PJ faz buscas a 18 autarquias suspeitas de corrupção. Álvaro Amaro e Transdev são alvos

A Polícia Judiciária realizou esta quarta-feira uma operação policial de buscas domiciliárias e não domiciliárias, em autarquias, entidades públicas e empresas, associadas a um esquema fraudulento “da viciação de procedimentos de contratação pública, com vista a favorecer pessoas singulares e coletivas”.

A operação da PJ, designada “Rota Final”, é feita através da Diretoria do Norte com o apoio de vários Departamentos de Investigação Criminal e da Diretoria do Centro. Em causa está a suspeita de práticas de corrupção, tráfico de influências, participação económica em negócio, prevaricação e abuso de poder.

“Mediante atuação concertada de quadros dirigentes de empresa de transporte público, de grande implementação em território nacional com intervenção de ex-autarcas a título de consultores, beneficiando dos conhecimentos destes, terão sido influenciadas decisões a nível autárquico com favorecimento na celebração de contratos públicos de prestação de serviços de transporte, excluindo-se das regras de concorrência, atribuição de compensação financeira indevida e prejuízo para o erário público. Também no recrutamento de funcionários se terão verificado situações de favorecimento”, lê-se em comunicado, citado pelo Observador.

De acordo com a SIC, realizaram-se 50 buscas, domiciliárias e não domiciliárias, as quais envolveram 200 elementos da PJ (inspetores, peritos informáticos, financeiros e contabilísticos). Um total de 18 Câmaras Municipais foram alvo de buscas: Águeda, Almeida, Armamar, Belmonte, Barcelos, Braga, Cinfães, Fundão, Guarda, Lamego, Moimenta da Beira, Oleiros, Oliveira de Azeméis, Oliveira do Bairro, Sertã, Soure, Pinhel e Tarouca.

Ainda não há detidos, mas alguns dos autarcas vão ser constituídos arguidos. Por agora, a PJ não tem mandados de detenção e está apenas a recolher provas. Uma das câmaras visadas é a da Guarda, por negócios realizados ainda quando o social-democrata Álvaro Amaro era o Presidente, de acordo com o Diário de Notícias.

Amaro interrompeu o mandato em abril passado por fazer parte da lista social-democrata ao parlamento europeu, para o qual foi eleito. E atualmente um dos homens do Conselho Estratégico do PSD, escolhido por Rui Rio para coordenar a área para a Reforma do Estado, Autonomias e Descentralização.

O DN avança ainda que uma das principais empresas visadas pela investigação é um dos maiores grupos nacionais de transportes de passageiros, que tem praticamente o monopólio na zona norte. Já o Observador avança que no centro do processo está a Transdev, que terá contratado vários ex-autarcas para beneficiar do seu conhecimento junto das autarquias e, assim, conseguir contratos. A empresa francesa presta serviço em Portugal desde 1997. Poderão estar em causa vários crimes económicos.

A investigação prossegue para determinação de todas as condutas criminosas.

ZAP //

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Este Álvaro Amaro, desde que foi Secretario de estado da Agricultura ou Florestas, é bem conhecido por alguns privados. Tem tido muita sorte, por só agora se poder constactar algo, de eventual criminoso, na sua conduta, com o que é publico. É é, exactamente este, que é escolhido por Rui Rio para desempenhar uma serie de funções como reforma do estado…etc. é muito triste, continuar-mos a verificar, que são escolhidas pessoas para cargos, para os quais, não tem qualquer moral. Mas, ainda é assim infelizmente.

  2. Eu admira-me que só se investiguem as Camaras em que se supeita haver corrupção e ilegalidades. Porque não investigar aquelas que se sabe à saciedade que a corrupção é o principal modo de gestão. Será preciso enumerar?

  3. Isto é uma gotinha num enorme oceano de podridão que grassa nas nossas Autarquias. Vejam todos os concursos ditos públicos, vejam os concursos para admissão de funcionários. As autarquias são locais pouco recomendáveis a gente séria.

  4. O visado é uma de muitas aberracoes criadas pelo sr. silva de boliquieme.
    Se lhe apertarem bem as tarrachas, terá decadas de segredos para bufar!

  5. e isso, deixam os ladroezinhos pequeninos em paz, esses roubam porque precisam para comer, não é pecado, prendam esses tubarões que não falta nada, mas a ganançia deles roubam-nos milhões, viva a justiça.

