PJ faz buscas na casa de Rui Rangel por suspeitas de corrupção. Há 5 detidos

António Pedro Santos / Lusa

O juíz desembargador Rui Rangel

A Polícia Judiciária está a desenvolver uma mega-operação, que tem como protagonistas o juíz rui Rangel e a ex-mulher Fátima Galante, por fortes suspeitas de corrupção.

O Correio da Manhã avança que existem indícios de que, tanto o juíz desembargador Rui Rangel como a ex-mulher, Fátima Galante, tenham vendido decisões judiciais a troco de subornos milionários. Além disso, a PJ está também a investigar suspeitas de branqueamento de capitais e fraude fiscal.

Os dois estarão a ser alvos de buscas e constituídos arguidos, de forma a apresentarem-se para primeiro interrogatório judicial.

O mesmo jornal avança que, no âmbito da mega-operação da Polícia Judiciária, foram detidos esta manhã o advogado Santos Martins, suspeito de ter servido de “testa de ferro” a Rangel, fazendo-lhe chegar o dinheiro de forma faseada, e o seu filho, que também terá participado no esquema.

Além destes dois, foram ainda detidos dois homens e uma mulher.

O esquema, conta o CM, denunciou-se a si próprio, quando, em 2016, a PJ encontrou centenas de milhares de euros depositados pelo empresário José Veiga na conta de um jovem desconhecido que, descobriu-se mais tarde, era o filho do advogado Sousa Martins.

Depois disso, a PJ encontrou os talões de depósito desse dinheiro nas contas do juiz, em valores sempre abaixo dos 10 mil euros para não cair nos alertas de branqueamento de capitais.

Além disso, as autoridades encontraram ainda emails de Rangel a pedir dinheiro a Santos Martins.

A operação conta com mais de 100 inspetores no terreno, da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, e passa por detenções e buscas em vários locais – como as casas de Rangel e Galante, o Tribunal da Relação de Lisboa, onde o juiz exerce funções e tomou as decisões em causa – e ainda na SAD do Benfica, onde aquele mantém uma relação de proximidade com Luís Filipe Vieira, depois de ter concorrido com ele à presidência do clube.

O Presidente do Benfica também já foi constituído arguido no âmbito da Operação Lex.

Rangel e a ex-mulher são suspeitos de corrupção passiva, branqueamento de capitais e fraude fiscal, os empresários que terão beneficiado das decisões são suspeitos de corrupção ativa, e ainda, suspeitas por branqueamento, aqueles que serviram de ‘testas de ferro’ no esquema, tais como o advogado Santos Martins.

Um juiz só pode ser detido preventivamente depois de designada a data para o seu julgamento. E quando a acusação do MP esteja praticamente concluída. E não pode ser julgado em tribunais de primeira instância: um juiz conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça será o juiz de instrução na fase de inquérito.

Como Rui Rangel é juiz desembargador, ou seja, do tribunal da Relação, será um tribunal superior que ficará responsável pelo processo, neste caso o Supremo. Souto Moura, que liderou as buscas, é precisamente juiz conselheiro do Supremo.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Fala-se em corrupção, fala-se em benfica, esse cancro do futebol e da sociedade.
    É preciso cortar o mal pela raiz, que isto já não se cura com paninhos quentes.

Responder a ah Cancelar resposta

Carlos Amaral Dias terá ficado retido na ambulância avariada durante uma hora

Os resultados de um inquérito aberto pelo INEM apontam para que Carlos Amaral Dias tenha ficado dentro de uma ambulância avariada durante uma hora. De acordo com o Jornal de Notícias, a equipa da ambulância dos …

Luanda Leaks. Mário Leite Silva renuncia à presidência do Banco de Fomento Angola

O presidente do Conselho de Administração do Banco de Fomento Angola (BFA), Mário Leite Silva, gestor de Isabel dos Santos, renunciou ao cargo, com efeitos a partir de 22 de janeiro. A informação foi transmitida …

Tempestade “Glória” faz pelo menos nove mortos em Espanha

Pelo menos nove pessoas morreram e outras quatro estão dadas como desaparecidas em Espanha na sequência da passagem da tempestade “Glória”, intempérie que atinge o país desde o passado fim de semana. As autoridades confirmaram cinco …

Há um "milagre da multiplicação" dos votos que os deputados querem travar

Todos os partidos concordam: é preciso travar o "milagre da multiplicação" dos votos na Assembleia da República. Estabelecer regras objetivas para o fazer é o mais complicado. Os deputados começaram esta quarta-feira a discutir como “regrar” …

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …

Bezos lembra que Governo saudita assassinou um jornalista. ONU pede investigação a pirataria

Dois peritos das Nações Unidas dizem que Mohammed Bin Salman acedeu a informações pessoais de Jeff Bezos para tentar influenciar cobertura do The Washington Post sobre a Arábia Saudita. Depois de uma investigação do The Guardian …

MAI abre inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por agente da PSP

O Ministério da Administração Interna (MAI) já abriu um inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por um agente da PSP, na Amadora, de maneira a apurar responsabilidades. "O Ministro da Administração Interna …