Podem ser evitados 27 mil casos e 147 internamentos entre crianças até à primavera

Mohamed Hossam / EPA

No pior cenário de evolução da pandemia, a vacinação das crianças poderia evitar até 27 mil infeções e 147 internamentos até à primavera.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Portugal vai iniciar a vacinação das crianças dos 5 aos 11 anos no fim de semana de 18 e 19 de dezembro, anunciou, esta sexta-feira, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.

Segundo o Diário de Notícias, que cita o parecer da Comissão Técnica de Vacinação, no pior cenário de evolução da pandemia, a vacinação desta faixa etária pode evitar até 27 mil infeções, 147 hospitalizações, 16 internamentos em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) e 15 casos do Síndrome Inflamatório Multissistémico até à primavera.

Já num cenário mediano, poderiam evitar-se 13 mil infeções, 51 internamentos e até cinco casos em Cuidados Intensivos.

Num cenário mais otimista, esta vacinação pode ajudar a evitar quatro mil casos, nove hospitalizações, um internamento em UCI e um caso de Síndrome Inflamatório Multissistémico, cita ainda o jornal.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, garantiu na mesma conferência de imprensa que a decisão foi feita a pensar “exclusivamente no benefício direto para as crianças” e não para reforçar a proteção dos adultos.

De acordo com o jornal Público, desde o início da pandemia e até 3 de novembro deste ano, foram hospitalizadas em Portugal 217 crianças entre os 5 e os 11 anos e, destas, 20 tiveram de ser assistidas nos Cuidados Intensivos, mas não houve mortes.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.