“Podemos chegar a 1.000 novos casos por dia”. Costa pede cautela

António Pedro Santos / Lusa

No final da reunião de emergência com o gabinete de crise para o acompanhamento da evolução da covid-19 em Portugal, Costa deixou conselhos e pediu cautela.

A reunião, convocada na quinta-feira por António Costa, surgiu na sequência do “contínuo aumento” de novos casos diários de infeção com o novo coronavírus e pela necessidade de “reforçar a sensibilização dos cidadãos para a adoção de medidas de prevenção e de segurança contra a covid-19”.

O primeiro-ministro afirmou que Portugal está a acompanhar a tendência europeia de aumento de infetados com o novo coronavírus. “A manter-se esta tendência seguramente na próxima semana chegaremos a 1000 novos casos por dia”, António Costa.

Costa afirmou que Portugal tem de conseguir travar o crescimento desta pandemia e que não pode voltar a parar o país como aconteceu em março. “O custo social do confinamento foi brutal, o sofrimento pessoal de cada um foi enorme, a dor das famílias foi enorme e temos de evitar passar por isso tudo outra vez. Não podemos passar por isso tudo outra vez.”

Para o primeiro-ministro, será possível controlar a pandemia se as cinco regras fundamentais: uso de máscara “o mais possível e obrigatoriamente sempre que necessário”; manter a higiene regular das mãos; respeitar a etiqueta respiratória; manter o distanciamento físico; e utilizar a aplicação Stayaway Covid.

Assim, será possível, segundo o governante, garantir o decorrer normal do ano letivo e “sem sobressaltos”, garantir a retoma da atividade das empresas e garantir “a proteção do emprego e a proteção do rendimento das famílias”.

Não razões para ter medo, mas há razões para todos termos cautela, para todos termos as precauções devidas”, afirmou Costa. “Todos sabemos que uma pessoa prevenida vale por duas e que mais vale prevenir do que remediar.”

Costa sublinhou ainda que a “generalidade” das pessoas infetadas não tem sintomas, portanto são “agentes ativos da difusão do vírus”. “Presumo que todos pensemos que não estamos contaminados, mas não podemos ter a certeza, portanto a nossa responsabilidade é permanente e não pode haver qualquer tipo de relaxamento”, afirmou.

“É uma imensa responsabilidade que nós temos”, disse Costa. “Não é pelo facto de se ser jovem que a responsabilidade é menor.”

O primeiro-ministro terminou o discurso, dizendo que se pode confiar “na capacidade de testagem” que aumentou significativamente, na “excelência” dos profissionais de saúde e no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Porém, considerou que o melhor “apoio” que se pode dar tanto ao SNS como aos médicos é “prevenir o risco” de infeção e de infetar terceiros.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polícias rejeitam proposta do MAI para o subsídio de risco e prometem novos protestos

Os sindicatos da PSP e as associações socioprofissionais da GNR rejeitaram, esta quarta-feira, a proposta apresentada pelo Governo para o subsídio de risco e prometem novos protestos até que seja atribuído "um valor justo". "Saímos completamente …

Desta vez, van Vleuten ganhou mesmo (aos 38 anos)

Ficou para trás o episódio caricato do último domingo. Annemiek van Vleuten é a nova campeã olímpica de ciclismo, contrarrelógio. Annemiek van Vleuten iria ficar ligada a um dos momentos mais insólitos, ou mesmo o mais …

Bruxelas assegura aquisição de medicamento para tratamento precoce da covid-19

A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, um contrato de aquisição conjunta com a farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) para a compra do sotrovimab, um medicamento destinado ao tratamento precoce da covid-19, cuja utilização está a ser analisada …

Vacinados escapam às restrições da "lista âmbar" britânica

Pessoas vacinadas contra a covid-19 que viagem a partir dos Estados Unidos (EUA) ou da União Europeia (UE) podem evitar a quarentena caso venham de um país da "lista âmbar" britânica, onde está Portugal. Segundo o …

Equador retira nacionalidade ao fundador da Wikileaks, Julian Assange

O governo equatoriano revogou a decisão de 2018 devido a incongruências burocráticas. O advogado de Assange já disse que vai recorrer e que a decisão foi tomada sem o fundador da Wikileaks ser ouvido. O Equador …

Os primeiros resultados dos Censos: Portugal perdeu população pela primeira vez desde 1970

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou, esta quarta-feira, os primeiros resultados dos Censos 2021, cujas respostas por via digital ultrapassaram os 99%. Portugal tem hoje 10.347.892 residentes, menos 214.286 do que em 2011, segundos os …

Portugueses esperam quase até aos 40 para comprar casa

Um barómetro que avalia a preferência dos consumidores na hora de comprar um imóvel indica que a maioria dos portugueses só liquida o crédito à habitação após a reforma. O indicador destaca ainda que os portugueses …

Moedas fecha lista para a Câmara de Lisboa

O candidato à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, já fechou a equipa que o vai acompanhar nas próximas autárquicas. O anúncio de que a lista de Carlos Moedas para a Câmara de Lisboa está fechada será …

Abaixo-assinado apelida Bolsonaro de genocida após 550.000 mortes no Brasil

Dezenas de personalidades e organizações da sociedade civil portuguesa subscreveram um abaixo-assinado de solidariedade internacional para com o Brasil, no qual apelidam o Presidente, Jair Bolsonaro, de "genocida" após mais de 550.000 mortes devido à …

Jovens com 18 ou mais anos já podem agendar a vacina contra a covid-19

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 para pessoas com 18 ou mais anos ficou disponível, esta quarta-feira, no portal da Direção-Geral da Saúde (DGS). "O auto-agendamento para os utentes com idade igual ou superior a …