anos 80, está agora vazia

Conhecida como “ilha da prostituição”, Watakano já foi considera um pequeno paraíso sexual. No seu auge, do final dos anos 70 a meados dos anos 80, homens faziam um curta viagem de barco até ao …

Deputado norte-americano quer banir GTA 5 e outros jogos violentos. Tudo para diminuir roubos de carros

O deputado norte-americano Marcus Evans quer proibir a venda de videojogos violentos que promovam atividades criminosas, como o GTA 5, face ao aumento dos roubos de automóveis em Chicago e um pouco por todo o …

Estudante projetou um casaco que se transforma num saco-cama para os sem-abrigo. E deu-lhes um emprego

Nos Estados Unidos, há pelo menos 567.715 pessoas que vivem nas ruas. Embora há quem vire as costas a essas estas, também há quem esteja disposto a fazer tudo para ajudar os necessitados e tirá-los …

Um livro e uma reclusa-mediterrânica. Aranhas venenosas obrigam a encerramento temporário de biblioteca nos EUA

Aranhas venenosas da espécie reclusa-mediterrânica apareceram na cave de uma biblioteca na Universidade do Michigan, nos Estados Unidos. Os funcionários de uma biblioteca da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, foram obrigados a encerrar temporariamente o …

Bolsonaro diz que máscaras causam "efeitos colaterais"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que as máscaras causam "efeitos colaterais" e citou um alegado estudo alemão, sem acrescentar mais detalhes. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, causou polémica esta quinta-feira ao dizer que as …

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou esta sexta-feira o acordo de emergência na TAP, adiantaram vários pilotos à Lusa. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou o acordo de emergência na …