  6. ……….enquanto não se fizer justiça…..continuo a não por os pés em assembleias de voto……pois como disse, e muito bem, o Otelo Saraiva de Carvalho, o 25 de Abril não foi feito para isto……..

    • Pois, não.
      Foi feito como resposta corporativa dos oficiais dos quadros (academia militar) à equiparação dada aos oficiais milicianos sem o curso da referida academia, que implicava posto de capitão, salário de capitão, comando operacional de tropas no terreno (antes reservado aos dos quadros).
      O famoso DL 353/73.

  7. Oh pá mais um da extrema esquerdalha corrupta que foi apanhado.

    Esta esquerdalha do PS(+D) / PS(-D) é sempre a mesma coisa, sempre os mesmos nas investigações de corrupção.

    O que nos vale é que o povinho só os escolhe de 4 em 4 anos olha lá se fosse de ano a ano. E sempre a pensar que desta vez será sempre melhor.

    Nos vermelhuscos não que esses comem crianças ao pequeno almoço e matam os velhos como esta velha aqui:
    https://www.publico.pt/2012/01/11/politica/noticia/ferreira-leite-defende-que-doentes-com-mais-de-70-anos-paguem-hemodialise-1528544

Eurobic nega que Teixeira dos Santos esteja a ser investigado pelo Banco de Portugal

Na quinta-feira, o jornal Público deu conta de uma investigação do Banco de Portugal (BdP) ao papel de Teixeira dos Santos no Eurobic no âmbito do caso Luanda Leaks. Agora, o banco vem a público …

"Comigo, não acontecerá." Ferro Rodrigues decide que castração química não será debatida no Parlamento

Admitindo que as responsabilidades pela decisão de não admissibilidade do projeto de lei do Chega eram suas, Ferro Rodrigues deixou claro que, consigo na presidência da Assembleia da República, projetos de lei (provavelmente) inconstitucionais como …

Eleições para o Tribunal Constitucional suspensas. Boletins de voto estavam ilegais

A votação dos nomes para ocuparem as duas vagas no Tribunal Constitucional foi suspensa porque os boletins de votos que foram entregues aos deputados não estavam conforme manda a lei. De acordo com o jornal ECO, …

Chega é a 5.ª força política, CDS tomba e já só está à frente do Livre

O PS mantém a distância para o PSD em fevereiro, segundo o Barómetro Político da Aximage para o Jornal Económico, que dá ainda conta que o CDS está em queda, posicionando-se apenas à frente do …

Eliminação da Liga Europa dita fim de linha para Silas

O desportivo Record escreve esta sexta-feira que a eliminação do Sporting da Liga Europa ditou o fim de linha para Silas no comando dos leões. De acordo com a publicação, os dirigentes leoninos ficaram desagradados …

Covid-19. Voos cancelados, máscaras à venda por mil euros e turismo "à beira do colapso" em Itália

Voos cancelados, máscaras à venda online por mil euros e turismo "à beira do colapso" em Itália. Estas são algumas das mais recentes consequências do novo coronavírus, a epidemia oriunda da cidade chinesa de Wuhan que …

"Só por cima do meu veto." Autarcas bloqueiam Montijo, Costa avisa que não há plano B

Rui Garcia e Joaquim Santos, autarcas da Moita e do Seixal, são os principais rostos do bloqueio do aeroporto do Montijo. António Costa está "perplexo" com a decisão do PSD e alerta que começar do …

Excedente do Estado encolhe para 1.287 milhões de euros em janeiro

Os dados foram revelados, esta quinta-feira, pelo Ministério das Finanças e representam "menos 238,5 milhões de euros face ao período homólogo". As administrações públicas registaram um excedente de 1.287,5 milhões de euros em janeiro valor que …

Há 74 mil anos, a Humanidade sobreviveu à super erupção que provocou um “inverno vulcânico”

Há 74 mil anos, uma super-erupção vulcânica provocou um “inverno vulcânico” que durou uma década, resultando num evento de arrefecimento de milénios em todo o planeta que destruiu espécies de humanos e mamíferos primitivos. Pelo …

Houve "zero negociação" com o PSD. Nomes de Vitalino Canas e Correia Campos estão por um fio

Os nomes de representantes da Assembleia da República para órgãos externos são propostos pela maior força política - o PS -, mas só são aprovados se houver um amplo consenso entre o PS e o …