Pai de Valentina terá confessado o crime e ilibado a sua companheira

Carlos Barroso / Lusa

A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria esteve este domingo com os dois suspeitos do homicídio da criança de 9 anos assassinada na Atouguia da Baleia, em Peniche, a reconstituir o crime, na casa onde terá ocorrido.

Os dois suspeitos da autoria dos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, o pai e a madrasta da menina, Valentina, estiveram a colaborar na reconstituição do crime na casa do suspeito, referiu a mesma fonte à agência Lusa.

Outras diligências continuam a ser efetuadas, para reunirem provas de que o crime foi levado a cabo pelo pai e pela madrasta da criança durante o dia de quarta-feira.

Em conferência de imprensa, o coordenador do Departamento de Investigação Criminal da PJ de Leiria, Fernando Jordão, referiu que o corpo da criança terá sido levado para uma zona de mato na Serra D’El Rei, em Peniche, onde foi tapado com arbustos.

“Estamos a verificar [o cenário da morte], mas claro que terá de ter acontecido em algum contexto de violência“, disse o mesmo responsável da PJ, salientando que, “à partida” não terá sido uma morte acidental.

O coordenador da PJ de Leiria adiantou que a morte terá ocorrido “por questões internas do funcionamento da família”, não revelando mais detalhes. O responsável esclareceu que esta situação não terá correlação com o desaparecimento da criança numa outra ocasião.

O Jornal de Notícias escreve que as autoridades não sabem ainda qual terá sido a causa da morte da menina, mas a hipótese de asfixia está a ser estudada. De acordo com o mesmo jornal, terá sido o pai de Valentina a confessar o crime.

Também o Correio da Manhã avança que terá sido o pai de Valentina a contar as autoridades o que aconteceu, dizendo que se tratou de um acidente. O progenitor da criança iliba a sua companheira da morte da criança, sem adiantar se esta o ajudou a esconder o corpo da menina, segundo o mesmo jornal.

Valentina iria ficar com a mãe

Também nesta segunda-feira, o jornal Público escreve que a menina ia ficar afastada do progenitor durante bastante tempo, uma vez que o seu pai tinha planeado emigrar para a Bélgica com a família já dentro de uma semana, para trabalhar na construção civil.

Valentina iria ficar aos cuidados da sua mãe.

A menina, de nove anos, foi dada como desaparecida na manhã de quinta-feira por uma denúncia feita pelo pai no posto da GNR de Peniche.

As buscas contaram com o envolvimento de “mais de 600 elementos ativos, numa área de percorrida de sensivelmente de quase 4 mil hectares, palmilhada mais do que uma vez em alguns locais”. A SIC Notícias observa ainda que o pai e a madrasta de Valentina nunca participaram nas operações de busca pela menina.

O corpo da criança foi encontrado a meio da manhã deste domingo, mas a PJ não quis confirmar se foram os suspeitos a indicar o local onde deixaram a vítima.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Quem iliba a companheira, se ilibarem, são os tribunais… Não é agora um criminoso que iliba quem quer que seja.

      • E antes de ser acusada tem de ser investigada, o que implica não apenas apenas o seu testemunho e provas recolhidas como o testemunho de outros. Em última instância pode ser “ilibada” pelo depoimento, entre outros, do companheiro.

      • Ou seja, tal como eu disse: Não é o depoimento do companheiro que iliba a companheira. Mas depois de ouvir o depoimento do companheiro, o tribunal pode achar que há provas suficientes para a ilibar. É o tribunal que a iliba, ou quando muito a polícia, se decidir não haver provas para a acusar.

        Ela não precisa de ser acusada para ser ilibada. Se for suspeita, poderá ser interrogada e depois mais tarde ilibada. Mas nunca é o companheiro que vai dar a ordem de a ilibar: “olha, ilibem lá a gaja que ela não fez nada”.

        • Ela pode até nem ser acusada, se da investigação resultar a ideia (a qual pode em parte resultar do testemunho do companheiro mas duvido que apenas se baseie nesse facto) que não teve qualquer participação ou conhecimento do facto.

          Quanto a esta frase
          “Se for suspeita, poderá ser interrogada e depois mais tarde ilibada”
          Ao ser suspeita não é culpada; pode ser interrogada e nem ser constituída arguida. Logo, o seu raciocínio atropela aí uns passos processuais.

