/

Petição pela “anulação imediata” do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

4

José Sena Goulão / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa

Uma petição online para a “anulação imediata” da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas.

Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, somava já com 16.331 – quatro vezes mais assinaturas do que é necessário para que a iniciativa seja apreciada em plenário na Assembleia da República, frisa o Jornal Económico.

No entender dos promotores da iniciativa, a festa dos comunista deve ter um “tratamento igual” aos festivais, cuja realização está proibida até 30 de setembro.

“Defendemos a proibição da realização da festa do Avante em 2020. À semelhança do que irá acontecer com todos os festivais e festas de Verão. Pelo tratamento igual de todos os Portugueses”, pode ler-se no texto da petição.

No fim de maio, secretário-geral do PCP admitiu que “não seria um drama”, devido à pandemia de covid-19, cancelar a festa do Avante. “Drama não seria” se não se realizasse a festa, afirmou Jerónimo de Sousa, questionado pelos jornalistas, no final de uma reunião com epidemiologistas, em Lisboa, pedindo calma às “almas mais inquietas”.

Descansem as almas mais inquietas que isso não seria determinante para as nossas opções”, numa referência a um eventual dano financeiro nas contas dos comunistas se não se realizasse a festa anual no Seixal, distrito de Setúbal.

De resto, o líder dos comunistas repetiu que o PCP mantém os planos de fazer esta festa partidária, de 4 a 6 de setembro, se houver condições para tal devido ao surto epidémico.

“Estamos muito empenhados na realização daquele grande ato político, cultural, de festa, de música, arte, que demonstra que não é um festival. Não estaremos distraídos em relação à evolução que se verificará [quanto ao surto] nestes três meses e meio. Se as condições o permitirem naturalmente realizaremos a festa”, justificou ainda.

Se for possível avançar com a festa, os comunistas têm prometido que vão seguir as regras de segurança e sanitárias que eventual venham a ser definidas pelas autoridades de saúde.

A realização da festa do Avante está envolta em polémica depois de todos os partidos terem cancelado acontecimentos que juntem muitas pessoas e de o Governo ter proibido os festivais de verão até setembro.

O Presidente da República  comentou indiretamente o assunto, ao afirmar que as regras a definir pelas autoridades sanitárias para festas partidárias ou populares têm de “valer para todos”, por que o novo coronavírus não muda consoante a natureza das iniciativas.

A 9 de maio, a ministra da Saúde, Marta Temido, disse que a Direção-Geral da Saúde (DGS) definirá “oportunamente” regras para a Festa do Avante, frisando que isso depende da evolução da covid-19, que “ainda é uma incerteza”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

4 Comments

  1. Quando é que o Tio Jerónimo nos explica como é que vai fazer o distanciamento das pessoas sabendo que já foi á festa do Avante que no recinto estão milhares de pessoas não há condições para distanciamentos, a não ser que o Tio Jerónimo mande fazer celas há boa maneira Estalinista e meta em cada cela uma pessoa, para isso precisa de milhares de euros o que a festa não lhes dá lucro para fazerem tantas celas, por isso não sendo simpatizante de qualquer partido tenho de tirar o chapéu ao PPD que cancelou a sua festa para proteger os cidadãos já o PCP quer é arrecadar os euros e a Saúde dos cidadãos que se Phoda.

  2. Concordo com o que dizes o distanciamento e a iniciativa do PPD mas a partir do momento em que te expressas desta forma “fazer celas há boa maneira Estalinista” já estás a manifestar a tua simpatia política.

    • Correção:
      onde se lê “fazer celas há boa maneira Estalinista” o António Candeiras seguramente pretendia dizer “fazer gulags à boa maneira Estalinista”.
      Temos assim duas incorreções: “celas” e “há”

  3. Acho que todo o povo devia ir lá assinar. E já agora aproveitar para comprar umas máscaras na agência de viagens que fornece as máscaras de Loures.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE