“Petróleo branco” pode tornar Portugal em potência dos carros eléctricos

(dr) Dakota Minerals

Prospecção de lítio em Montalegre – instalação da empresa australiana Novo Lítio, antiga Dakota Minerals.

Portugal tem “muito potencial” para se tornar num líder de mercado na produção de baterias para carros eléctricos, graças às suas ricas reservas de lítio, o chamado “petróleo branco”. Mas não se pense que o lítio “vai fazer de Portugal uma economia rica”, alerta um especialista.

Martim Facada, especialista português em lítio do grupo Metal Bulletin, que avalia as cotações mundiais de minerais e metais, considera que a exploração de lítio vai criar “emprego qualificado e desenvolver as regiões em torno das minas”, mas “não vai fazer de Portugal uma economia rica”, alerta em entrevista ao Dinheiro Vivo.

“Portugal ainda está numa fase júnior na exploração de lítio, mas tem muito potencial“, considera o especialista numa altura em que o preço do quilo do carbonato de lítio, que é usado nas baterias eléctricas, se situa nos 23,30 dólares, escreve o jornal online.

Este valor elevado, que triplicou nos últimos anos, foi impulsionado pelo incremento na produção de carros eléctricos. E é neste âmbito que Martim Facada acredita que Portugal se pode tornar numa potência.

Mas para isso é preciso que haja “um acordo entre uma empresa que explore lítio em Portugal com uma fabricante automóvel“, cenário que poderá permitir depois “construir fábricas no país”, constata.

“Com os preços altos, os investidores estão interessados em aplicar alguns milhões no desenvolvimento de uma mina para depois, por exemplo, assinarem um contrato com fabricantes automóveis, como a BMW, Volkswagen, Mercedes ou Renault, e venderem em exclusivo os derivados de lítio com grau bateria”, explica o analista.

Martim Facada prevê que, nos próximos anos, “os grandes produtores vão continuar a ser chineses, mas a Europa já está a acordar e o mercado vai ganhar relevância”. “França e Alemanha tomaram medidas no ano passado, o que é bom para Portugal, porque está próximo dos consumidores“, considera.

O Governo português está a tentar estimular o sector e tem previsto lançar, até ao final de Junho, os primeiros concursos públicos para a exploração de lítio em Portugal.

A febre do chamado “ouro do século XXI” já originou uma guerra entre uma empresa portuguesa e uma australiana, por divergências quanto ao direito de exploração do lítio, que continua em tribunal.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O mais provável será ficarmos pela exploração em mãos estrangeiras e todo o minério sair porta fora sem que mais riqueza produza no nosso país, normalmente é assim que os políticos portugueses defendem os nossos interesses.

  2. É melhor se apressarem, porque já estão em desenvolvimento novas tecnologias que vão substituir o lítio nas baterias e que serão bem mais eficientes!

  3. A fabricação e reciclagem de baterias é ainda mais poluente que milhões de veículos a combustível, daqui a uns tempos também ficará notável..

    • Estou completamente de acordo com o que escreveu, mas pecou não por excesso mas por defeito. Uma das principais preocupações de muitos países industrializados tem sido a reciclagem das pilhas e baterias para retirar os metais pesados (venenosos – mercúrio, cádmio, …) da Natureza e possivelmente reutilizá-los. Portugal exporta pilhas e baterias (não de chumbo pois essas há muitos anos que as sabemos reutilizar) mas as novas alcalinas e as de polimeros de lítio e afins, que ardem nos telemóveis sem razões concretas. O futuro só poderá estar aí depois de ciclo de consumo e reciclagem, coisa que ainda não está.

RESPONDER

Eis o primeiro enxame de (pequenos) buracos negros num aglomerado globular

Uma equipa de cientistas, que esperava encontrar um buraco negro de massa intermédia no coração do aglomerado globular NGC 6397, encontrou, em vez disso, evidências de uma concentração de buracos negros mais pequenos. Por vezes, na ciência, …

Ruth, a "humana digital" da Nestlé ensina como fazer as bolachas perfeitas

Graças à Inteligência Artificial, nasceu Ruth, um "humano digital" da Nestlé que interage connosco e nos ajuda a fazer as melhores bolachas com pepitas de chocolate. A internet é o maior livro de receitas a que …

“Ditador egoísta e despótico”. Margaret Tatcher comparou Saddam Hussein a Hitler após ataque ao Kuwait

Documentos do início da Guerra do Golfo revelam que a antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher comparou Saddam Hussein a Adolf Hitler após a invasão do Kuwait pelo ditador iraquiano. De acordo com os documentos anteriormente confidenciais …

Cientistas criam "televisão" ultravioleta para animais (que nos vai ajudar a entendê-los melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, desenvolveu uma "televisão" ultravioleta para ajudar os especialistas a entender melhor a forma como os animais veem o mundo. Os monitores de televisões ou computadores têm …

Watakano, a “ilha da prostituição” que teve o seu auge nos anos 80, está agora vazia

Conhecida como “ilha da prostituição”, Watakano já foi considera um pequeno paraíso sexual. No seu auge, do final dos anos 70 a meados dos anos 80, homens faziam um curta viagem de barco até ao …

Deputado norte-americano quer banir GTA 5 e outros jogos violentos. Tudo para diminuir roubos de carros

O deputado norte-americano Marcus Evans quer proibir a venda de videojogos violentos que promovam atividades criminosas, como o GTA 5, face ao aumento dos roubos de automóveis em Chicago e um pouco por todo o …

Estudante projetou um casaco que se transforma num saco-cama para os sem-abrigo. E deu-lhes um emprego

Nos Estados Unidos, há pelo menos 567.715 pessoas que vivem nas ruas. Embora há quem vire as costas a essas estas, também há quem esteja disposto a fazer tudo para ajudar os necessitados e tirá-los …

Um livro e uma reclusa-mediterrânica. Aranhas venenosas obrigam a encerramento temporário de biblioteca nos EUA

Aranhas venenosas da espécie reclusa-mediterrânica apareceram na cave de uma biblioteca na Universidade do Michigan, nos Estados Unidos. Os funcionários de uma biblioteca da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, foram obrigados a encerrar temporariamente o …

Bolsonaro diz que máscaras causam "efeitos colaterais"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que as máscaras causam "efeitos colaterais" e citou um alegado estudo alemão, sem acrescentar mais detalhes. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, causou polémica esta quinta-feira ao dizer que as …

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou esta sexta-feira o acordo de emergência na TAP, adiantaram vários pilotos à Lusa. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou o acordo de emergência na …