Plataformas de streaming passam a ter de pagar 1% do seu lucro ao Estado

As plataformas de streaming passam a pagar uma taxa, após a proposta de lei ser aprovada esta sexta-feira, na Assembleia da República. Serviços como a Netflix, a HBO Portugal ou a Disney +, passam a ter de pagar 1% da sua faturação.

Meia década depois do aparecimento da Netflix em Portugal, assim como as suas concorrentes, as plataformas passam a ser obrigadas a entregar 1% do seu lucro anual ao Estado português. O valor permitirá o financiamento do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), assim como o Orçamento de Estado anual.

Vale relembrar que a Netflix anunciou recentemente a produção da primeira série portuguesa da plataforma – Glória –, em parceria com a SP-i e com a RTP.

Com a nova lei, as plataformas de streaming passam também a ter medidas de cancelamento semelhantes aos contratos de telecomunicações, como a NOS, MEO e outras prestadoras de serviço. Caso existam alterações no contrato sem a existência de comunicação por parte das empresas aos seus clientes – situações como subida de mensalidades que não possam ser contestadas – o consumidor poderá cancelar o serviço, devido a preços não definidos no contrato do serviço.

A proposta de lei foi aprovada com grande parte dos votos a favor por parte do PS e do PAN, com PCP, Partido Ecologista Os Verdes, Iniciativa Liberal e Joacine Katar Moreira a votarem contra a proposta. A abstenção manteve-se do lado de CDS-PP, Bloco de Esquerda, PSD e da deputada não-inscrita Cristina Rodrigues.

Inicialmente, a proposta de lei surgiu no seguimento de várias cartas abertas de protesto e de uma manifestação de vários representantes do setor audiovisual, exigindo um maior envolvimento financeiro das plataformas de streaming.

O PCP propôs uma alteração à proposta, subido a taxa mínima para 2% do lucro das plataformas, mas a mesma viu-se chumbada na Assembleia.

Portugal no seguimento de diretiva europeia

A nova leia coloca Portugal no seguimento de uma diretiva europeia que já tinha sido aprovada em 2018, entre todos os Estados-membros, sobre serviços de comunicação audiovisuais, plataformas de partilha de vídeos – como o Youtube -, canais de televisão por cabo, e as denominadas video on demand, a que habitualmente chamamos streaming.

As plataformas como a HBO Portugal, Netflix ou Amazon Prime-Video fazem todas parte do pacote abrangido pela nova lei do cinema.

Para além da taxa de pagamento obrigatória, as plataformas de streaming ficam ainda obrigadas a terem uma quota mínima de obras europeias no seu catálogo, obrigando assim à produção nacional e própria de conteúdos. Isto é uma situação que já se verifica em países como o Brasil, França ou Itália. A percentagem é de produtos europeus é de 30%, sendo que metade terá de ser de “produções independentes europeias, originariamente em língua portuguesa, produzidas há menos de cinco anos“.

A nova lei tem como objetivo promover o cinema e o audiovisual português, melhorando as condições de financiamento dos serviços e atingindo uma concorrência mais equilibrada.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

    • Bom mesmo! Assim esses 1% são canalizados para subsidiar cinema português, cujos profissionais, em vez de terem que fazer pela vida como qualquer trabalhador normal, “apenas” precisam de ter os amigos certos. E claro que toda a atribuição de verbas é criteriosamente administrada Com a Maior Imparcialidade por uma Instituição, cujos administradores e chefias são nomeados por … ora essa! Por reconhecida competência, por que é que havia de ser?!
      Saem todos a ganhar! E ainda dizem que não há almoços grátis!! Não percebem nada disto…

RESPONDER

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …