Pela primeira vez, Boeing assume falhas no simulador do voo do 737 MAX

Bill Abbott / Flickr

Boeing 737 Max da companhia americana Southwest.

Pela primeira vez desde os dois acidentes aéreos registados com o seu modelo 737 MAX, a Boeing reconheceu a existência de falhas no software do simulador usado para treinar os pilotos do aparelho, garantindo que os problemas foram agora corrigidos.

A Boeing admitiu, pela primeira vez, que havia falhas no software de simulação que foi usado para reproduzir as condições de voo dos aviões 737 MAX, que estiveram envolvidos em dois acidentes de aviação mortais nos últimos seis meses. A notícia foi avançada pelo The Financial Times este domingo.

De acordo com a empresa de aviação, o simulador de voo foi incapaz de reproduzir algumas das condições. “A Boeing fez correções no simulador do 737 Max e disponibilizou informação adicional aos operadores para assegurar que a experiência de simulação é representativa de todas as diferentes condições de voo”, afirmou fonte oficial.

Estas mudanças foram feitas para melhorar a simulação de carga de força na roda de compensação manual. A Boeing está a trabalhar proximamente com fabricantes e reguladores nestas mudanças e melhorias, bem como para assegurar que o treino dos clientes não é interrompido”, acrescentou ao matutino.

Apesar de a possibilidade de existência de problemas nos sistemas de simulação usados pelas companhias aéreas para treino dos pilotos já ter sido noticiada pelo The New York Times, esta é a primeira vez que a empresa admite estar a trabalhar em correções.

Há dois meses, o Departamento dos Transportes do Governo dos EUA lançou uma auditoria à certificação do Boeing 737 MAX 8, após dois desastres em que morreram 346 pessoas. Um 737 MAX 8 da Etiópia Airlines despenhou-se em 10 de março a sudeste de Adis Abeba, provocando a morte dos 157 ocupantes. Menos de seis meses antes, em outubro do ano passado, a queda de um outro aparelho da Lion Air provocou 189 mortos, na Indonésia.

As falhas apontadas à Boeing são uma das mais graves crises reputacionais que a empresa já teve de enfrentar na sua história. Segundo o Público, no passado mês de Abril, a empresa norte-americana, que em conjunto com a Airbus domina há várias décadas o sector da construção aérea no mundo, anunciou uma quebra de 13% nos lucros registados no primeiro trimestre deste ano.

A proibição de utilização do modelo 737 MAX foi a razão dada para estes resultados, cuja deterioração poderá prolongar-se pelos trimestres seguintes.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …

Inteligência artificial decifra manuscrito que pode mudar história da Austrália

A Terra Australis Incognita, hoje conhecida como Austrália, foi descrita por um jesuíta espanhol quase cem anos antes da descoberta em 1770 pelo marinheiro britânico James Cook, segundo um manuscrito decifrado através de inteligência artificial. A …