  2. Portanto o “criminoso” não pode ilibar uma pessoa (tem que ser um tribunal) mas um comentador pode condenar um “criminoso” (sem este ter sequer passado por um Tribunal). A justiça popular é sempre perigosa.

  3. Este país vai de mal a pior, cada vez mais casos de crimes horrorosos e uma justiça que bloqueou no tempo ou na casmurrice ideológica dalguns políticos e partidos, repare-se o caso da pena máxima de 25 anos, se alguém matar uma centena de pessoas, apanhará apenas 3 meses por pessoa e ainda possivelmente não cumprirá a pena toda. Se vivemos em democracia tal como apregoam, porque não dar ao povo o voto directo em assuntos de estrema importância para o país em vez de votarmos em pessoas que fazem do nosso voto o que bem entendem?.

  4. Uma sugestão : em casos monstruosos como este, não intitulem de PAI ou de Mãe indivíduos que não passam de simples progenitores, cujo qualificativo, já é demais para um tais monstros !

  5. Foi pena não ter emigrado um mês antes! Continuo a não perceber como é que a mãe da criança e a CPCJ não se tivessem apercebido da gravidade da fuga da criança, de casa do pai, e continuaram a permitir estas visitas sabendo que a criança saiu de casa porque não se sentia lá bem, provavelmente, por ser sujeita a violência.

RESPONDER

Não são só os humanos. Até os cães-guia podem vir a ser substituídos por robôs

A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) não ameaça apenas automatizar o trabalho dos humanos. Os cães-guia, que ajudam pessoas com deficiência visual a navegar com segurança pelo mundo, podem ser os seus próximos alvos. Uma equipa …

Laboratório investigado em Madrid depois de vídeo mostrar maus tratos a animais

Um laboratório em Madrid, Espanha, está a ser investigado por alegados maus tratos a animais, depois de uma inspeção confirmar as suspeitas de abuso filmadas por um antigo funcionário. O vídeo divulgado pela Cruelty Free International …

Equipa realiza primeiro transplante de traqueia do mundo. Pode reverter danos causados pela covid-19

Uma equipa de cirurgiões realizou o primeiro transplante de traqueia humana do mundo. A cirurgia foi feita numa mulher com graves danos no órgão, revelou o Hospital Mount Sinai, em Nova Iorque. A recetora do transplante …

Em 2020, os mais velhos renderam-se aos "animais de estimação pandémicos"

Uma nova investigação revelou que as famílias com crianças não foram as únicas a aderir à tendência dos "animais de estimação pandémicos" em 2020. Os mais velhos também não resistiram. Segundo a National Poll on Healthy …

Tramado por uma turfeira. Homem confessa assassinato, mas corpo encontrado tinha 1600 anos

O que tinha tudo para ser um casamento feliz, acabou em tragédia. Num estranho caso em que uma simples planta ditou o desfecho de uma investigação criminal. Em 1959, a retratista e entusiasta de viagens Malika …

"Projeto Bernanke". Google terá usado programa secreto para dar vantagem ao seu sistema de anúncios

A Google terá usado durante anos um programa secreto que usava dados de lances anteriores na bolsa de publicidade digital da empresa para dar ao seu próprio sistema de compra de anúncios uma vantagem sobre …

Para "proteger a verdade histórica", Rússia divulga documentos que revelam atrocidades nazis em Stalingrado

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou documentos desclassificados que detalham atrocidades cometidas por soldados e oficiais nazis durante a II Guerra Mundial. A divulgação destes documentos, que foram publicados no site do Ministério da Defesa …

Espanha. Funcionários públicos podem trabalhar três dias em casa sem perder direitos

O Governo espanhol e os sindicatos de funcionalismo público chegaram, esta segunda-feira, a um acordo que prevê que os trabalhadores da Administração Pública podem trabalhar três dias por semana em casa com os mesmos direitos …

Rara coleção de um dos primeiros fotógrafos da História vai a leilão nos EUA

Quase 200 imagens de um dos primeiros fotógrafos da história, William Henry Fox Talbot, vão a leilão, em Nova Iorque, já este mês. A coleção de William Henry Fox Talbot será parte do leilão "50 obras-primas …

Em greve de fome, Navalny é ameaçado ser alimentado à força. Ativistas falam em tortura

O opositor russo Alexei Navalny afirmou hoje na rede social Twitter que as autoridades penitenciárias estão a ameaçar alimentá-lo à força para quebrar a greve de fome que mantém na prisão desde 31 de março. “Ele …